sexta-feira, 10 de outubro de 2014

A vitória em Cristo

Pois amar a Deus é obedecer aos seus mandamentos. E os seus mandamentos não são difíceis de serem obedecidos porque todo filho de Deus pode vencer o mundo. Assim, com a nossa fé conseguimos a vitória sobre o mundo. (1 João 5: 3-4) 

Sabemos que Cristo nos assegura o céu na vida além-túmulo. Mas muitas vezes nos esquecemos de que Cristo também é a garantia de libertação do pecado enquanto aqui vivemos. Mesmo sabendo disso, muitas vezes nos deixamos seduzir pelos livros de autoajuda e pensamos que podemos superar o pecado somente pela fé. 

A fé cristã não é simplesmente fé na capacidade que o homem tem de decidir pecar ou não pecar. Ela tem um complemento: o Senhor Jesus Cristo, a Rocha Eterna, o nosso Deus. Então, não é a fé em nosso esforço pessoal que vai nos livrar do pecado, porque o pecado é mais forte do que nós. A nossa natureza sozinha não tem força para vencer as tentações da carne. Mas Cristo nos complementa.

Podemos ter fé em nossos esforços, mas o texto nos transmite claramente a ideia de que a nossa fé somente nos dará a vitória se nós contarmos com a ajuda de Cristo. Para isso, precisamos amá-lo obedecendo aos seus mandamentos. A fé é o canal que nos liga a Cristo e por meio do qual recebemos dele a vitória.

Nosso foco deve ser amar a Cristo, reconhecendo tudo que Ele é e não apenas o que Ele fez na cruz. Cristo é mais do que o nosso Salvador. Ele é a nossa fortaleza e nosso refúgio. Cristo é a verdadeira vida em nós, e, quando ele voltar, nós tomaremos parte na sua glória. 

Se negligenciarmos quem Cristo é e nos concentrarmos apenas no que Ele fez na cruz, nós não conseguiremos vencer o pecado. Temos que lembrar-nos de que Cristo continua trabalhando em nós e por nós. Necessitamos de sua ação em nós todos os dias. 

Nós não vencemos o mundo com fé em nossa própria força. Nós não temos uma fonte de energia dentro de nós que nos fortalece nas adversidades. A superação sobre uma vida de pecado e decadência espiritual é obra do Senhor Jesus Cristo. A nossa fé tem que ser acima de tudo em Cristo que, demonstrada pela obediência aos seus mandamentos, produz em nós a força sobrenatural contra as tentações. 

Que peçamos a Deus a graça para nos lembrar de que a vitória sobre o pecado, sobre a dúvida e sobre o desânimo é fruto da obra redentora e intercessora de Cristo, complementada pelo nosso esforço em amá-lo.