sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

A Palavra de Deus

Pois vocês, pela viva e eterna Palavra de Deus, nasceram de novo como filhos de um Pai que é imortal e não de pais mortais. Todos os seres humanos são como a erva do campo, e a grandeza deles é como a flor da erva. A erva seca, e a flor cai, mas a palavra do Senhor dura para sempre. Esta é a palavra que o Evangelho trouxe para vocês. (1 Pedro 1:23-25) 

No segundo domingo de dezembro comemora-se o Dia da Bíblia. Nós aproveitamos esse dia para agradecer a Deus pela oportunidade de ler a sua Palavra. 

Infelizmente, há pessoas que a desprezam. No meio do iluminismo (tendência filosófica e política do Século XVIII), quando a descrença em um Deus soberano se espalhava rapidamente, Voltaire proclamou que em um prazo de 25 anos, a Bíblia seria esquecida e o Cristianismo seria uma coisa do passado. 

Quarenta anos depois de sua morte, em 1778, a Bíblia e outras literaturas cristãs estavam sendo produzidas em uma impressora que Voltaire possuía em sua própria casa! 

A Palavra de Deus é manancial para a edificação de nossas vidas, é vitamina para nosso fortalecimento espiritual, é fonte de motivação e esperança nos dias de inquietude, é um manual de sabedoria e direção para alcançarmos a felicidade e a vida eterna. 

Muitas pessoas, no passado, previram seu desaparecimento, seu esquecimento, sua inexistência em um futuro próximo. Todos erraram. Todos perderam a oportunidade de usufruir de suas inesgotáveis bênçãos. 

A Bíblia continua levando paz aos corações e conduzindo vidas perdidas à salvação. Ela é a Palavra do Senhor. Ela permanece para sempre! 

É bem verdade que a Palavra de Deus é viva e poderosa e corta mais do que qualquer espada afiada dos dois lados. Ela vai até o lugar mais fundo da alma e do espírito, vai até o íntimo das pessoas e julga os desejos e pensamentos do coração delas. (Hebreus 4:12). Os adjetivos “viva e poderosa” expressam a qualidade dinâmica da revelação de Deus. Quando o autor de Hebreus comparou-a com uma “espada afiada dos dois lados”, ele quis enfatizar que ela realmente penetra e expõe comportamento pecaminoso e motivação impura. Ela é capaz de levar o homem à reflexão, trazendo logo em seguida o refrigério para alma e a libertação da culpa. 

Mas é por isso que “eu amo a Palavra de Deus. Ela transformou a minha vida e a vida de muitos de meus amigos. Quando ela passa a fazer parte de nossos dias, de nossas decisões, da elaboração de nossos sonhos, do organograma de nossa felicidade, nossos caminhos se aplainam, nossos dias parecem mais iluminados, nossas lutas são vencidas com mais facilidade. 

Se a Bíblia está em nossos corações, o Senhor também está, a fé também está, as bênçãos também estão, a vitória sempre nos acompanhará.” (Paulo Roberto Barbosa) 

E então, a Palavra de Deus, que permanece para sempre, tem encontrado espaço em sua vida?