terça-feira, 20 de março de 2012

A oração

A oração feita por um justo pode muito em seus efeitos. (Tiago 5:16).

Os homens podem rejeitar a nossa aparência, podem rejeitar nossa mensagem, podem contradizer nossos argumentos, podem tratar-nos com menosprezo, até os melhores amigos podem nos abandonar  nos momentos das nossas dificuldades, mas, são impotentes contra nossas orações. (Sidlow Baxter)

Sim, ninguém poderá se opor às nossas orações. Elas não são dirigidas a homens. Elas são dirigidas ao Deus Todo Poderoso. Elas são encaminhadas ao trono da graça do Senhor. São o ponto de contato entre nós e o nosso Salvador. Entre nós e o Rei dos reis. Entre nós e o Senhor dos senhores.

Se alguém critica a nossa aparência, a nossa maneira de ser, oramos e o brilho de Cristo nos transforma nas mais belas criaturas. Se a nossa pregação é simples e se alguns não gostam dela, oramos e ela se transforma na mais forte e poderosa das mensagens. Se não temos muitos argumentos para fundamentar nossa palavra, oramos e o Espírito convencerá a todos das verdades celestiais. Se não cantamos bem e não gostam da nossa voz, oramos e ela se torna ungida a ponto de tocar os mais exigentes corações. Se somos humilhados, tratados com indiferença e desprezo, oramos e os anjos do céu nos fazem companhia, conduzindo-nos por campos verdes e por águas de descanso.

Aqui neste mundo nós estamos a serviço do Mestre. É a Ele que devemos e queremos agradar. É a Ele que entregamos os nossos dias. É para Ele que abrimos nossos corações. Podemos até não agradar aos homens, mas, com grande amor e determinação, queremos ser motivos de alegria para o Senhor que nos salvou.

Se você sente algum tipo de rejeição, se sente que lhe tratam com desprezo, se percebe que as pessoas ignoram o que você diz, não se entristeça, não perca a motivação. O Senhor olha para você com muito carinho e aplaude tudo o que você faz com amor no coração.

Se você sente que não é reconhecido no seu trabalho, seja ele secular ou eclesiástico, não se importe com isso. Lembre-se que você não precisa ser reconhecido por ninguém, porque a sua glória é fazer com que as pessoas conheçam a Deus mediante o seu trabalho bem feito e com amor.

Tudo o que você tiver de fazer faça o melhor que puder, pois no mundo dos mortos não se faz nada, e ali não existe pensamento, nem conhecimento, nem sabedoria. E é para lá que você vai. (Eclesiastes 9:10)

Se alguma coisa não vai bem a sua vida, ore. Se você sente que seu trabalho não está dando resultado, ore. Orando você estará perto de Deus. Perto de Deus você sempre alcançará vitórias.