terça-feira, 26 de maio de 2020

Uma nação sob o juízo de Deus

Meus queridos, depois de tudo que está acontecendo nos últimos dias, não posso deixar de registrar aqui a seguinte exortação.

Se você acredita em um Deus Soberano, rogo a você que faça as suas prestes para que Ele tenha misericórdia do povo brasileiro e nos poupe de tamanha desgraça. A nossa nação está sob o juízo de Deus e vem sendo muito castigada por causa do egoísmo, avareza, arrogância, blasfêmias, desobediências aos pais, ingratidão, irreverência, calúnias, crueldade, traições, amizade com a luxúria e inimizade com Deus.
O povo brasileiro, além de ser penalizado pelo o vírus mortal que atingiu o mundo de maneira impiedosa, sofre ainda mais por causa da crise política e da corrupção. Pelo que se subtende pelas ações policiais nesses dias, pessoas gananciosas têm se aproveitado da pandemia para roubar os recursos públicos, materiais e financeiros, que deveriam estar sendo direcionados para combater o vírus.

Além do mais, muitos recursos humanos alocados no Estado, que deveriam ser direcionados para combater o vírus, têm sido gastos com brigas políticas e divisões ideológicas sem fim.

A Organização Mundial de Saúde estima que até o dia 4 de agosto de 2020 o Brasil contabilize, no mínimo, 88 mil mortes pela Covid-19, o que colocará o país entre as nações mais atingidas pela pandemia.

Quando o sábio rei Salomão orou pela nação de Israel, Deus se revelou a ele e disse “Se Eu fechar o céu para que não derrame a chuva, ou ainda se ordenar aos gafanhotos que devorem a terra, ou mesmo enviar praga sobre a minha própria gente; e se esse meu povo, que se chama pelo meu Nome, se humilhar, orar e buscar a minha face, e se afastar dos seus maus caminhos, dos céus o ouvirei, perdoarei o seu pecado e seus erros e curarei a sua terra.” (2 Crônicas 7:13-14). A partir daquele momento o povo de Israel teve longo período de bonança e prosperidade.

Portanto, ainda há uma esperança para o nosso Brasil. Por meio da oração Deus pode sim mudar o destino de uma nação. A Palavra de Deus nos exorta a orarmos pelas autoridades. "Antes de tudo, recomendo que se façam súplicas, orações, intercessões e ações de graças, em favor de todas as pessoas; pelos reis e por todos os que exercem autoridade, para que tenhamos uma vida tranquila e pacífica, com toda a piedade e dignidade. Isto é bom e agradável diante de Deus, nosso Salvador," (1 Timóteo 2:1-3)

Se nada você puder fazer além de compartilhar esta exortação, rogo então que APENAS ORE!

Nenhum comentário :

Postar um comentário