terça-feira, 2 de junho de 2015

A família de Oséias

"... vai, toma uma mulher de prostituições e terás filhos de prostituição, porque a terra se prostituiu, desviando-se do Senhor" (Oséias 1.2)

Oséias foi profeta em Israel num tempo de grande apostasia religiosa e descalabro moral. O povo estava chafurdado no pecado, a violência campeava nas ruas, a injustiça nos tribunais e a idolatria nos templos. Depois de Deus falar à nação por intermédio de vários profetas, agora fala pela vida do profeta Oséias. O casamento e os filhos de Oséias seriam a grande mensagem de Deus ao povo. 

Oséias casou-se com Gômer, uma mulher infiel. Tiveram três filhos, cujos nomes eram uma mensagem de juízo à nação: Jezreel, Desfavorecida e Não-meu-povo. Os dois últimos filhos eram frutos da infidelidade de Gômer, que se transformou mais tarde numa prostituta cultual, ou seja, entregou seu corpo para a prostituição em rituais pagãos. Gômer abandonou seu marido e foi explorada como um objeto sexual sem qualquer valor. Quando já estava completamente acabada, foi colocada no mercado para ser vendida como escrava. 

Oséias, o marido traído, entra no mercado, dá o maior lance e compra sua própria mulher. Compra-a, não para humilhá-la, mas para amá-la e restaurá-la. Assim é o amor de Deus por nós. Ele não nos trata conforme nossas transgressões, mas segundo suas muitas misericórdias. Apesar de sermos infiéis, ele nos atraiu para si com cordas de amor, mudou nossa sorte e nos desposou. 

Pastor Hernandes Dias Lopes