segunda-feira, 5 de setembro de 2011

Chega! Quero Sossego.

Volta, minha alma, ao teu sossego, pois o Senhor tem sido generoso para contigo. (Salmo 116:7)

Eu estou terminando o Trabalho de Conclusão do Curso de MBA em Contabilidade Internacional. Em alguns momentos do curso eu percebi que ainda não aprendi a ser tão calmo, sereno e tranquilo o quanto tenho lutado para ser. Percebi também que a minha alma esteve um pouco afobada e quase caiu na tentação de passar algumas noites sem o seu devido repouso.

Em Física, chama-se de Repouso uma dada situação em que um objeto demonstra a mesma velocidade vetorial em relação a um referencial. Por exemplo, um passageiro dentro de um ônibus tem um outro passageiro ao seu lado como em repouso, pois suas velocidades e espaços não estão variando entre si. Já um terceiro observador do lado de fora do ônibus enxergará os dois passageiros como se estivessem em Movimento, pois suas velocidades vetoriais não são iguais.

Trazendo para o lado espiritual, isso significa que a velocidade vetorial que imponho à minha vida tem que ser a mesma velocidade vetorial que Deus planejou para ela. Se as duas velocidades vetoriais não forem iguais, a minha alma entrará em conflito e sairá do seu sossego.

A Bíblia diz que não adianta trabalhar demais para ganhar o pão, levantando cedo e deitando tarde, pois é Deus quem dá o sustento aos que ele ama, mesmo quando estão dormindo. (Salmo 127:2)

Então, o que acontece quando fico ocupado demais e não descanso física e mentalmente?

Existem muitos artigos de saúde que falam sobre a importância de se reduzir o estresse. Existem muitos conselhos sobre a importância de não se preocupar com o dia de amanhã. Os médicos sempre dizem que todo ser humano precisa, em média, de oito horas de sono por noite. Mesmo diante de tantos conselhos, às vezes insisto em abrir mão de algumas horas de descanso para tentar cumprir minha agenda com o intuito de alcançar algum distintivo de honra.

O mundo tornou-se muito competitivo. Muitas vezes me peguei admirando pessoas que cumprem rigorosamente suas agendas, não importando o custo. Claro que em alguns momentos na vida há um projeto ou uma atividade que demanda um emprego maior do tempo. Mas isso não pode ser rotineiro.

Na verdade, a recusa em descansar é um sintoma de autossuficiência e orgulho. Muitos pensam assim: Se eu ficar mais tempo acordado, mais tempo terei para cumprir minha agenda e melhor será o meu resultado, melhor será o meu reconhecimento, etc. Puro engano. Isso apenas significa que a pessoa não confia em Deus o suficiente para receber dEle o que necessita. Nesse sentido, Jesus Cristo disse: Pedi, e dar-se-vos-á; buscai, e achareis; batei, e abrir-se-vos-á. (Lucas 11:9)

Então, a ordem bíblica para "estar em repouso" não é apenas para o benefício físico e mental do corpo. Quando se consegue obedecer a esse mandamento, a pessoa prova que está confiante em Deus. Isso é o mais importante.

Percebo que ainda tenho que colocar em prática algumas coisinhas que aprendi sobre esse assunto. Após alguns anos de vida, não deveria estar inquieto porque Deus tem sido mui gracioso para comigo.

Por outro lado, tenho que lembrar que sou criatura de barro e dependo muito do poderoso e soberano Deus. Se não me atentar para isso o quanto antes, o meu estoque de energia poderá ficar tão baixo que serei forçado pelo meu próprio Pai a reconhecer essa dependência. E aí poderei ter surpresas desagradáveis.

Então chega! Quero sossego.

Você reconhece que Deus pode lhe abençoar até mesmo enquanto dorme? Ele quer que descansemos como reconhecimento de nossas limitações. Quando repousamos com sossego, estamos expressando a nossa fé na habilidade de Deus para realizar nossos sonhos. Como isso O agrada muito, a nossa chance de sucesso é bem maior!