segunda-feira, 26 de dezembro de 2016

Feliz 2017

"Ensina-nos a contar os nossos dias para que o nosso coração alcance sabedoria." (Salmo 90:12)

Agora que mais um ano novo se aproxima, que tal relembrarmos um pouquinho de como contar os nossos dias.

Ninguém gostaria de saber o dia da sua morte, não é verdade? Não sou mórbido, mas resolvi descobrir o meu dia final. Abri a página de um relógio da morte na internet e inseri meus dados. Marquei meu estado mental como “normal”. Apareceu uma tumba com o famoso RIP (rest in peace, “descanse em paz”) no canto superior esquerdo, junto de uma caveira sobre as engrenagens de um relógio no canto inferior direito, indicando a data fatal: domingo, 23 de abril de 2034. Eu teria apenas 656.571.713 segundos. Testei o modo “pessimista”. A data regrediu em 16 anos. Agora, eu morreria na quinta, 8 de março de 2018. Experimentei a categoria “otimista”. O relógio me permitiu viver até 6 de junho de 2058. 

Desconfiado de que talvez desse para barganhar alguns dias com a personagem da foice, acessei outro relógio da morte com praticamente o mesmo nome, mas agora “.org”, e não “.com”. Considerando que o pessoal do mundo “.org” supostamente tem vida mais tranquila, quem sabe eu viveria mais. Esqueça! Mesmo eu marcando direto no estilo de vida “otimista”, o relógio me garantiu apenas 80 anos, 11 meses e 2 dias. Data fatídica: sexta-feira, 14 de junho de 2041. Nesse caso, eu teria 10.209 dias, 14 horas, 42 minutos e 11 segundos de vida. Resolvi ficar com o primeiro relógio.

Feliz Ano Novo!
Moisés, o autor do Salmo 90, escreveu que devemos aprender a contar nossos dias. Será que ele estava falando de um relógio da morte? Não. O que ele queria dizer é que devemos aprender a aproveitar a vida. Como? Aqui estão sete sugestões:

• Tenha consciência de que o tempo passa rápido e a vida voa.

• Entenda que nunca é tarde para aprender a viver com sabedoria.

• Viva um dia de cada vez, semana após semana, mês após mês, ano a ano.

• Aproveite as oportunidades que aparecerem hoje e que podem não voltar amanhã.

• Fique do lado do bem e faça o bem cada dia.

• Imagine-se viajando no tempo e avançando 50 anos rumo ao futuro; então olhe para trás, visualize sua vida e, se ela não estiver levando você na direção de seus sonhos, trate de corrigir a rota.

• Saiba que você não tem controle sobre o total de seus dias na Terra.

A vida é como uma nota de 100 reais. Você pode gastá-­­la do jeito que quiser. Mas saiba que só pode gastar uma vez. Aprenda a contar bem os seus dias porque você terá que dar conta de cada um deles.

Feliz Ano Novo!