sexta-feira, 15 de maio de 2015

A família da Abraão

"... em ti serão benditas todas as famílias da terra" (Gênesis 12.3) 

Abraão nasceu em Ur dos caldeus, uma terra pagã, mas Deus o chamou de lá e prometeu-lhe uma terra deleitosa e uma numerosa descendência. Em Abraão todas as famílias da terra seriam abençoadas. Pela fé ele obedeceu e saiu rumo à terra prometida. O problema é que Abrão, mesmo tendo o nome de grande pai, não tinha filhos. Depois, Deus mudou o nome dele para Abraão, pai de uma numerosa nação, e o filho da promessa ainda não tinha chegado. Para agravar a situação, Abraão já estava com noventa e nove anos e Sara, sua mulher, além de já estar em idade avançada, era estéril. 

A promessa de Deus esbarrava em obstáculo intransponíveis. Abraão, porém, esperou contra a esperança e creu no Deus que chama à existência as coisas que não existem. Quando todas as probabilidades estavam esgotadas, Deus irrompeu na vida desse patriarca e cumpriu sua promessa. Isaque nasceu! Por meio dele, uma numerosa descendência foi suscitada. 

Abraão tornou-se o pai de todos os que creem. Nele foram abençoadas todas as famílias da terra, uma vez que os verdadeiros filhos de Abraão não são aqueles que têm o sangue de Abraão correndo em suas veias, mas aqueles que têm a fé de Abraão habitando em seus corações. Todos nós, que cremos em Cristo Jesus, somos legítimos filhos de Abraão! 

Pastor Hernandes Dias Lopes