terça-feira, 28 de outubro de 2014

Jesus: Homem de palavra

Jesus disse: — Não fiquem aflitos. Creiam em Deus e creiam também em mim. (João 14: 1) 

Um adolescente aventureiro estava com seus amigos do grupo de escoteiros fazendo uma daquelas excursões sobre uma fileira de montanhas. Desta vez a aventura seria tão extasiante que seu pai resolveu acompanhá-lo na expectativa de poder ajudar em uma eventual estripulia. De repente, o adolescente gritou do alto de uma grande pedra: – Ei, papai! Apanha-me! O pai se virou assustado, quando percebeu que seu filho já havia saltado alegremente em sua direção. Mal teve tempo de abrir os braços para segurar e evitar que seu filho despencasse no chão.

Após um longo suspiro, e ainda com a voz um pouco embargada, o pai exasperado disse: – Filho, você pode me dar uma boa razão por que fez isso? Ele respondeu com uma calma impressionante: – Eu pulei porque sabia que você iria me pegar... Afinal, você é meu pai! Toda a certeza de que estaria seguro estava baseada na confiança em seu pai. Seu pai era um homem confiável.

De semelhante modo, temos a certeza de que podemos nos lançar nos braços de Deus em qualquer momento, porque Ele é digno de confiança. Muitos se esquecem da confiabilidade de nosso Pai Celestial. A Bíblia nos admoesta de que temos um Pai que está em todo tempo ao nosso lado, pronto para nos ajudar em qualquer situação. Não recebemos o espírito de escravidão, para vivermos, outra vez, atemorizados, mas recebemos o espírito de adoção, baseados no qual clamamos: Aba, Pai (Romanos 8:15).

Por outro lado, não devemos confiar em nossas próprias habilidades – que achamos que temos, mas não temos – para encontrar a solução correta para os nossos problemas. Deus disse: Maldito o homem que confia no homem, [ou seja, em si mesmo], faz da carne mortal o seu braço e aparta o seu coração do Senhor! (Jeremias 17:5).

Podemos confiar nossas vidas e nossos anseios no Pai Celestial. Se dúvidas nos assaltam, devemos simplesmente olhar para o Seu convincente, evidente e perfeito histórico expressado na vida de Seu Filho Jesus Cristo! Por exemplo, Jesus disse que iria morrer e morreu (Mateus 20:18). Ele disse que iria ressuscitar dos mortos no terceiro dia e o fez (v. 19). Ele disse que voltaria ao Pai e assim aconteceu (João 7:33). 

Deus Filho foi um homem de palavra e, por causa disso, podemos ter a certeza que Deus Pai cumprirá as Suas promessas em nossas vidas. O Filho, enviado pelo Pai, disse que veio para que tenhamos vida e a tenhamos em abundância (João 10:10). E assim será.