terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

Os primeiros passos

Se alguém quer ser meu seguidor, que esqueça os seus próprios interesses, esteja pronto cada dia para morrer como eu vou morrer e me acompanhe. (Lucas 9:23)

Lembrei-me da querida irmã Ruth Sanders. “Ela foi uma missionária norte-americana que, em 1940, deixou o conforto do seu país e o aconchego de sua família para vir aos rincões do nosso Brasil praticar as boas obras do Evangelho. Dona Ruth, juntamente com seu marido David Sanders, demonstrou com isso renúncia e abnegação, frutos do seu verdadeiro cristianismo”. (Iran Bernardes)

O cristão sabe que boas obras e rituais religiosos jamais substituem o mérito da perfeita obra de expiação de Jesus Cristo, mas que se faz necessário uma demonstração exterior como resultado da obra redentora em sua vida.

Jesus Cristo disse aos seus discípulos que ele seria rejeitado, morto, e depois ressuscitado. Entretanto, se alguém quisesse segui-lo teria que esquecer seus próprios interesses e estar pronto para morrer diariamente, “pois quem põe os seus próprios interesses em primeiro lugar nunca terá a vida verdadeira; mas quem esquece a si mesmo por minha causa terá a vida verdadeira. O que adianta alguém ganhar o mundo inteiro, mas perder a vida verdadeira e ser destruído?”

Jesus Cristo deixou claro que seguir os seus mandamentos não seria tão fácil, sob o ponto de vista humano. Seriam necessárias renúncia e abnegação. A renúncia é praticada quando a pessoa abre mão dos interesses materiais, e até mesmo do convívio familiar. Na abnegação, a pessoa abre mão de si mesmo ao ponto de mortificar a carne diariamente. Já não é mais a pessoa que vive, mas Cristo, que com soberania decide seus atos. Não se trata de um sentimento romântico, uma ideologia ou algo abstrato, mas prático e realista, que se torna mais evidente nesta época, onde o amor de muitos se esfriam e o materialismo aumenta a cada dia.

Assim como a rejeição e morte de Cristo foram os primeiros passos na ordem da redenção, a renúncia e abnegação são os primeiros passos na ordem crescente da espiritualidade. Em outras palavras, da mesma forma que o passo seguinte da redenção não poderia ser dado sem que houvesse a rejeição e morte de Cristo, a transformação do homem natural em espiritual não pode ocorrer sem que haja a renúncia e a abnegação. 

Esses são os primeiros passos para a verdadeira espiritualidade.