terça-feira, 2 de março de 2021

Deus ouve as orações

"Alegrem-se em nossa esperança. Sejam pacientes nas dificuldades e não parem de orar." (Romanos 12:12)

Diane ouviu as pessoas pedirem orações por seus familiares e amigos que enfrentavam desafios ou doenças. Ela tinha um membro da família que há anos lutava contra um vício e silenciou sobre o seu pedido, pois não suportava ver os olhares das pessoas ou ouvir as perguntas ou conselhos que se seguiam sempre que fazia seu pedido em voz alta. Diane achava que, em geral, era melhor não falar. Os outros não compreendiam como esse ente querido dela podia crer em Jesus e, ainda assim, lutar diariamente.

Embora Diane não compartilhasse seu pedido com esse grupo, ela pedia que alguns amigos de confiança se juntassem a ela em oração. Juntos, pediam a Deus que o libertasse da verdadeira escravidão do vício e que experimentasse a liberdade em Cristo. Também oravam para que Deus desse a paz e a paciência que Diane precisava. À medida que orava, ela encontrou o conforto e a força em seu relacionamento com Jesus.

Muitos de nós fazemos orações com fervor e perseverança, mas parece que não recebemos respostas. Porém podemos ter a certeza de que Deus se importa e ouve todos os nossos pedidos. Ele nos exorta a continuarmos a caminhar ao lado dele, sendo alegres na esperança, pacientes nas dificuldades e constantes na oração (v.12). Podemos confiar nele. — Alyson Kieda

Apeguemo-nos firmemente, sem vacilar, à esperança que professamos, porque Deus é fiel… Hebreus 10:22

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2021

Imagem panorâmica

"Vocês, porém, são povo escolhido, reino de sacerdotes, nação santa […] podem mostrar às pessoas como é admirável aquele que os chamou das trevas para sua maravilhosa luz." (I Pedro 2:9)


Durante a cobertura televisiva da posse do primeiro presidente afro-americano dos Estados Unidos, a câmera mostrou uma vista panorâmica da enorme multidão de quase dois milhões de pessoas que se reuniram para testemunhar o evento histórico. Um repórter assinalou: “A estrela desse show é a imagem panorâmica”. Apenas esse tipo de imagem poderia captar a multidão que se estendia de uma extremidade à outra.

As Escrituras nos dão um vislumbre de uma multidão ainda maior unida pela fé em Jesus Cristo: “Vocês, porém, são povo escolhido, reino de sacerdotes, nação santa […] podem mostrar às pessoas como é admirável aquele que os chamou das trevas para sua maravilhosa luz” (v.9).

Essa não é uma imagem de alguns poucos privilegiados, mas dos muitos resgatados de “toda tribo, língua, povo e nação” (Apocalipse 5:9). Hoje, estamos espalhados pelo globo, onde muitos se sentem isolados e sofrem por sua fidelidade a Jesus. Mas, através das lentes da Palavra de Deus, vemos a imagem panorâmica dos nossos irmãos e irmãs na fé unidos para honrar Aquele que nos redimiu e nos tomou para si.

Que nos juntemos para louvar Aquele que nos tirou das trevas e nos levou para a luz! — David C. McCasland

Você tem louvado o Senhor continuamente?

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2021

Canção da criação

"Os céus proclamam a glória de Deus; o firmamento demonstra a habilidade de suas mãos." (Salmo 19:1)

Com a astronomia acústica, os cientistas observam e ouvem os sons e pulsos do espaço. Eles descobriram que as estrelas não orbitam em silêncio no céu, mas geram música. Assim como os sons da baleia jubarte, a ressonância das estrelas existe em comprimentos de onda ou frequências que podem não ser ouvidas pelo ouvido humano. Mas a música das estrelas, das baleias e de outras criaturas se combina para criar uma sinfonia que proclama a grandeza de Deus.

“Os céus proclamam a glória de Deus; o firmamento demonstra a habilidade de suas mãos. Dia após dia, eles continuam a falar; noite após noite, eles o tornam conhecido. Não há som nem palavras, nunca se ouve o que eles dizem. Sua mensagem, porém, chegou a toda a terra, e suas palavras, aos confins do mundo”(Salmo 19:1-4).

O apóstolo Paulo revela que, por meio de Jesus, “todas as coisas foram criadas, tanto nos céus como na terra, todas as coisas que podemos ver e as que não podemos […] Tudo foi criado por meio dele e para ele” (Colossenses 1:16). Em resposta, as alturas e profundidades do mundo cantam ao Criador. Que nos juntemos à criação para cantar a grandeza daquele que “mediu os céus com os dedos” (Isaías 40:12). — Roo

Todas as coisas criadas louvem o nome do Senhor, pois ele ordenou, e elas vieram a existir. (Salmo 148:5)

segunda-feira, 18 de janeiro de 2021

Liberte-se do indesejável

"De nós ele afastou nossos pecados, tanto como o Oriente está longe do Ocidente." (Salmo 103:12)

Desde 2006, um grupo de pessoas comemora um evento incomum próximo do Ano Novo. Chama-se “Liberte-se do indesejável”. Com base numa tradição latino-americana, as pessoas escrevem suas memórias desagradáveis e embaraçosas junto com seus problemas ruins do ano anterior e os lançam num triturador. Alguns chegam a utilizar uma marreta para livrar-se de algo indesejável.


Davi, autor do Salmo 103, vai além, sugerindo que as pessoas se livrem das memórias desagradáveis. Ele nos lembrou de que Deus deseja que nos livremos dos nossos pecados. Na tentativa de expressar o vasto amor de Deus por Seu povo, o salmista usou figuras de linguagem. Ele comparou a vastidão do amor de Deus à distância entre os Céus e a Terra (v.11). Em seguida, falou sobre o Seu perdão em termos espaciais. Tão distante quanto o lugar onde o Sol nasce do lugar onde o Sol se põe, também o Senhor removeu os pecados do Seu povo (v.12). O salmista queria que o povo de Deus soubesse que o amor e perdão do Senhor eram infinitos e plenos. Deus libertou o Seu povo do poder de suas transgressões, perdoando-os totalmente.

Boas-novas! Não precisamos esperar até o Ano Novo para experimentar o “Dia da libertação”. Em decorrência de nossa fé em Jesus, ao confessarmos e nos desviarmos dos nossos pecados, Ele os lançará nas profundezas do mar. Hoje pode ser um dia de libertação! — Marvin Williams

Por causa da obra de Cristo, Deus esquece completamente os seus pecados.