terça-feira, 3 de julho de 2012

Medalhas que matam!

O orgulhoso será logo humilhado; mas com os humildes está a sabedoria. (Provérbios 11:2) 

Você já ouviu falar do Havaí? É um lugar maravilhoso para passar as tão sonhadas férias. O Havaí (em inglês: Hawaii) é o 50o estado dos Estados Unidos. O Havaí localiza-se em um arquipélago no meio do Oceano Pacífico. Sua capital e maior cidade, Honolulu, localiza-se a mais de 3.100 km de qualquer outro estado americano. Sua economia está baseada primariamente no turismo. Barack Obama é o único presidente dos Estados Unidos nascido no estado do Havaí. 

O que vem à mente de muitas pessoas quando ouvem falar do Havaí são as praias, as palmeiras, os tubarões, os navios de cruzeiro, o Pearl Harbor, as grandes ondas com seus surfistas renomados, etc. Mas pesquisando sobre esse lugar magnífico descobri que, antes de se tornar uma parte dos EUA, o Havaí foi assolado por uma guerra civil comandada por dois chefes de tribos rivais. 

Kaiana, um dos comandantes nessa guerra, foi um guerreiro experiente que ganhou várias batalhas posicionando suas forças nas áreas estratégicas do arquipélogo. Kaiana era um homem orgulhoso conhecido por estar sempre vestido, mesmo em batalha, com roupas brilhantes, coloridas e com as medalhas penduradas ao peito. Infelizmente, Kaiana não percebera que essa forma de se vestir o havia tornado mais visível ao inimigo no campo de batalha e acabou sendo alvejado por uma bala de canhão, vindo a falecer. Foram suas medalhas – ou seu orgulho – que o levaram à morte. 

A Bíblia tem algumas advertências muito sérias para o orgulhoso. O orgulho leva a pessoa à destruição, e a vaidade faz cair na desgraça. É melhor ter um espírito humilde e estar junto com os pobres do que participar das riquezas dos orgulhosos. Quem presta atenção no que lhe ensinam terá sucesso; quem confia no Senhor será feliz. (Provérbios 16:18-20) 

Orgulho sempre será um dos pecados mais difíceis de serem reconhecidos porque ele tem um jeitinho especial de se esconder atrás da autoestima. Por exemplo, muitas pessoas se orgulham do corpo atlético e o exibe diante das pessoas, causando nelas o sentimento de inveja. Muitas se orgulham em ter um bom emprego, com um alto salário, mas não são nem um pouco generosas. Outras exibem orgulhosamente sua aparência dizendo “espelho, espelho meu, diga se no mundo existe alguém mais linda do que eu” e desdenham aquelas que não tiverem esse dote natural atribuído tão somente por Deus, não sendo nada gratas a ele. É importante destacar que a autoestima só deve crescer até um minuto antes de o orgulho nascer. 

Olhe para Cristo. Ele é o filho de Deus, mas a si mesmo se esvaziou da majestade celestial para se tornar um ser humano. Seus seguidores poderiam ter sido sacerdotes e príncipes, mas ele preferiu a amizade de pessoas simples e comuns. Ele é o Rei dos reis, mas a coroa que ele usou aqui no mundo fora feita de espinhos. 

Enfim, não permita que o orgulho molde o seu caráter. Deus fez você uma pessoa incrível, com um potencial enorme para ser um grande homem ou uma grande mulher. Mas você pode por tudo a perder se deixar que o pecado do orgulho domine o seu jeito de ser. Se você está deixando o orgulho influenciar suas ações em relação às outras pessoas, tire agora um momento para refletir e reconsiderar essa atitude.