sexta-feira, 14 de outubro de 2011

Verdade em amor

Falando a verdade com espírito de amor, cresçamos em tudo até alcançarmos a altura espiritual de Cristo, que é a cabeça. (Efésios 4:15) 

É preferível ouvir os críticos aos bajuladores. Os críticos corrigem, os bajuladores corrompem (Santo Agostinho). O que você prefere ouvir: Crítica (construtiva) ou bajulação? Correção ou elogio? As duas coisas?
Um dos maiores desafios do homem é falar a verdade em amor. Geralmente, as pessoas sentem dificuldade em corrigir ou em criticar construtivamente com medo de serem mal interpretadas. Então, escondem a verdade e acabam praticando a mentira em nome do amor. Isso é exatamente o contrário do que está escrito na Bíblia. 

O amor começa onde acaba a mentira. Para que haja crescimento em qualquer área da vida, a pessoa precisa saber o que há de errado em suas atitudes. Só assim ela poderá reconhecer a sua falha e procurar a devida correção. Se uma pessoa ama alguém, ela não pode esconder desse alguém a verdade, sob pena de prejudicá-lo. É preciso falar a verdade, mas em amor. 

Há pouco tempo um amigo compartilhou comigo a sua luta para falar a verdade em amor. Ele precisava dizer para sua filha adolescente que o namoro dela não era ideal naquele momento, pois estava atrapalhando os estudos. Mas o meu amigo não tinha a coragem de dizer a verdade com medo de ofender a sua filha apaixonada. 

O amor é dependente de uma atitude. O amor é uma ação, não um sentimento simplesmente. É impossível amar sem agir. Sem dúvida, a preocupação do meu amigo nascia do amor, mas a sua falta de atitude não demonstrava o amor para com a filha. 

Existem pessoas que são verdadeiros amores, mas escondem a verdade. Outras, falam a verdade, mas não demonstram o amor. É preciso equilíbrio. As pessoas tendem a ver a verdade e o amor como forças opostas, difíceis de serem conciliadas. A falta de um equilíbrio entre as duas forças pode ser fatal, porque ao esconder a verdade em nome do amor provoca-se estagnação no crescimento espiritual e material da pessoa amada. Por outro lado, se palavras são ditas rudemente em nome da verdade, os corações amados podem ser ofendidos, causando rupturas de amizades com cicatrizes irreparáveis. 

A Bíblia diz que o Senhor é Deus e que as suas palavras são verdade (2 Samuel 7:28); que a verdade deve ser dita porque não se pode fazer nada contra a verdade, mas somente a favor da verdade (2 Coríntios 13:8); e que quem não ama não conhece a Deus, pois Deus é amor (1 João 4:8). Deus é amor e, Sua palavra, a verdade. À medida que crescemos em nosso relacionamento com Deus, nós crescemos também em nossa capacidade de abordar os desafios da vida com a verdade em amor. 

Jesus Cristo demonstrou essas duas características. O amor de Cristo nos salva (Romanos 5:8), mas também nos constrange (2 Coríntios 5:14). Suas expressões da verdade são ao mesmo tempo misericordiosas e justas. Ele jamais comprometeu a verdade e, mesmo assim, nunca deixou de amar. 

Quando você estiver na dúvida entre criticar ou bajular, pense no que seria melhor para o aperfeiçoamento do caráter da pessoa, uma vez que você a ama e quer o melhor. Respire fundo antes de falar. Permita que Deus direcione as suas palavras para que seja dita a verdade em amor. Ofereça-se para abençoar!

Você tem dificuldade em criticar ou corrigir? Ou você tem dificuldade em bajular ou elogiar? Você consegue falar a verdade em amor? Ore a Deus para que você seja temperado e equilibrado nessas duas virtudes.