terça-feira, 30 de novembro de 2010

Dia de Luta Contra a AIDS: O que Deus disse a respeito!

Existe um ditado que diz: ‘mais vale prevenir do que remediar’! É mais importante ter um muro no alto de um precipício do que um hospital equipadíssimo lá embaixo! E a melhor forma de se evitar enfermidades é obedecer à leis naturais de Deus: comer bem, trabalhar bem, viver bem, divertir-se bem, amar bem, descansar bem e manter um relacionamento saudável com Deus!

Não pense você que podemos violar as leis de saúde de Deus e abusar do nosso corpo e depois esperar sermos saudáveis, porque Deus criou o ser humano com um mecanismo auto-destrutivo para castigar aqueles que O desobedecem!

Deus tem seus motivos para criar essas regras. Sabem para que servem? Ele fez essas regras porque ama o mundo, e quer proteger e guardar os seus habitantes. Ele quer que homens e mulheres obedeçam às leis físicas e naturais para serem sempre saudáveis! Afinal de contas, se Ele criou esse mundo, Ele sabe exatamente como devem funcionar as regras para manter a sua população saudável! 

"Se ouvires atento a voz do SENHOR, teu Deus, e fizeres o que é reto diante dos seus olhos, e deres ouvido aos seus mandamentos, e guardares todos os seus estatutos, nenhuma enfermidade virá sobre ti...pois eu sou o SENHOR, que te sara." (Ex. 15:26)

Por isso, é melhor tratarmos de prevenir agora, em vez de nos preocuparmos mais tarde com os remédios – ou com os coquetéis. Vamos seguir as regras sensatas criadas por Deus para gozarmos de uma boa saúde. Vamos cuidar bem do nosso corpo – que é a criação sublime de Deus e dispensar-lhe o cuidado adequado que ele precisa! Observemos todas as regras o melhor que pudermos, e essas regras, muitas vezes odiada por muitos, nos ajudarão a manter saudáveis e felizes! Que Deus nos abençoe e nos mantenha com boa saúde!

segunda-feira, 29 de novembro de 2010

O Rio de Janeiro está sendo reconquistado. E agora?

Você pode mudar o Rio de Janeiro e também mundo! O momento é agora! Se às vezes você fica desencorajado com a situação na qual se encontram o Rio de Janeiro, o Brasil e o mundo, não desista! Podemos realmente fazer o bem e reconquistá-los da violência, da corrupção e de Satanás.

Se ajudarmos as pessoas a encontrarem alegria, felicidade e Salvação em Jesus, nós realmente poderemos modificá-los! Pessoalmente, nós podemos começar a mudar o mundo plantando as sementes da Verdade do Amor de Deus, uma a uma, dia a dia, de coração em coração, onde quer que estejamos.

Deus fará com que essas sementes germinem e cresçam! Pode ser que no princípio pareçam apenas pequenos rebentinhos minúsculos, só uns brotinhos verdes insignificantes. Às vezes chegamos a pensar assim: O que é isso em comparação com a floresta que vemos pela frente? Não importa o tamanho do trabalho que temos a fazer, se fizermos a nossa parte, será o começo do milagre de uma nova vida para o nosso Rio de Janeiro e, conseqüentemente, para o mundo!

Portanto, experimente fazer a sua parte! Se você tiver mudado uma vida mediante a divulgação do amor de Deus, você terá mudado uma parte do mundo! Se você mudou uma parte do mundo, ainda que seja só sua própria vida, você começou a mudar o ambiente no qual você vive. Melhor dizendo, fazendo isso, você prova que há esperança de o mundo ser mudado! Se uma vida pode ser mudada, isso mostra que é possível que mais vidas sejam mudadas. Assim, o mundo pode ser mudado, começando só com uma pessoa, talvez você!

