sexta-feira, 30 de setembro de 2011

Poderosas palavras

Um anjo disse a Daniel: — Não fique com medo, pois Deus ouviu a sua oração desde a primeira vez que você se humilhou na presença dele a fim de ganhar sabedoria. Eu vim em resposta à sua oração. (Daniel 10:12) 

Numa manhã de domingo eu estava ministrando o louvor na igreja. No momento em que cantávamos o trecho da música “te louvarei / não importam as circunstâncias / adorarei / somente a ti Jesus” eu senti um arrepio muito forte e, subtamente, parei de cantar. Passei a refletir sobre essas palavras, percebi que elas são muito profundas e não podem ser ditas de qualquer maneira. 

Às vezes, canto verdadeiras orações com palavras poderosas e não percebo a gravidade do que estou dizendo. É preciso ter muito cuidado com as palavras ditas nas orações, porque elas podem ser ouvidas e atendidas por Deus. E aí, se as forem, será mesmo que estou preparado para receber o que pedi ou cumprir o que prometi? 

Eu aprendi que para orar preciso estar disposto a mudanças, porque orar é mudar. A oração é a avenida central que Deus usa para transformar-nos. Segundo Richard Foster: “Quanto mais nos aproximamos do pulsar do coração de Deus, tanto mais vemos nossa necessidade e tanto mais desejamos assemelhar-nos a Cristo.” É como um espelho: quanto mais eu aproximo, mas percebo os meus defeitos... 

O homem tenta se esconder de Deus, mas quando ora, lenta e graciosamente, Deus revela os esconderijos e o livra deles. Na oração, progressivamente se aprende a ver as coisas da perspectiva divina, pois se passa a desejar o que ele deseja, amar o que ele ama. 

Todos quantos andam com Deus consideram a oração como o principal negócio em suas vidas. Martinho Lutero disse: “Tenho tanto o que fazer que não posso prosseguir sem passar três horas diariamente em oração”. E quanto mais tarefas ele tinha para fazer no dia, mais ele passava tempo orando. 

Com oração podemos mudar o curso das coisas. Até a mente de Deus pode ser mudada pela oração. Paulo disse que “somos cooperadores de Deus”; isto é, estamos trabalhando com Deus para determinar o resultado dos acontecimentos. Isso nos coloca uma tremenda responsabilidade. Estamos cooperando com Deus para determinar o futuro! 

Certas coisas acontecerão na história se orarmos corretamente. Podemos mudar o mundo pela oração. Então, que motivação maior necessitamos para aprender e praticar este sublime exercício humano? 

No livro “Há poder em suas palavras” (Ed.Vida), Don Gossett mostra ao leitor como suas próprias palavras podem tornar-se condutores da energia espiritual que trazem vida amor, alegria, paz, felicidade, sucesso e prosperidade. 

Portanto, “não saia da nossa boca nenhuma palavra torpe, nem palavras vãs ou chocarrices, e sim unicamente a que for boa para edificação, conforme a necessidade, e, assim, transmitamos graça aos que nos ouvem”. (Efésios 4:29) Certamente, se assim fizermos, nossas poderosas palavras irão se transformar em poderosas orações e seremos uma bênção. 

Falando somente o que edifica, comece agora a orar na confiança de que o Espírito Santo intercederá por você e lhe conduzirá nas palavras dirigidas a Deus. Tenha como objetivo em sua vida o que disse o arcebispo E.M. Bounds, no seu livro Power Through Prayer (O Poder da Oração): “Desejo uma vida de oração mais excelente, mais profunda, mais verdadeira.” Tenha uma oração poderosa.

4 comentários :

  1. Murilo Malek-Zadeh01 outubro, 2011

    Olá gostaria de conversar sobre religião com você, eu sou bahái, adepto de uma religão nova vinda do irã. Gostaria de aprender mais sobre o cristianismo e ensinar sobre a fé bahai, acredito que é importante vocês terem conhecimento sobre essa nova fé.
    Para isso gostaria de saber com quem eu falo, no sentido de uma pessoa ou um blog... não sei ao certo.
    em que você acredita? na igreja católica romana, na antes da romana, na após a reforma protestanto, entre roma e o protestantismo...?

    :D obrigado pela atenção, espero que possamos conversar muito sobre isso,
    Murilo Urssi.

    ResponderExcluir
  2. Olá Murilo,
    Eu sou cristão, porém não considero que sigo uma religião. Eu costumo falar que sigo a Jesus Cristo, o filho de Deus, por quem sinto um profundo amor devido à sua grande obra de salvação da humanidade. Para mim, Ele é algo bem diferente de uma religião.
    Mas será um prazer conversar sobre a sua religião.
    Um forte abraço,
    Elbem César

    ResponderExcluir
  3. Pr. Eduardo04 outubro, 2011

    Pr. Elbém Cesar,

    Graça e paz!

    Obrigado pela sua mensagem.

    Deus abençoe, ricamente, a sua vida.

    Interceda por mim para que eu tyenha sabedoria do Senhor para a obra de evangelização e missões.

    Dios te bendiga.

    Cordialmente,

    ResponderExcluir
  4. Raquel Caires Lima04 outubro, 2011

    Obrigado

    pelas palavras estou passando por um momento muito dificil da minha vida e sei que somente com a oração vou vencer.

    Orem por mim.

    ResponderExcluir