segunda-feira, 21 de março de 2011

O Jeitinho Cristão

O que é que o Senhor Deus prefere? Obediência ou oferta de sacrifícios? É melhor obedecer a Deus do que oferecer-lhe em sacrifício as melhores ovelhas. (1 Samuel 15:22)

Eu estava trafegando numa avenida movimentada. Havia carros por todos os lados. De repente, eu deparo ao meu lado com um veículo tentando mudar de faixa, querendo fazer o retorno logo em seguida. Ninguém da faixa ao lado lhe dava passagem. Então, o senhor que dirigia o veículo – em vez de procurar outro retorno mais adiante – resolveu usar o 'jeitinho brasileiro' e simplesmente parar no trânsito para esperar que lhe dessem passagem. Não deu outra, o veículo que estava à sua traseira não teve tempo de frear e o resultado foi um 'engavetamento'. Três veículos foram envolvidos no acidente. Felizmente ninguém ficou ferido, embora tenha havido muitos xingamentos.

Bem, depois de testemunhar a cena, comecei a pensar sobre a minha tendência de convenientemente desobedecer a Deus e seguir os modismos do mundo. Por que isso acontece? Porque às vezes sou desobediente, impaciente e não confio os meus planos de vida totalmente ao Senhor.

Saul, o primeiro rei de Israel era assim também. Numa certa ocasião de guerra ele seguiu o que veio na sua cabeça e perdeu a bênção que o Senhor tinha reservado para ele. Deus havia ordenado a Saul: Vá, ataque os amalequitas e destrua completamente tudo o que eles têm. Não tenha dó nem piedade... Deus queria que fossem eliminados todos os inimigos mortais dos israelitas para que esse povo não tivesse problemas no futuro.

Bastante simples, certo? Mas o que Saul fez? Bem, ele ‘convenientemente’ desobedeceu. Ele atacou os amalequitas, mas poupou o rei e os animais, pois achou um desperdício destruir tudo. Agora, por que ele fez isso? Bem, porque o ser humano é criativo e acha que pode ‘dar um jeitinho’ burlando as ordens para fazer o que lhe é mais conveniente, segundo a sua forma de pensar.

Quando Saul foi confrontado sobre o que havia feito, ele arrumou uma desculpa esfarrapada: — Os meus soldados pegaram as melhores ovelhas e o melhor gado para oferecer como sacrifício ao Senhor. Mas destruímos completamente o resto. Ora, depois que se viu no aperto, Saul espertamente inventou de oferecer sacrifícios, mas não obteve o perdão do Senhor e foi destituído do trono.

Trazendo para os dias de hoje, esse tipo de desculpa é mais ou menos assim: ‘Vou entregar a minha vida a Deus, mas esse pecadinho aqui não...’ ‘Todo mundo faz, por que não posso fazer?’ ‘Eu acho que pago imposto demais, vou sonegar um pouco!’ ‘Vou deixar minha amiga furar a fila, é na minha frente...’ ‘Não tem problema ganhar dinheiro desonestamente, pois no domingo eu entrego o dízimo e fica tudo bem,’ como se faziam no tempo do profeta Amós, quando no próprio templo do Senhor se ofereciam sacrifícios de vinho que compravam com dinheiro roubado (Amós 2:8). O que tem fazer tudo isso? Eu dou um 'jeitinho cristão' e depois é só me prostrar arrependido ao pés do Senhor! Ele perdoa mesmo!

Até quando vamos ser obedientes aos princípios bíblicos somente naquilo que nos for conveniente? Até quando vamos continuar dando um 'jeitinho cristão' para facilitar a nossa vida? Isso é uma lição difícil de aprender!

Não seja como Saul. Não tente burlar as ordens – nem as de Deus, nem as do mundo – e depois oferecer sacrifícios de arrependimento. Com Deus não se brinca! Para Ele é melhor obedecer do que sacrificar. Você não vai querer perder a sua bênção, vai?