quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015

Espiritualidade sadia

Se obedecemos aos mandamentos de Deus, então temos certeza de que o conhecemos. Se alguém diz: “Eu o conheço”, mas não obedece aos seus mandamentos, é mentiroso, e não há verdade nele. Porém, se obedecemos aos ensinamentos de Deus, sabemos que amamos a Deus de todo o nosso coração. É assim que podemos ter certeza de que estamos vivendo unidos com Deus: Quem diz que vive unido com Deus deve viver como Jesus Cristo viveu. (I João 2:3-7)

No Carnaval 2015 aproveitamos o período para participamos de um retiro espiritual cujo principal assunto estudado foi a vivência de uma espiritualidade sadia. 

“Segundo diversas confissões religiosas, a espiritualidade traduz o modo de viver característico de um crente que busca alcançar a plenitude da sua relação com o transcendental”. Muitas pessoas avaliam a sua espiritualidade pela capacidade de se comunicarem ou de se unirem com seres sobrenaturais. Outros a medem pelo nível de conhecimento que possuem das divindades. Mas pela ótica de Deus, não são esses aspectos considerados relevantes para medir a saúde espiritual. 

Viver uma espiritualidade sadia é viver de forma coerente com os mandamentos do Criador do homem. É a obediência irrestrita aos princípios estabelecidos por Ele. O conhecimento que adquirimos quando lemos ou ouvimos a Palavra de Deus é um parâmetro para medir a saúde da nossa espiritualidade. Mas não pára aí. Se por um ato de fé e coragem tomamos a atitude de obedecer aos mandamentos do Senhor, essa atitude passa a ser o primeiro sinal de uma espiritualidade sadia. 

O segundo sinal é a manifestação dos frutos do Espírito Santo. Uma árvore boa produz bons frutos. O amor, a alegria, a paz, a paciência, a delicadeza, a bondade, a fidelidade, a humildade e o domínio próprio são frutos produzidos pelo Espírito Santo na pessoa que se dispôs a viver uma espiritualidade sadia.

Para os que creem, não há nada de errado em se emocionar diante das manifestações sobrenaturais de Deus e nem em procurar o conhecimento racional do Seu caráter. Essas atitudes são maravilhosas, mas não serão elas que mostrarão a espiritualidade saudável. É preciso que haja a manifestação tácita dos frutos do Espírito Santo, dentre eles o amor como o principal. 

Entretanto, só manifestaremos os frutos do Espírito Santo se obedecermos os mandamentos de Jesus e tivermos comunhão íntima com ele. Sem essa comunhão jamais alcançaremos uma espiritualidade sadia. 

Jesus Cristo sempre nos convida a vivermos uma espiritualidade sadia por meio da obediência aos seus mandamentos.