segunda-feira, 29 de agosto de 2011

Consultora de Investimento

Lembro da sua fé sincera, a mesma fé que a sua avó Lóide e Eunice, a sua mãe, tinham. E tenho a certeza de que é a mesma fé que você tem. Por isso quero que você lembre de conservar vivo o dom de Deus que você recebeu quando coloquei as mãos sobre você. Pois o Espírito que Deus nos deu não nos torna medrosos; pelo contrário, o Espírito nos enche de poder e de amor e nos torna prudentes. (2 Timóteo 1:5-7) 

Agosto é o mês de aniversário da minha mãe. A maioria de vocês não a conhece, mas eu vou lhes contar um pouquinho da sua história. 

Minha mãe é uma mulher de fé. Fé cristã. Ela sempre investiu e ainda investe muito em mim. Vou destacar a importância do mais valioso investimento que ela, e também minha avó, fizeram na minha vida: O investimento espiritual. 

A Bíblia recomenda aos pais educarem seus filhos no caminho em que devem andar, e até o fim da vida não se desviarão dele. (Provérbios 22:6) 

Quando leio esse verso, eu não posso deixar de pensar nos dias e anos que as duas passaram lendo, ensinando e fazendo-me memorizar a Palavra de Deus. Eu amava também passar horas e horas ouvindo as historinhas narradas de forma brilhante naqueles antigos bolachões (LPs), que elas disciplinadamente não me deixavam esquecer. 

Em casa não se passava um dia sequer sem que houvesse o chamado ‘culto doméstico’. Para esse culto, reunia-se toda a família para cantar, ouvir e comentar a Palavra de Deus. Eu amava tocar o violão e venho fazendo isso desde os oito anos de idade. Após o período de cânticos, era vez de todos fazerem uma pequena oração. Então, seguia-se a leitura bíblica. Após isso, dava-se início ao período de debates no qual eu e meus cinco irmãos fazíamos uma bateria de perguntas para a mamãe, a vovó e o papai (este também participou dessa história). 

Eu me lembro da paciência de cada um deles para nos explicar em detalhes o significado e o contexto de cada verso lido. Finalmente, saíamos satisfeitos dos cultos e muito dispostos para as tarefas do dia. 

Muitos interesses próprios foram deixados de lado por eles para que pudessem se dedicar aos ensinamentos bíblicos. Pela graça de Deus, todos nós estamos servindo ao Senhor. Esse é o maior legado que os pais podem deixar para seus filhos. 

Hoje eu percebo a importância desse investimento espiritual em minha vida. Entretanto, também fui ensinado a continuar a busca contínua do crescimento na fé cristã, descobrindo a cada dia as verdades nas Escrituras Sagradas. 

Esse investimento espiritual tem me dado suporte para poder propagar o Evangelho de Cristo. Dou graças a Deus por me usar e dar disposição para não deixar enterrado esse tesouro. Tenho procurado estender a mão e distribuir o que recebi, reinvestindo na vida de pessoas. Minha mãe foi e é peça fundamental nisso. 

Mãezinha querida, feliz aniversário! Eu agradeço a Deus por sua vida. Digo a todos que até hoje a senhora continua sendo a minha consultora de investimento espiritual. 
Reflita um pouco: Você está pronto para investir espiritualmente em seus filhos? Se não, tire um tempo para repensar sua estratégia de investimento espiritual. Quem é o seu consultor de investimento espiritual? Espero que seja alguém comprometido com a Palavra de Deus.