domingo, 7 de abril de 2013

O melhor de Deus ainda está por vir!

Pois sabemos que todas as coisas trabalham juntas para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles a quem ele chamou de acordo com o seu plano. (Romanos 8:28) 

“O melhor de Deus ainda está por vir!” é o nome de uma música muito linda de autoria do cantor Kleber Lucas. Sem dúvida, é também uma frase muito consoladora. Ela traz conforto e esperança. Mas às vezes pode ser mal interpretada e causar frustrações. 

É evidente que Deus tem algo muito melhor para nos dar, porque ele é bom! Como são maravilhosas as coisas boas que Deus guarda para aqueles que o temem! Todos nós podemos ver como ele é bom e como protege os que confiam nele. (Salmos 31:19) 

O desafio é saber o que é melhor para nós sob o ponto de vista dele, e não sob o nosso. Sabemos que os seus pensamentos não são como os nossos pensamentos, e ele não age como nós agimos. Assim como o céu está muito acima da terra, assim os seus pensamentos e as suas ações estão muito acima dos nossos. (Isaías 55:8-9). Um determinado acontecimento pode não ser bom sob o nosso ponto de vista, mas pode ser bom do ponto de vista de Deus. Ele mesmo nós dá discernimento espiritual para entender isso. 

Quando o grande rei Davi escreveu que o “Senhor é o meu pastor, nada me faltará.” (Salmos 23:1), ele quis enfatizar que devemos confiar em Deus para prover as nossas necessidades. Como o Bom Pastor, Deus provê para o nosso bem-estar físico, mental e espiritual. Ele provê refrigério nas situações difíceis da vida. Sua “vara” e seu “cajado” guiam, protegem e disciplinam amorosamente as ovelhas. 

Sob o nosso ponto de vista, quando o Bom Pastor utiliza a sua “vara” e nos corrige, pode nos parecer que ele não está provendo o melhor. E aqui é bom lembrar-nos do ensinamento do apóstolo Paulo a respeito da providência e provisão de Deus. Nós devemos estar contentes, não com as circunstancias, mas nas circunstâncias, que podem ser boas ou ruins. Porém, esse regozijo não elimina ambições ou atos errôneos na vida. (Filipenses 4:10-19) 

A fé que devemos ter na providência divina não é nossa por nascimento, mas foi adquirida com esforço e sofrimento. Foi desenvolvida gradualmente no andar com Deus, de maneira que aprendemos a estar alegre com qualquer coisa, vivendo apesar das coisas e sem ser afligido pelas circunstâncias. (Filipenses 4:13) 

Então, Deus ainda tem algo muito melhor para você em todas as áreas da vida. Tenha certeza disso porque nem olhos viram, nem ouvidos ouviram, nem jamais penetrou em coração humano o que Deus tem preparado para aqueles que o amam. (1 Coríntios 2:9).