terça-feira, 24 de novembro de 2020

Engrandecido no meu corpo

"Pois, para mim, o viver é Cristo, e o morrer é lucro." (Filipenses 1:21)

De uma forma ou de outra Deus sempre era engrandecido no corpo de Paulo. Se Paulo continuasse vivo, seu corpo engrandeceria a Jesus Cristo por causa do evangelho proclamado por meio dele. Se Paulo morresse. serviria de testemunho a respeito da vida eterna que não pode ser tirada. "Pois é vontade e ordem expressa de Deus que os crentes pratiquem boas obras, as quais o Espírito Santo opera nos que creem, obras essas que também agradam a Deus por causa de Cristo."


Se vivemos, é pela graça de Cristo que vivemos, à sua imagem, para servir assim como Cristo às pessoas ao redor de nós. Se morremos, conheceremos de forma completa o que conhecíamos parcialmente apenas, e sua natureza humana corrompida não mais nos atrapalhará.

Os escritos de Paulo refletem a devoção profunda que, sendo seguidores de Jesus, também devemos desejar; que nos capacita a enfrentar provações e até perigos por Sua causa. Esta devoção torna-se real pelo auxílio do Espírito Santo e pelas orações dos que nos cercam. Isso também é uma promessa. Quando prosseguimos na obra de Deus mesmo em circunstâncias difíceis, lembremo-nos de que quando a nossa vida e obra aqui terminarem, ainda teremos a alegria de usufruir a eternidade com Jesus.

Nos momentos mais difíceis, com o coração comprometido a andar com Cristo e com os olhos fixos na promessa da eternidade, que os nossos dias e nossos atos abençoem os outros com o amor de Deus. — Randy Kilgor

Os sacrifícios oferecidos a Deus são oportunidades para que eu manifeste o Seu amor.

Nenhum comentário :

Postar um comentário