terça-feira, 16 de julho de 2013

Não tenho medo de nada

O Senhor Deus é a minha luz e a minha salvação; de quem terei medo? O Senhor me livra de todo perigo; não ficarei com medo de ninguém. (Salmo 27:1)

Sabemos que o medo é uma reação protetora e saudável do ser humano. O medo “normal” vem de estímulos reais de ameaça à vida. A cada situação nova, inesperada, que representa um perigo, surge o medo. Mas, e quando tudo tem causado medo, como ultimamente no dia-a-dia?

Todo mundo teme algo - assaltos, aviões, doenças, dentistas, solidão, entre outras coisas. Claro que a intensidade do medo é intensificada pelo histórico de vida de cada um. Diante dos pavores, muitas pessoas lutam, outras fogem. Mas a Palavra nos afirma que temos uma terceira opção, porque Deus está agindo por nós.

O Salmista confiante em Deus não temia porque percebia que quando os maus o atacavam, eles tropeçavam e caiam. Ele pedia a Deus para deixá-lo viver na sua presença todos os dias da vida, para sentir, maravilhado, a sua bondade e pedir a sua orientação.

Em tempos difíceis, Deus o acolhia e o colocava em segurança. Assim, ele vencia os inimigos representados pelo medo e pela sensação de abandono. O Senhor sempre o ouvia nas orações. 

Quando estava em apuros, ele corria para a Palavra de Deus e claramente ouvia a sua voz dizendo: “Venha me adorar.” Não importava a sua condição espiritual, o Salmista orava assim: “– Senhor, não te escondas de mim. Não fiques irado comigo; não rejeites este teu servo. Ó Deus, meu libertador, tu tens sido a minha ajuda; não me deixes, não me abandones.” (Salmo 27:9)

Ele tinha certeza de que ainda que o seu pai e a sua mãe lhe abandonassem, o Senhor cuidaria dele.

A única condição que ele mesmo se impôs diante de Deus foi aprender a fazer a vontade do Altíssimo. Dessa forma, ele teria plena certeza de que Deus o guiaria por caminhos seguros e que não se socumbiria diante dos homens maus, mentirosos e violentos.

Ele sabia que Deus iria lhe mostrar, ainda em vida, a sua bondade e o seu livramento. Com essa convicção, ele instruiu a humanidade a confiar no Senhor, ter fé e coragem. (Salmo 27:14).

Confiante em Deus, e convencido pelas suas palavras no Salmo 17, posso dizer que não tenho medo de nada. Você também pode dizer o mesmo?