sexta-feira, 29 de maio de 2015

A família de Saul

"Arrependo-me de haver constituído Saul rei, porquanto deixou de me seguir e não executou as minhas palavras" (1 Samuel 15.11) 

Saul foi o primeiro rei de Israel. Governou quarenta anos. Foi escolhido pelo povo, que não aceitava mais o governo teocrático. No começo da carreira, Saul foi um homem humilde e dependente de Deus. Porém, na sua trajetória, fez várias escolhas erradas e transtornou sua casa e seu reino. Saul desobedeceu a Deus, ora exorbitando em suas funções, ora descumprindo ordens do Altíssimo. Inseguro, movido pelo ciúme e governado pelo ódio, destruiu sua própria vida, arruinou sua própria casa e desmantelou seu próprio reino. 

A casa de Saul pagou um alto preço pelas suas loucuras. Parte de seus filhos morreu na guerra; outros viveram no ostracismo. Porque Saul não soube governar seu próprio coração, não soube liderar também sua casa. Porque deixou de temer a Deus, passou a temer os homens. Porque não andou com Deus, fez errar a sua casa. Porque não foi um pai segundo o coração de Deus, seus filhos pagaram um alto preço. 

Ostentar uma coroa e ter o cetro do poder nas mãos não pavimentam o caminho da felicidade conjugal nem blindam os filhos de tragédias ruinosas. Saul subiu ao topo da fama e despencou de lá, arrastando consigo sua casa. Oh, que Deus nos livre de termos um coração transtornado e de transtornarmos nossa casa!

Pastor Hernandes Dias Lopes