quarta-feira, 27 de maio de 2015

A família da Manoá

"Então, disse Manoá: Quando se cumprirem as tuas palavras, qual será o modo de viver do menino e o seu serviço?" (Juízes 13.12) 

Era o tempo dos juízes. Israel vivia numa gangorra, oscilando entre a opressão dos inimigos e o livramento de Deus. Nesse tempo, o Anjo do Senhor apareceu à mulher de Manoá, anunciando-lhe que conceberia e que seu filho seria consagrado ao Senhor desde o ventre. Manoá orou ao Senhor e pediu que o mesmo anjo voltasse e ensinasse a eles o que deveriam fazer ao menino que haveria de nascer (Juízes 13.8). O anjo veio a Manoá, e este perguntou-lhe: "... qual será o modo de viver do menino e o seu serviço?". 

Precisamos aprender como ensinar nossos filhos. Não existe doutorado na ciência de criar filhos. Precisamos ter a humildade de pedir direção do alto para desempenhar esse ministério. Precisamos aprender com Deus como educar nossos filhos. O modo de vida de nossos filhos não pode ser ditado pela cultura prevalecente. Os valores que devemos transmitir aos nossos filhos precisam emanar da Palavra de Deus e não dos conceitos secularizados da sociedade. 

Precisamos nos interessar pela vocação dos nossos filhos. Manoá queria saber acerca da vocação de seu filho, antes mesmo que ele fosse gerado. É fato incontestável que a distribuição das vocações é mais importante do que a distribuição das riquezas. Pai e mãe, vocês estão atentos à vida e à vocação de seus filhos? 

Pastor Hernandes Dias Lopes