sexta-feira, 1 de junho de 2018

O pão que satisfaz


"…o pão nosso cotidiano dá-nos de dia em dia." (Lucas 10:3)

Aprendi a recitar a Oração do Senhor na escola, quando menino. Sempre que eu dizia: “o pão nosso de cada dia dá-nos hoje” (Mateus 6:11), não conseguia deixar de pensar no pão que, nem todo dia, tínhamos em casa. Somente quando eu conseguia algumas gorjetas no meu trabalho de empacotador de supermercado tínhamos pão no dia seguinte. Por isso, pedir a Deus para nos dar o pão nosso de cada dia era uma oração relevante para mim.

Anos mais tarde, fiquei muito curioso ao ouvir um sermão sobre o pão que satisfaz. Eu sabia que o título provinha da Oração do Senhor, mas também sabia que ele não poderia estar falando do pão de padaria. Pela leitura regular do livreto, descobri que esse “pão”, repleto de partes das Escrituras e notas úteis, era um alimento espiritual para a alma.

Alimento espiritual foi o que Maria escolheu ao sentar-se aos pés de Jesus e escutar atentamente as Suas palavras (Lucas 10:39). Enquanto Marta se desgastava preocupando-se com o alimento físico, Maria dedicava o seu tempo para estar próxima de seu hóspede, o Senhor Jesus, e a escutá-lo. Que também lhe dediquemos esse tempo. Ele é o Pão da Vida (João 6:35) e alimenta os nossos corações com alimento espiritual. Ele é o Pão que satisfaz. —

“Eu sou o pão da vida.” Jesus