E quem sabe, você talvez viva para ver o dia em que o mundo estará mudado e se alegrará sabendo que começou com você! Portanto, comece agora a falar do amor de Deus aos que estão próximos a você! Diga assim: “Porque Deus amou o mundo de tal maneira, que deu o Seu Filho Unigênito (Jesus Cristo), para que todo aquele que nEle crê, não pereça, mas tenha a vida eterna.” (Jo. 3:16)

domingo, 28 de novembro de 2010

The best way to know what God wants you do is to say to God: "I will do!"

God can give you what you choose, but only He knows what is best. So, it's better you ask Him to find out what He thinks is best!

How can we know what is the God’s will?

The first condition is to have no will! According to Scripture, you have to give your body, surrender your mind, surrender your will and not be conformed to this world. And as the Bible says: "Transforme yourself by the renewing of your mind, that you may prove what is that good, pleasing and perfect God's will. "(Rom. 12:1-2)

Do these things! So, you will know which is the good and the perfect will of God for your life! And even better, will not have to wait long!

If you are a child of God and if you let Him choose, what is He will choose for you? He will choose what is best for you! He knows what you need and want, He loves you, He cares for you. Nothing can remain obscured in the face of His Truth! He gives the best of all to those who lets He chooses!

sábado, 27 de novembro de 2010

A melhor maneira de saber o que Deus quer que você faça é dizer a Deus: “Eu farei!”

Deus pode lhe dar o que você escolher, mas só Ele sabe o que é melhor. Por isso é bom você lhe perguntar para descobrir o que Ele acha que é melhor!

Como é que podemos saber qual é a Vontade de Deus?

A primeira condição é não ter nenhuma vontade própria! Segundo as Escrituras, você tem que entregar o seu corpo, entregar a sua mente, entregar a sua vontade e não se conformar com este mundo. E como a Bíblia diz: “Transformai-vos pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus.” (Rom. 12:1-2)

A segunda condição e pedir ao Senhor para orientar e guiar você. Peça a Ele para abrir o seu coração e sua mente para a Verdade. Peça para ajudar você a compreendê-la e a segui-la em total submissão a Deus: submissão total da mente, submissão total do corpo, submissão total da sua vontade própria!

Faça essas coisas! Assim, você saberá qual é a boa e perfeita vontade de Deus para sua vida! E melhor, não terá que esperar muito!

Se você é um filho de Deus e se você deixa que Ele escolha, o que é que Ele vai escolher para você? Vai escolher o que for melhor para você! Ele sabe o que você precisa e quer, Ele te ama, Ele se interessa por você. Nada pode continuar obscurecido diante da Sua Verdade! Ele dá o melhor de tudo àqueles que O deixam escolher!

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

Devemos agradecer a Deus somente no Dia de Ações de Graças?

A Palavra de Deus diz "E a paz de Deus, para a qual também fostes chamados em um corpo, domine em vossos corações; e sede agradecidos." (Col 3:15) 

Na sua carta, Paulo dá aos Colossenses vários critérios a serem seguidos na comunidade dos cristãos. Em um deles, escreve: “E sejam agradecidos”.

Na última quinta-feira de novembro se comemora o "Dia de Ações de Graças" ou "Thanksgiving", como dizem nossos irmãos na América do Norte. Excelente idéia haver um dia dedicado a essa ação que mais agrada a Deus. O problema é que não podemos cair na tentação de somente dar graças nesse dia. 

Há pessoas que nunca agradecem. Não vêem razão para isto. Agradecer, para alguns, cheira a humilhar-se, a declarar dependência. Na realidade, para quem não gosta de agradecer o que não faltam são desculpas. E, infelizmente, esta ocorrência é encontrada também na comunidade cristã. Ovelhas que não agradecem a seus pastores. Pastores que nem pensam em dizer “obrigado” a suas ovelhas. E assim por diante, até incluirmos pais que não agradecem a seus filhos, bem como filhos que aprendem a não agradecer.

