quarta-feira, 6 de julho de 2011

Uma Fé Diet

A diferença clara que existe entre os filhos de Deus e os filhos do Diabo é esta: quem não faz o que é correto ou não ama o seu irmão não é filho de Deus. (1 João 3: 10)

Somos amigos inseparáveis de um casal muito gente fina. Fomos seus padrinhos de casamento. Durante os churrascos de fins de semana - e agora ultimamente no meio das semanas também -, eu brinco com os costumes engraçados deles. Ele é um carnívoro voraz; ela é uma vegetariana devota. Então, quando vou servir os pedaços saborosos de picanha, eu coloco uma folhinha de alecrim na travessa e digo assim: a carne é para ele; a folha de alecrim é para ela. Isso é motivo de muita risada e diversão... 

Mas eu acho que tem hora que eu passo dos limites. Creio que temos que respeitar a escolha e o hábito de cada pessoa. É claro que nas refeições que servimos sempre preparamos, além do churrasco, uma deliciosa e crocante salada para a minha afilhada. Afinal, ela merece!

Entretanto, se perguntarmos a qualquer nutricionista, eles dirão que ser vegetariano é uma boa opção para quem busca ter uma excelente saúde. Para quem sabe saborear a delícia de uma salada - de frutas ou de legumes -, o hábito de ser vegetariano é tão prazeroso quanto saborosa é a carne para o carnívoro. Eu acredito que Deus, na Sua sabedoria, criou o homem vegetariano, e este só veio a adquirir o hábito de comer carne após o dilúvio, tendo em vista a necessidade na época.

Particularmente, também acredito que o hábito vegetariano é mais saudável, embora eu seja carnívoro desde criancinha. Por ser este um costume familiar, há muitos anos tenho tentado inutilmente mudá-lo.

Não quero aqui criar partido para defender nem um, nem outro hábito. Porém, existe uma enorme e substancial diferença entre os dois: O vegetariano, por ingerir um alimento facilmente digerível, sente-se mais leve, mas precisa repetir a dose com mais frequência durante o dia para evitar a fome. Já o carnívoro se satisfaz com uma ou duas refeições diárias, tem uma digestão complicada e muitos deles precisam até da ajuda de um antiácido.

Comparando com a alimentação espiritual, eu pergunto: Qual é o seu hábito alimentar? Você tem uma alimentação saudável? Com que periodicidade você alimenta a sua alma da Palavra de Deus? Diariamente? Semanalmente? Mensalmente? Somente nas festas religiosas anuais? Ou quando já está quase morto de fome? Você se alimenta regularmente como um vegetariano? Ou é como o carnívoro que passa tempos e tempos tentando digerir o alimento e, às vezes, necessitando de um aconselhamento, de um antiácido?

Todos nós precisamos de uma boa alimentação para crescer na fé e ter boa saúde espiritual. Precisamos ser diferentes daqueles que ainda não temem a Deus. Não se engane: Deus quer que sejamos luz do mundo e sal da terra. Jesus disse: — Vocês são o sal para a humanidade; mas, se o sal perde o gosto, deixa de ser sal e não serve para mais nada. É jogado fora e pisado pelas pessoas que passam. (Mateus 5: 13)

Precisamos refletir uma boa e sincera saúde espiritual para as pessoas que nos rodeiam. Precisamos fazer o que é correto sob a perspectiva da Palavra de Deus. Precisamos amar as pessoas e levar a paz aonde há conflitos; a esperança aonde há desespero; o amor aonde há ódio! 


Convide seus amigos para juntos estudarem a Palavra de Deus na sua casa. Se você se ativer apenas ao sermão de domingo, e talvez nem a este, certamente você não estará bem preparado para todas essas tarefas cristãs. Então, negue-se a si mesmo e comece um relacionamento saudável com Deus e a Sua Palavra. Não precisa ser diet na vida cristã. Quanto mais alimentado da Palavra de Deus, melhor!

4 comentários :

  1. Geraldo Borges08 julho, 2011

    Meu querido irmão Elbem César,
    Graça e Paz.
    Estou sendo alimentado, no espírito, constantemente, pelas suas mensagens devocionais. Mas, fico penso, comigo mesmo, quando é que poderei alimentar também meus carnívoros 90 kilos, com esses churrascos que são oferecidos com tanta frequência aos seus afilhados. Se isto é só para os afilhados, como sou casado, estaria fora! Caso haja, mesmo que remota esperança para um velho amigo carnívoro....
    Com carinho,

    ResponderExcluir
  2. Elbem César08 julho, 2011

    Querido Pr. Geraldo Borges,
    Graça e Paz!
    Sabe que você me deu uma ótima idéia? Vou convidar vc e o Pr Edson para um churrasco aqui em casa nos próximos dias. Tenho que combinar primeiro a data com a Mariza e então lhe enviarei o convite.
    Será um prazer imenso para nós termos essa comunhão.
    Um grande abraço.
    Em Cristo.

    ResponderExcluir
  3. PR. ICARO, LILIANA E THALES08 julho, 2011

    A IGREJA DE NAGAHAMA- JAPAN COM SEU TRABALHO TAMBEM NO SOCIAL RECEBEU ESTA SEMANA DE EMPRESARIOS JAPONESES, DA REGIAO DE TOKIO, ALIMENTOS PARA A DISTRIBUICAO A FAMILIAS CARENTES - 700 KILOS DE MACARRAO, 540 KILOS DE FEIJAO CARIOCA E CENTENAS DE OUTROS PRODUTOS, QUE SUPRIRA AS NECESSIDADES DE MUITAS FAMILIAS DE BRASILEIROS, ESPANOS E ATE JAPONESES. GLORIFICAMOS AO SENHOR JESUS POIS ELE E O QUE CONTINUA MULTIPLICANDO, PAES E PEIXES E ENTENDEMOS QUE O SENHOR DEUS ESTA USANDO OS ESMPRESARIOS DESTA NACAO PARA SUSTENTAR, OS EXTRANGEIROS QUE AQUI VIVEM.
    CONTINUEM ORANDO POR NOS E PELO JAPAN.
    A PAZ DO SENHOR

    ResponderExcluir
  4. Pr. Sérgio Fernandes11 julho, 2011

    1 Pedro 2:2 - Desejai afetuosamente, como meninos novamente nascidos, o leite racional, não falsificado, para que por ele vades crescendo;

    A salvação em Cristo iniciou uma nova experiência para cada um de nós. Salvos do pecado e da condenação, precisamos aprender a caminhar na presença de Deus de acordo com esta nova aliança, que foi firmada com o sangue de Jesus derramado em nosso favor.

    Este crescimento espiritual que Deus deseja nos dar será potencializado através de três disciplinas espirituais que não podem faltar na vida do cristão: A leitura bíblica, a oração e a comunhão com o Espírito Santo. O fato é que temos uma facilidade imensa de negligenciar aquilo que realmente precisamos para crescer.

    Por isso, quero incentivá-lo a firmar um compromisso irrevogável de conhecer a Palavra de Deus, manter-se em persistente oração e buscar o poder do Espírito Santo.

    ResponderExcluir