terça-feira, 11 de junho de 2013

Controle total

O Anticristo obrigou todas as pessoas, importantes e humildes, ricas e pobres, escravas e livres, a terem um sinal na mão direita ou na testa. Ninguém podia comprar ou vender, a não ser que tivesse esse sinal. (Apocalipse 13:16-17) 

O registro de identificação de todas as pessoas levará à implementação do controle total. Esse é mais um dos sinais dos tempos. A prova disso são as escutas telefônicas ocorridas nos Estados Unidos, fato que causou escândalo recentemente. 

Para entender esse processo, é preciso prestar atenção no que acontece nos países emergentes. O maior problema dessas nações é a identificação das pessoas. Normalmente os governantes têm pouquíssima informação sobre os cidadãos, daí a abundância de crimes, dentre eles a corrupção, nos quais os criminosos usam identidades falsas ou criam empresas de fachada para esconderem a movimentação de recursos financeiros ilegais desviados dos cofres públicos e assim escaparem da punição. 

As nações desenvolvidas são aquelas que têm a maior quantidade de informação possível sobre seus cidadãos. Em decorrência disso, as empresas sérias preferem investir nesses países fazendo a economia crescer o suficiente para aumentar mais rapidamente o bem estar da sua população. 

Hoje em dia, graças à tecnologia da computação, todos os governos têm condições de identificar por completo cada pessoa. Contudo, a coleta de todos esses dados de identificação requer tempo, razão pela qual se verifica este período de preparação que tem o objetivo de sorrateiramente convencer a população mundial de que a identificação e as informações precisas são chave para uma melhor qualidade de vida e, desse modo, deixá-la pronta para seguir até mesmo os ditames ilógicos que a situação vier a requerer. Assim, o controle total será uma conquista que coroará a inteligência humana e poucos se oporão a ele. 

O sucesso da implantação desse controle total sobre as pessoas levará ao cumprimento da profecia de Apocalipse 13:16-17. Entretanto, isso não deve ser motivo de preocupação para aqueles que aceitam o dom gratuito da salvação em Cristo e que esperam ansiosamente pela sua volta que os salvará do castigo divino que está para vir. Na volta de Cristo, seremos levados nas nuvens e assim ficaremos para sempre com ele. (1 Tessalonicenses 1:10; 4:16-18) 

Portanto, animem uns aos outros com essas palavras.