quinta-feira, 16 de setembro de 2021

Não alimente as provocações

"Orem para que […] suas conversas sejam amistosas e agradáveis…" (Colossenses 4:5,6)

Já ouviu a expressão: “Não alimente os provocadores”? A provocação ou “trolação” é um novo problema no mundo digital atual: os provocadores online publicam comentários intencionalmente inflamatórios e prejudiciais em fóruns sociais. Mas ignorar tais comentários, não “alimentar” os provocadores, torna-lhes mais difícil sabotar uma conversa.

É fácil encontrar pessoas que não estão genuinamente interessadas em conversas produtivas. “Não responda”. Provérbios 26:4 nos adverte que, ao discutir com uma pessoa arrogante e pouco receptiva, arriscamo-nos a nos rebaixarmos ao patamar dela.

No entanto, até a pessoa aparentemente mais teimosa é também uma preciosa portadora da imagem de Deus. Se formos rápidos em dispensar os outros, podemos estar correndo o risco de sermos arrogantes e de nos tornarmos não receptivos à graça de Deus (MATEUS 5:22). Isso explica a razão de Provérbios 26:5 oferecer a diretriz exatamente oposta. É preciso a humilde dependência a Deus para discernir a melhor maneira de mostrar aos outros o amor em cada situação. Em algumas nos posicionamos; em outras, é melhor mantermos silêncio.

Temos paz em saber que o Deus que nos aproximou quando nos opúnhamos a Ele (ROMANOS 5:6) atua no coração de cada pessoa. Descansemos em Sua sabedoria enquanto tentamos compartilhar o amor de Cristo.

Por Monica La Rose

Meu Salvador, sou grato que, mesmo em minha arrogância e teimosia, ainda me amas e me atrais a ti.

Nenhum comentário :

Postar um comentário