sábado, 24 de novembro de 2018

Nosso estilo de vida

"…somos feitura dele, criados em Cristo Jesus para boas obras, as quais Deus de antemão preparou…" (Efésios 2:10)

Fiquei impressionado com uma frase que ouvi ser citada de uma tradução contemporânea da Bíblia. Ao pesquisar a frase “nosso estilo de vida” para localizar a passagem, os resultados enfatizavam algo que as pessoas sentiam estar ameaçando seu modo de vida esperado. Destacavam-se entre as ameaças percebidas: as alterações climáticas, o terrorismo e as políticas governamentais.
Qual é, realmente, o nosso estilo de vida como seguidores de Jesus? — questionei. É o que nos deixa confortáveis, seguros e felizes ou é algo mais?

Paulo lembrou aos cristãos de Éfeso a maneira notável como Deus havia transformado a vida deles: “…Deus, sendo rico em misericórdia, por causa do grande amor com que nos amou, e estando nós mortos em nossos delitos, nos deu vida juntamente com Cristo, — pela graça sois salvos” (Efésios 2:4,5). O resultado é que somos “criados em Cristo Jesus para boas obras, as quais Deus de antemão preparou para que andássemos nelas” (v.10).

Fazer boas obras, ajudar os outros, doar, amar e servir em nome de Jesus — esse deve ser o nosso estilo de vida. Essas não são atividades opcionais para os cristãos, mas a exata razão pela qual Deus nos deu vida em Cristo. Não são a causa da nossa salvação, mas a consequência dela.

Neste mundo repleto de mudanças, Deus nos chamou e nos capacitou para buscarmos uma vida que abençoa os outros e o honra. — David C. McCasland

"…brilhe […] a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem a vosso Pai que está nos céus." (Mateus 5:16)

domingo, 4 de novembro de 2018

Deus do comum

"…Deus é fiel e não permitirá que sejais tentados além das vossas forças…" (1 Coríntios 10:13)

Ouvir testemunhos sobre como Deus fez algo espetacular na vida de outra pessoa pode nos desafiar. Embora possamos nos alegrar ao ouvir sobre respostas a oração, também podemos questionar por que o Senhor nada fez de surpreendente por nós ultimamente.

É fácil pensar que, se Deus se mostrasse de maneiras surpreendentes para nós como fez a Abraão, ficaríamos mais inspirados a lhe sermos servos fiéis. Mas, então, nos lembramos de que Deus aparecia a Abraão a cada 12 a 14 anos e a maior parte da jornada de Abraão era bastante comum (Gênesis 12:1-4; 15:1-6; 16:16–17:12).

Habitualmente, a obra de Deus é feita nos bastidores nas ocasiões comuns da vida. Como diz o texto, “Deus é fiel e não permitirá que sejais tentados além de vossas forças; pelo contrário, juntamente com a tentação, vos proverá livramento…” (10:13). Todos os dias, Deus está ocupado protegendo-nos contra os ataques devastadores de Satanás que, de outro modo, nos deixariam totalmente derrotados. E, quando a tentação chega, Ele está fazendo rampas de saída para que possamos escapar.

Quando pousamos nossa cabeça no travesseiro à noite, devemos fazer uma pausa para agradecer a Deus pelas coisas incríveis que Ele fez por nós naquele dia, em meio à nossa vida comum. Assim, em vez de ansiar que Ele faça algo espetacular por você, agradeça-lhe! Ele já fez. — Joe Stowell

Deus está sempre no controle nos bastidores, até mesmo em dias “comuns”.