Segundo Paulo, a grande razão para ser agradecido é Jesus Cristo. Afinal de contas, diz Paulo, o Senhor nos perdoou pelo amor de Jesus Cristo. Assim, tudo, mas tudo o que acontece no Reino de Deus é graças ao filho. Logo, não agradecer a Cristo é não entender nada da teologia bíblica. E consequentemente, é não entender nada da comunidade cristã. Ser agradecido é assimilar a obra de Cristo. É ter a “mente” de Cristo. É viver com Ele andou. 

Portanto, devemos dar graças em todo tempo e em qualquer circunstâncias. Que Deus nos conceda sempre essa disposição! 

Living Your Thanksgiving

Make a glad sound to the Lord, all the earth. Give worship to the Lord with joy; come before him with a song. Be certain that the Lord is God; it is he who has made us, and we are his; we are his people, and the sheep to whom he gives food. Come into his doors with joy, and into his house with praise; give him honour, blessing his name. For the Lord is good, and his mercy is never-ending; his faith is unchanging through all generations. (Psalm 100, The Bible in Basic English)

When I was younger, Thanksgiving was pretty much just another holiday—a day when I got to eat a whole lot of good food and nibble on all the sugary stuff I wanted. 

In fact, one year it only took me, my sister, two forks and about 30 minutes to finish off the rest of the pecan pie, while everyone else was either glued to the football game or snoring in a recliner. We had no regrets, and I'm pretty sure we'd do it again.

But besides being a holiday when I had permission to indulge, thanksgiving was also a word my grandfather always incorporated at the end of his prayers: "And with thanksgiving, in Jesus' name, Amen." I always wondered why he used a word that made me think of cornucopias and construction-paper turkeys; but he had the Th.D. in our family, and I did not. So I knew he must have had a good reason.

Years later, I think I now understand. In that one word, he was saying "Thank You for giving." You, being God. From my grandfather's example, I see that thanksgiving was more than a one-day family gathering. It was and is a way of living, a daily act of expressing gratitude to our Maker who first gave to us.

At this time of year, I sit and think about when I last thanked God for giving me anything—let alone His son, Jesus Christ. I'm ashamed to admit that I don't remember. But I know that I want to make such gratefulness as prominent as the giant turkey on the table and see thanksgiving become a way of life. 

There's no better thanksgiving wisdom than that found in God's Word, specifically The Old One-Hundredth (Psalm 100). If you open your Bible and take a look at this passage, you'll see a notation under the heading: "A psalm. For giving thanks." 

Following that, there are many directives listed that can help us live our Thanksgiving: a) Make a glad sound to the Lord; b) Give worship to the Lord with joy; c) Come before Him with a song; d) Be certain that the Lord is God; e) Come into his doors with joy, and into his house with praise; f) Remember for the Lord is good … His mercy is never-ending … His faith is unchanging

Reflect on these today, and ask the Lord how He can help you really live your Thanksgiving each day of the year.

Here is your Thanksgiving Day challenge: take time to "live your Thanksgiving" and call or visit someone who is alone or having a hard time (for whatever reason) on this day.

by Laura MacCorkle, Crosswalk Senior Entertainment Editor

A verdadeira história do Natal

Ao entrar no Shopping ficamos deslumbrados com os efeitos produzidos pelas luzes, que apontavam diretamente para um imenso pinheiro enfeitado com caixas embrulhadas em papéis multicoloridos... Ao lado da árvore estava uma manjedoura com um boneco de uma criança, ao seu lado um casal... Um pouco mais distante, estavam alguns bonecos de homens trajados rudemente... Do outro lado do pinheiro havia uma casa toda coberta de pequenas lâmpadas, ao seu lado um trenó puxado por renas, e dentro da casa um homem vestido de vermelho, com longas barbas brancas... um gorro vermelho na cabeça... um saco vermelho nas costas. O quadro, ainda que confuso, trouxe-me à consciência o fato de que estamos às vésperas do Natal...

