sexta-feira, 21 de agosto de 2015

Envelhecer segundo a Bíblia

Coroa dos velhos são os filhos dos filhos; e a glória dos filhos são os pais. (Provérbios 17:6)

O homem de sessenta anos descobriu que estava com AIDS, e quase enlouqueceu. Comprou veneno para ratos, tomou uma quantidade expressiva e morreu. Foi o fim de uma história triste, marcada por decisões erradas.

Encontraram o cadáver cinco dias depois. Havia uma nota ao lado e dizia: “Tive muitas oportunidades de aceitar a Jesus e O rejeitei. Hoje descobri que tenho uma doença fatal. Vou morrer. Apesar disso, sinto que Jesus me chama, mas para que entregar-lhe o coração, se a minha vida já não vale nada?”

Este homem tinha um irmão gêmeo. Ambos tiveram os mesmos pais, receberam a mesma educação, foram instruídos nas mesmas escolas e amados do mesmo modo. Aos catorze anos, um deles aceitou a Jesus e o outro não. O primeiro passou a viver seguindo os conselhos divinos. Constituiu uma família feliz, teve três filhos que hoje são profissionais realizados e Deus lhe deu cinco netos. Hoje, ele vê que seus netos são a sua coroa e seus filhos a sua glória. A promessa divina é uma realidade na sua experiência.

O irmão gêmeo porém teve uma vida e um final diferente: três matrimônios fracassados, não teve filhos e cometeu suicídio ao descobrir que estava com AIDS, como resultado da vida promíscua que vivera. Teve muitas oportunidades para decidir e decidiu errado.

Todos nos aproximamos irremediavelmente da velhice. Na Bíblia encontramos promessas maravilhosas para aqueles que envelhecem seguindo as instruções divinas. Para estes cada etapa da vida é especial e da sua cadeira de balanço, um dia, podem observar a família, que construíram. A morte não os assusta porque tem o coração cheio de esperança.

Hoje é um dia para avaliar o caminho que você transita. Para onde vai? Quem orienta os seus passos? É sua vida o desenvolvimento instintivo do impulso e o fruto de seu esforço, guiado por padrões limitados a este mundo ou é a obediência aos princípios de vida de um Deus que nunca falha? Responda para si e lembre-se: “Coroa dos velhos são os filhos dos filhos; e a glória dos filhos são os pais”.