segunda-feira, 18 de setembro de 2017

Viver num mundo corrompido – Dica 4

Eis a quarta dica de um total de quatro que nos ajudarão a viver num mundo corrompido sem nos corrompermos.

Para viver num mundo corrompido sem se corromper…

Testemunhe

Faça a DIFERENÇA no DESTINO ETERNO das pessoas.

“Lembrem-se disto: Quem converte um pecador do erro do seu caminho, salvará a vida dessa pessoa e fará que muitíssimos pecados sejam perdoados.” (Tiago 5.20)

Ninguém tem uma mensagem tão relevante e de tanto impacto quanto aquele que vive plenamente de acordo com os valores de Deus. Se você vive de acordo com os preceitos, valores, princípios de Deus, você é portador da maior mensagem do mundo. O nosso testemunho de vida fará sempre toda a diferença neste mundo. Você é a resposta de Deus para um mundo corrompido. Você é o plano de Deus para que o mundo conheça o amor do Pai.

No Brasil poucas pessoas não sabem quem é Jesus. O problema é a imagem que fazem Dele. De quem é a responsabilidade se a imagem de Jesus é distorcida por aí? Daqueles que deveriam fazer diferença com a sua própria vida e não estão fazendo. As pessoas só mudarão o seu destino eterno, quando virem o nosso destino mudado.

“Deixe Deus começar a mudança em você para que o seu redor seja mudado.”

Enquanto eles não virem Cristo refletido em nossa vida, eles nunca saberão o que é experimentar o amor de Jesus. O apóstolo Paulo tinha essa consciência de que, para mudar o destino das pessoas, sua vida precisava refletir a vida de Cristo. Foi por isso que Paulo disse:

“Sejam meus imitadores, como sou de Cristo.” (1ª Coríntios 11.1)

Ao viver uma vida semelhante à de Cristo, sua vida fará uma grande diferença na vida de outras pessoas. Por isso, faça diferença neste mundo corrompido buscando anunciar as outras pessoas o evangelho da graça. Não importa as oposições que você terá que enfrentar. Não esmoreça! Permaneça firme em seu propósito! Mesmo vivendo em meio a muitas perseguições, o apóstolo Paulo afirmou:

“Embora eu seja o menor dos menores de todos os santos, foi-me concedida esta graça de anunciar aos gentios as insondáveis riquezas de Cristo.” (Efésios 3.8)

Paulo enfrentou grandes tribulações e oposições quando evangelizava os povos da Ásia. Mas tinha a convicção da verdade que pregava e isso não lhe permitia desanimar. Ele mesmo se sentia pequeno, mas sabia que o evangelho é grande, valioso e poderoso para mudar o destino eterno das pessoas.