Sinceramente percebemos que cada ano que se passa as representações se tornam mais confusas, a ponto de o significado do Natal estar cada vez mais sendo esquecido em detrimento dos novos personagens que compõem esta nova história’: Papai Noel, Mamãe Noel, luzes, enfeites, presentes, comércio, banquetes... Então demos conta que no nascimento de Jesus, o Cristo, as circunstâncias também não eram diferentes... O fato que mudou a história da humanidade aconteceu na periferia de uma pequena vila, e os personagens mais próximos eram pastores de ovelhas, e alguns misteriosos reis do oriente... Nada de opulência! Nada de luzes! Nada de enfeites! Havia presentes, sim! O mais importante dos presentes! Aliás, o único que O Aniversariante continua esperando dos seres humanos: o LOUVOR!

O nascimento de Jesus Cristo é anunciado aos pastores em meio à música entoada por um coro angelical (Lucas 2.10-14). Particularmente, cremos que os anjos cantam para ensinar aos pastores que Jesus, o Cristo, é o Deus que merece toda Honra e todo Louvor. Os pastores aprenderam bem a lição... Não somente os pastores louvam a Jesus, como também os três reis-magos do oriente, que o fazem presenteando-O com ouro, incenso e mirra (Mateus 2.11), respectivamente símbolos da Realeza de Jesus (Apocalipse 17.14), do Sacerdócio de Jesus (Lucas 1.9; Hebreus 10.10-13), e da Sua morte propiciatória (João 19.39).

Então descobrimos o verdadeiro sentido do natal: Jesus nasceu! Seu nascimento é motivo de louvor, porque Ele é o Sacerdote que representa e intercede por todos os seres humanos da face da terra, em todas as eras, em todos os lugares, em todo o tempo, oferecendo-lhes gratuitamente o perdão dos pecados e a vida eterna. Jesus merece todo louvor, porque é Rei. Não um rei cujo trono se estende no mundo pelo poder da espada e da opressão! Não! Jesus é o Rei, cujo Reino está dentro dos corações dos que confessam Sua majestade e dão crédito às Suas palavras de Vida, Poder, Graça e Amor (Mateus 17.21). Contudo, Jesus também recebeu de presente a mirra... perfume utilizado nos rituais pós-morte... No nascimento de Jesus, prenuncia-se a Sua morte! O Sacerdote é ao mesmo tempo o próprio sacrifico; e no Seu sacrifício, o Rei estende Seu Reino Eterno sobre todas as culturas, línguas e nações...(Apocalipse 5.9).

É tempo de Louvor ao Único que merece toda a honra, toda a glória e toda a adoração!

Em Cristo!

Contribuição de Ézio Martins de Lima, rev.

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

Você sabia que existem "Quatro Leis Espirituais"

Assim como há leis físicas que governam o universo, há também leis espirituais que governam nosso relacionamento com Deus.

1ª Lei: "Deus ama você e tem um plano maravilhoso para sua vida"

O amor de Deus está expresso na Bíblia: "Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo o que nEle crê não pereça, mas tenha a vida eterna." (João 3:16)

Com respeito ao plano de Deus para a sua vida, Cristo afirma: "...Eu vim para que tenham vida e a tenham em abundância." Isso significa que Deus quer nos dar uma vida completa e com propósito e alvos claramente definidos. (João 10:10)

Se existem essas promessas de Deus para a humanidade, então por que a maioria das pessoas ainda não está experimentado essa "vida em abundância"? A resposta é porque existe uma 2ª lei.

2ª Lei: "O homem é pecador e está separado de Deus; por isso não pode conhecer nem experimentar o amor e o plano de Deus para sua vida."

Quem disse que todo homem é pecador é o próprio Deus: "Pois todos pecaram e carecem da glória de Deus" (Romanos 3:23)

O homem foi criado para ter um relacionamento perfeito com Deus, mas por causa de sua desobediência e rebeldia, escolheu seguir seu próprio caminho e seu relacionamento com Deus se desfez. Esse estado de independência de Deus, caracterizado por uma atitude de rebelião ou indiferença, é evidência do que a Bíblia chama de pecado.

