domingo, 9 de janeiro de 2011

O problema da percepção errada!

Mas o Senhor disse: — Não se impressione com a aparência nem com a altura deste homem. Eu o rejeitei porque não julgo como as pessoas julgam. Elas olham para a aparência, mas eu vejo o coração. (1 Samuel 16: 7)

Tem hora que leio nos jornais sobre a vida da cantora Amy Whinehouse e fico pensando: Por que será que algumas pessoas ricas e famosas parecem ser tão infelizes? Elas parecem não terem desculpas para isso!

É mesmo da natureza humana olhar para a vida dos outros e concluir que de alguma forma eles são melhores ou piores do que nós. Muitas vezes eu me peguei comparando a minha felicidade com a dos outros. Quando achava alguém mais feliz do que eu, isso só servia para criar um descontentamento em mim mesmo. E aí eu acabava questionando: Deus, por que o Senhor está abençoando fulano e não me abençoa também?

A comparação entre pessoas é uma farsa. Seja ela rica ou pobre. Quando a comparação e com uma pessoa mais rica, mais famosa e mais bonita, essa comparação cria um ciclo de vergonha ou de inveja porque tentamos medir-nos pelos parâmetros fabricados pelo mundo. E isso acaba nos isolando das pessoas e criando um ambiente privado onde só vemos os nossos fracassos e falhas. E aí, deixamos de amar a nós mesmos, e pior, pensamos que Deus também não nos ama.

Não somente Deus nos ama da maneira que somos, como Ele está pronto para transformar as nossas fraquezas em coisa boa. Quando pararmos de comparar e colocarmos a energia gasta com isso para construir um relacionamento íntimo conosco, com Deus e com as pessoas, nós vamos ver as portas se abrirem para uma vida de vitória que Ele planejou para nós.

No presente século, muitas pessoas se declaram solitárias. O motivo é que elas não querem compartilhar suas imperfeições por medo ou vergonha de serem taxadas fora dos padrões.


Portanto, separe um tempinho para reforçar o relacionamento com um amigo íntimo ou com um membro da família de confiança, deixando-o perceber exatamente como você é e quais as suas imperfeições. Esteja certo que isso abrirá as portas para que ele também faça o mesmo e com isso ambos sejam edificados na fé.