sábado, 2 de novembro de 2019

Cuidado com a Criação

Os céus são os céus do Senhor, mas a terra, deu-a ele aos filhos dos homens. Salmo 115:16

Quando as trutas conhecidas como “grandes marrons” estão desovando e começando o seu ritual de assentamento de outono, é possível vê-las escavando seus ninhos em águas rasas.

Os bons pescadores sabem que os peixes estão desovando e tentam não os perturbar. Evitam andar por sobre os cascalhos onde podem pisotear os ovos, ou vadear rio acima dos ninhos onde podem deslocar os detritos e vir a sufocá-los. E eles não pescam estas trutas, embora seja tentador fazê-lo enquanto elas descansam perto de seus ninhos.

Estas precauções fazem parte de uma ética que rege a pesca responsável. Mas há uma causa mais profunda e melhor.

As Escrituras enfatizam o fato de que Deus nos deu a Terra (Gênesis 1:28-30), para que dela desfrutemos, mas devemos fazer isso como pessoas que a amam.

Gosto de refletir sobre o trabalho das mãos de Deus: uma perdiz chamando outra no desfiladeiro, um alce alfa gritando à procura de fêmeas, um rebanho de antílope ao longe, uma truta de ribeiro e sua epiderme cor-de-rosa caleidoscópico, uma lontra mãe brincando em um córrego com seus filhotes. Amo muito tudo isso, pois me foram dadas para o meu deleite, fruto do grande amor de meu Pai.

E o que eu amo, protejo. — David H. Roper

O cuidado com a criação honra o Criador.


Nenhum comentário :

Postar um comentário