Deus ama o homem, mas este é pecador e está separado de Deus. "Porque o salário do pecado é a morte..." Morte significa separação. Aqui o texto fala de uma separação espiritual de Deus.

Deus é santo e o homem é pecador. Um grande abismo separa os dois. O homem está continuamente procurando alcançar a Deus e a vida abundante, através de seus próprios esforços: vida reta, boas obras, religião, filosofias, etc. E aí ele não consegue encontrar o caminho, porque existe uma 3ª lei que nos mostra a única resposta para o problema dessa separação.

3ª Lei: "Jesus Cristo é a única solução de Deus para o homem pecador. Por meio dele você pode conhecer e experimentar o amor e o plano de Deus para sua vida."

Jesus Cristo morreu em nosso lugar. "Mas Deus prova o seu próprio amor para conosco pelo fato de ter Cristo morrido por nós, sendo nós ainda pecadores." (Romanos 5:8)

Jesus Cristo ressuscitou dentre os mortos. "...Cristo morreu pelos nossos pecados... foi sepultado e ressuscitou no terceiro dia, segundo as Escrituras, e apareceu a Pedro e depois aos Doze. Depois apareceu a mais de quinhentos..." (1 Coríntios 15:3-6)

Jesus Cristo é o único caminho. "Respondeu Jesus: Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vem ao Pai, a não ser por mim."(João 14:6)

Deus tomou a iniciativa de fazer uma ponte entre Ele e o abismo que nos separa dEle ao enviar seu filho, Jesus Cristo, para morrer na cruz em nosso lugar, pagando o preço de nossos pecados.

Mas ainda existe uma 4ª e última lei que precisamos obedecer para termos uma vida espiritual em abundância, deixando de sermos criaturas para sermos filhos de Deus.

4ª Lei: "Precisamos receber a Jesus Cristo como Salvador e Senhor, por meio de um convite pessoal. Só então poderemos conhecer e experimentar o amor e o plano de Deus para nossa vida."

Precisamos receber a Cristo. "Contudo, aos que o receberam, aos que creram em seu nome, deu-lhes o direito de se tornarem filhos de Deus." (João 1:12)

Como recebemos a Cristo? Recebemos a Cristo pela fé. "Pois vocês são salvos pela graça, por meio da fé, e isto não vem de vocês, é dom de Deus; não por obras, para que ninguém se glorie." (Efésios 2:8,9)

Também recebemos a Cristo por meio de um convite pessoal. Cristo afirma: "Eis que estou à porta e bato. Se alguém ouvir a minha voz e abrir a porta, entrarei..." (Apocalipse 3:20)

O que significa receber a Cristo? Receber a Cristo implica arrepender-se do pecado, significa deixar de confiar em nossa capacidade para nos salvar, crendo que Cristo é o único que pode perdoar nossos pecados.

Apenas saber que Jesus Cristo é o Filho de Deus e que morreu na cruz pelos nossos pecados, não é suficiente. É necessário receber a Cristo pela fé, por meio de uma decisão pessoal.

Em outras palavras, receber a Cristo, significa passarmos da Fase 1 para a Fase 2, na situação da nossa vida:

Fase 1 – Vida controlada pelo “EU”. Significa que eu mando na minha vida. Eu faço o que quero e da maneira que acho melhor. Com o "Eu" no centro da vida e Cristo fora da vida, os interesses são controlados pelo "Eu", geralmente causando discórdias e frustrações.

Fase 2 – Vida controlada por Cristo. Significa que Cristo manda na minha vida. Com Cristo no centro da vida e o "Eu" fora do centro, os interesses são controlados por Cristo, resultando em harmonia com o plano de Deus.

Agora, reflita:

Qual das duas situações representa melhor sua vida?

Qual delas você gostaria que representasse sua vida?

Do you already know the biggest and best Doctor in the universe?

