sexta-feira, 30 de setembro de 2011

Poderosas palavras

Um anjo disse a Daniel: — Não fique com medo, pois Deus ouviu a sua oração desde a primeira vez que você se humilhou na presença dele a fim de ganhar sabedoria. Eu vim em resposta à sua oração. (Daniel 10:12) 

Numa manhã de domingo eu estava ministrando o louvor na igreja. No momento em que cantávamos o trecho da música “te louvarei / não importam as circunstâncias / adorarei / somente a ti Jesus” eu senti um arrepio muito forte e, subtamente, parei de cantar. Passei a refletir sobre essas palavras, percebi que elas são muito profundas e não podem ser ditas de qualquer maneira. 

Às vezes, canto verdadeiras orações com palavras poderosas e não percebo a gravidade do que estou dizendo. É preciso ter muito cuidado com as palavras ditas nas orações, porque elas podem ser ouvidas e atendidas por Deus. E aí, se as forem, será mesmo que estou preparado para receber o que pedi ou cumprir o que prometi? 

Eu aprendi que para orar preciso estar disposto a mudanças, porque orar é mudar. A oração é a avenida central que Deus usa para transformar-nos. Segundo Richard Foster: “Quanto mais nos aproximamos do pulsar do coração de Deus, tanto mais vemos nossa necessidade e tanto mais desejamos assemelhar-nos a Cristo.” É como um espelho: quanto mais eu aproximo, mas percebo os meus defeitos... 

O homem tenta se esconder de Deus, mas quando ora, lenta e graciosamente, Deus revela os esconderijos e o livra deles. Na oração, progressivamente se aprende a ver as coisas da perspectiva divina, pois se passa a desejar o que ele deseja, amar o que ele ama. 

Todos quantos andam com Deus consideram a oração como o principal negócio em suas vidas. Martinho Lutero disse: “Tenho tanto o que fazer que não posso prosseguir sem passar três horas diariamente em oração”. E quanto mais tarefas ele tinha para fazer no dia, mais ele passava tempo orando. 

Com oração podemos mudar o curso das coisas. Até a mente de Deus pode ser mudada pela oração. Paulo disse que “somos cooperadores de Deus”; isto é, estamos trabalhando com Deus para determinar o resultado dos acontecimentos. Isso nos coloca uma tremenda responsabilidade. Estamos cooperando com Deus para determinar o futuro! 

Certas coisas acontecerão na história se orarmos corretamente. Podemos mudar o mundo pela oração. Então, que motivação maior necessitamos para aprender e praticar este sublime exercício humano? 

No livro “Há poder em suas palavras” (Ed.Vida), Don Gossett mostra ao leitor como suas próprias palavras podem tornar-se condutores da energia espiritual que trazem vida amor, alegria, paz, felicidade, sucesso e prosperidade. 

Portanto, “não saia da nossa boca nenhuma palavra torpe, nem palavras vãs ou chocarrices, e sim unicamente a que for boa para edificação, conforme a necessidade, e, assim, transmitamos graça aos que nos ouvem”. (Efésios 4:29) Certamente, se assim fizermos, nossas poderosas palavras irão se transformar em poderosas orações e seremos uma bênção. 

Falando somente o que edifica, comece agora a orar na confiança de que o Espírito Santo intercederá por você e lhe conduzirá nas palavras dirigidas a Deus. Tenha como objetivo em sua vida o que disse o arcebispo E.M. Bounds, no seu livro Power Through Prayer (O Poder da Oração): “Desejo uma vida de oração mais excelente, mais profunda, mais verdadeira.” Tenha uma oração poderosa.