terça-feira, 1 de novembro de 2011

Que tentação!

Se tivesse feito o que é certo, você estaria sorrindo; mas você agiu mal, e por isso o pecado está na porta, à sua espera. Ele quer dominá-lo, mas você precisa vencê-lo (Gênesis 4:7).

Certo dia o meu pastor disse no meio do sermão que ela gosta muito de uma coca-cola bem geladinha. Acho que muita gente gosta, inclusive eu. Beber coca-cola parece até um vício. Eu tenho um amigo que não almoça sem uma garrafa de coca-cola do lado. Um colega de trabalho passa o tempo todo com uma latinha de coca-cola na mão. Ele disse que não consegue imaginar a vida sem coca-cola. Realmente, para muitos, a coca-cola é uma tentação irresistível.

Quando a minha filha foi ao dentista pela primeira vez, ela foi aconselhada a evitar coca-cola se quisesse ter boa saúde bucal. Na verdade, a coca-cola faz mal para os dentes. Ela possui o pH muito ácido e pode causar erosão dentária caso a pessoa descuide da higiene. A maioria das pessoas não gosta muito de ir ao dentista. O pior momento da consulta é quando o dentista informa que existem algumas cáries que precisam ser tratadas. Quando ele liga aquele aparelhinho então, o medo toma conta de vez. Nesse momento, toda pessoa se arrepende de não ter cuidado dos dentes, principalmente evitado a coca-cola. Que “pecado” delicioso e ao mesmo tempo custoso é tomar coca-cola!

Pois é! Os outros pecados funcionam da mesma forma. Em todo momento somos tentados, e é muito fácil encontrar uma desculpa para justificar quando caímos em tentação. Dizemos a nós mesmos que não é tão ruim o pecado, pois podemos orar e pedir perdão a Deus e pronto, está tudo bem! Mas não é assim que a Bíblia explica o perdão de Deus. Se pedimos perdão, Deus é fiel e justo para nos perdoar, mas o pecado tem as suas consequências e mesmo depois de perdoado, ele é um problema para nós (e para outros).

O pecado lentamente corrói a nossa personalidade até chegar o momento que temos um problema sério para ser resolvido. É verdade que, por causa da cruz de Cristo e a graça de Deus, nós podemos ser libertos do pecado, mas a luta não termina aí, pois as consequências virão e teremos que enfrentá-las.

Se toda pessoa pensasse na consequência antes de pecar, certamente evitaria o pecado. Todos os dias somos tentados, mas também todos os dias Jesus Cristo nos chama para resistir à tentação, abandonar o pecado e viver de acordo com a Sua Palavra. “Sujeitai-vos, portanto, a Deus; mas resisti ao diabo, e ele fugirá de vós” (Tiago 4:7). Se rejeitamos a essa convocação, somos obrigados a enfrentar as consequências da nossa desobediência.

Que possamos pedir a Deus todos os dias que não nos deixe cair nas irresistíveis tentações! Que possamos pela graça de Deus vencer o pecado.