segunda-feira, 18 de dezembro de 2017

Um Natal ucraniano


"Glória a Deus nas maiores alturas, e paz na terra entre os homens, a quem ele quer bem." (Lucas 2:14)

Ao comemorar o Natal, os ucranianos incluem muitos elementos maravilhosos, mas simples, à sua celebração. Às vezes tufos de feno são colocados sobre a mesa de jantar como um lembrete da manjedoura em Belém. Em outros momentos de sua celebração, evocam os eventos da noite em que o Salvador entrou no mundo. Fazem uma oração de Natal e, em seguida, o pai da família faz a saudação: "Cristo nasceu!" A família, então, responde: "Vamos glorificá-lo!"

Estas palavras me fazem imaginar a cena dos anjos do céu sobre Belém na noite em que Cristo nasceu. O anjo do Senhor declarou: "é que hoje vos nasceu, na cidade de Davi, o Salvador, que é Cristo, o Senhor" (Lucas 2:11). O exército celeste respondeu: "Glória a Deus nas maiores alturas, e paz na terra entre os homens, a quem ele quer bem" (v.14).

Estas duas mensagens dão um significado muito profundo a essa maravilhosa época do ano. O Salvador veio trazer perdão e esperança — e Ele é merecedor de toda a adoração que podemos lhe dar.

Que todos que conhecem a maravilha do dom da vida eterna possam se juntar às vozes das hostes angelicais, declarando: "Glória a Deus nas alturas!" —WEC

A glória espetacular do amor de Deus por nós nos foi revelada na vinda de Jesus.