terça-feira, 13 de março de 2012

Onde está a resposta?

A pessoa faz os seus planos, mas quem dirige a sua vida é Deus, o Senhor. (Provérbios 16:9)

No mundo em que vivemos hoje, com toda a tecnologia, estamos acostumados a conseguir facilmente e rapidamente o que queremos. Não queremos esperar muito para possuir. A satisfação tem que ser instantânea, senão, ficamos bravos.

Estamos acostumados a chegar a casa e preparar a nossa refeição em poucos minutos. Basta tirá-la do congelador e colocá-la no micro-ondas. Quando queremos comunicar com nossos amigos, rapidamente enviamos uma mensagem de texto pelo celular. Queremos ter sinal aonde quer que estejamos, pois não podemos perder o contato telefônico. Queremos wireless para nossos notebooks em qualquer praça da alimentação, afinal, ficar sem Internet é um absurdo. O nosso computador não pode ficar muito lento, porque senão, vamos querer trocá-lo por um novo. Nem conhecemos as pessoas e já as adicionamos como amigos em nossas redes sociais. Nas baladas, saímos com o(a) primeiro(a) parceiro(a) que se aproxima. 

A pressa é tão grande que muitas pessoas reclamam quando não conseguem as coisas de imediato. Muitas vezes lamentam com Deus porque ele não responde rapidamente as suas orações. A maioria não entende porque tanta demora. Outras desistem de orar. Perdem a fé.

Eu já passei por situações semelhantes. Cheguei a ter crises de ansiedade. Certo dia, após uma explosão mental, eu passei a perceber que não é esse o caminho para se obter uma resposta de Deus. Eu imagino Deus observando e balançando a cabeça por causa da nossa impaciência... 

Para se obter a resposta de Deus, é preciso reconhecer que ele é soberano e que ele está no controle de todas as coisas. Não importa a nossa percepção dos acontecimentos. O que importa é reconhecermos a grandeza de Deus e que as coisas acontecem como e quando ele quer. É preciso acreditar que ele é bom e, por isso, louvá-lo, em quaisquer circunstâncias.

O Senhor Deus é grande e merece receber altos louvores. Quem pode compreender a sua grandeza? Ó Deus, cada geração anunciará à seguinte as coisas que tens feito, e todos louvarão os teus atos poderosos. Eles falarão da tua glória e da tua majestade, e eu meditarei nas coisas maravilhosas que fazes. Falarão dos teus atos poderosos, e eu anunciarei a tua grandeza. Falarão da tua imensa bondade e cantarão com alegria a respeito da tua fidelidade. (Salmos 145:3-7)

Então, sabendo disso, por que gastar energia tentando entender os caminhos de um Deus soberano? O homem só conhecerá Deus perfeitamente quando chegar diante dele. Sua majestade é imensurável. Só ele é digno de nosso louvor e adoração. Por que simplesmente não aceitá-lo como ele é? Por que simplesmente não se render e descansar nele? Por que não aceitar de bom grado o curso dos acontecimentos? É preciso ter em mente que as respostas para as orações, mesmo positivas, nunca chegarão atrasadas, mas na hora certa. 

Você está lutando com Deus para ter uma resposta rápida? É Deus, não você, quem tem o destino em suas mãos. Peça a ele para ensiná-lo a confiar seus planos nas mãos dele. Só ele sabe o que é melhor para você. Ele é bom! Ele reservou um futuro feliz para todos que nele creem. Então, experimente confiar nele!

3 comentários :

  1. Nunca é fácil esperar, mas confiando nossa vida a Deus surge uma tranquilidade que somente Ele pode nos dar. Abs

    ResponderExcluir
  2. amém eu creio sou mt impaciente nas coisas

    ResponderExcluir
  3. Rosana Teixeira14 março, 2012

    Eu tenho, com certeza, a síndrome da pressa. Eu como tão rápido que sempre acabo primeiro ... daí a gastrite etc etc. Até no trabalho é assim. Tenho até fama de rápida. Quando um processo tem que sair rápido... vai logo para minha mesa. Estou tentando mudar. Quando sinto que estou fazendo tudo "pelas cabeças"... procuro dar uma parada, refletir, pedir a Deus para mudar o meu temperamento, pois sei que não é correto. Foi muito bom ler o Devocional. Hoje vou procurar deixar a ansiedade de lado e fazer as coisas com calma, sabendo que o nosso Deus está no comando.

    ResponderExcluir