domingo, 23 de janeiro de 2011

Rejeite o desânimo...

'O coração alegre é bom remédio, mas o espírito abatido faz secar os ossos.' Prov. 17:22

Está provado pela ciência médica que pessoas felizes vivem mais. Mesmo com câncer, aqueles que estão em paz com Deus e com os homens têm mais possibilidades de cura. Não se trata de pensamento positivo. Com autodisciplina e um pouco de esforço, você pode repetir um milhão de vezes: "Eu estou bem." Porém, quando a noite chega, os fantasmas de sua própria consciência perturbam seu coração. Tudo continua igual.

A expressão "o coração alegre", que o provérbio acima menciona, em hebraico, éLeb sámêh, literalmente significa um coração satisfeito e agradecido. Satisfação, não conformismo. É reconhecimento da soberania de Deus. 

Nada acontece abaixo do Sol sem que Ele o permita. Eu sei que você não compreende muitos acontecimentos pelos quais está passando hoje. A dor impede de ver muitas coisas, mas o tempo se encarregará de mostrar-lhe que Deus tem sempre razão.

A confiança em Deus coloca paz e otimismo em seu coração. Não são atitudes fabricadas. São caudais de água limpa que brotam de um manancial puro. Conectado ao poder infinito, o ser mais frágil torna-se forte e olha a vida sob um prisma diferente.

Nas horas mais escuras da vida, aprenda a confiar em Deus. Por mais que a adversidade pareça arrasar seus sonhos, Deus não perdeu o controle da situação. Ele continua ao leme de sua pequena embarcação e o levará ao porto seguro. O segredo é não desistir. Se você tirar os olhos de Jesus e os colocar nas dificuldades, o barquinho começará a afundar. Só Jesus é capaz de ajudá-lo a atravessar o vale das trevas pelo qual você está passando.

Abra seu coração a Deus, clame! Diga-Lhe que já não tem forças para resistir à provação. Ele o ouvirá. Não é insensível ao sofrimento humano. Não precisa ser informado da dor que envolve a sua vida. Mas quando você diz pra Ele o que está sentindo, a sua fé aumenta, a confiança brilha, e isso lhe faz um bem extraordinário. Porque "o coração alegre é bom remédio, mas o espírito abatido faz secar os ossos."

Contribuição de Alejandro Bullón, Pr