domingo, 4 de março de 2018

Durante o seu tempo

"Nas tuas mãos, estão os meus dias…" (Salmo 31:15)

Quando o pastor sul-africano Andrew Murray visitava a Inglaterra em 1895, ele começou a sofrer a dor de uma antiga lesão nas costas. Enquanto se recuperava, sua anfitriã lhe falou de uma mulher que estava em grande dificuldade e queria saber se ele tinha algum conselho para ela. Murray lhe disse: “Dê-lhe este papel que tenho escrito para o meu próprio encorajamento. Talvez ela o considere útil.” Isso foi o que Murray escreveu:


“Em tempo de angústia, diga:

Primeiro — Deus me trouxe aqui. É por Sua vontade que estou assim. Nisso descansarei.

A seguir — Ele me guardará em Seu amor e me dará graça nesta provação para eu agir como Seu filho.

Depois — Ele fará desta provação uma bênção, ensinando-me o que desejar que eu aprenda, e operando em mim a graça que Ele pretende conceder.

E por último — No Seu tempo perfeito, Ele pode me restaurar — como e quando, Ele sabe.

Estou aqui — por determinação de Deus, guardado por Ele, sob a Sua instrução, durante o Seu tempo.”

Queremos a solução imediata, a correção rápida, mas algumas coisas não podem ser eliminadas tão facilmente; elas só podem ser aceitas. Deus nos guardará em Seu amor. Por Sua graça, podemos descansar nele. — David H. Roper

Quando Deus permite o sofrimento, Ele também proporciona o conforto.

Retirado do Pão Diário