The cure has always been one of our most pressing physical needs. Jesus healed all who came to Him, without exception, saved or not saved, since they had enough faith to believe that he could cure them. The most urgent need of those people was a divine touch in their bodies even before they can understand the salvation, and many times He healed their bodies before anything else!

Miracles still happen! God has transformed bodies that need a change. He is still the Great Doctor! He also says: "I am the Lord who heals you, who forgives all your iniquities, who heals all your diseases." (Ex. 15:26; Ps 103:3) He doesn't cure only some diseases, several, many or most, but all of them! God can heal anything!

He is your Heavenly Father; He loves you and answers your prayers! Actually, He is more willing to give cure to you than you receive it! God doesn't only can but want to cure you! He just begs you honor Him in faith believing in His Word and His promises. It's so simple! (I John 5:14-15, Heb 11:6)

Do you have faith in God and His love? Do you have personally knowledge of the Great Doctor? If not, receive Him and receive His healing power in your life now!

terça-feira, 23 de novembro de 2010

Você já conhece o maior e melhor médico do Universo?

A cura sempre foi uma de nossas necessidades físicas mais prementes. Jesus curou todos os que foram ter com Ele, todos sem exceção, salvos ou não salvos, desde que eles tivessem fé suficiente para acreditar que Ele podia curá-los. A necessidade mais urgente daquelas pessoas era um toque divino nos seus corpos, mesmo antes delas poderem entender a Salvação; e muitas vezes Ele curou os seus corpos antes de mais nada!

Milagres ainda acontecem! Deus ainda transforma corpos que precisam de uma mudança. Ele ainda é o Grande Médico! Ele ainda diz: “Eu sou o Senhor que te sara, que perdoa todas as tuas iniqüidades, e sara todas as tuas enfermidades.” (Ex. 15:26; Sl 103:3) Não cura só algumas, várias, muitas ou a maior parte, mas sim todas elas! Deus pode curar qualquer coisa!

Ele é o seu Pai Celestial, Ele ama você e responde às suas orações! Na verdade, Ele está mais disposto a dar do que você a receber! Deus não só pode como quer curá-lo! Ele só pede que você O honre com fé, acreditando na Sua Palavra e nas Suas promessas. É simples assim! (I Jo 5:14-15; Hb 11:6)

Você tem fé em Deus e no Seu Amor? Você pessoalmente já conhece o Grande Médico? Se não, receba-O e receba o Seu poder de cura na sua vida agora!

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

A Receita de Cura: Quem quer ser curado, ame!

No seu livro capitulo 59 o profeta Isaías nos diz que o que cura é o amor.
Não adianta orar, jejuar, se humilhar, odiar com devoção piedosa o inimigo, dedicar-se aos cultos de vigília e combate, ou qualquer outra coisa, pois, sem amor, nada terá proveito; posto que sem amor toda existência se torne doença.
O cenário que Isaías divisava era caótico. Um povo que vivia cheio de crenças e nenhuma fé. Oravam por contenda e para buscar diante de Deus alguma vantagem sobre o próximo em qualquer coisa ou área da vida. Por isto, diz o profeta, eles secaram.
Oravam e não eram respondidos. Jejuavam e apenas emagreciam... Buscavam vantagens, mas tornavam-se estéreis como um deserto. Suas obras viravam ruínas em seus próprios dias...
Enquanto isto, eles, em sua insegurança, buscavam exercer controle e poder sobre os outros. Por isto, prendiam, escravizavam, amarravam ao próximo ou o algemavam com cadeias de dependência ou de manipulação. Então, vem Deus e diz:
‘Se vocês pararem de orar a oração do ódio, da contenda e da disputa, e se ao invés disso dedicarem-se a soltar as ligaduras da impiedade e a quebrarem toda dependência que vocês criaram ou que venham a encontrar posta sobre o próximo; e se vocês ao invés de se vingarem, tratarem o inimigo com bondade; e se abrirem a própria alma confessando fraqueza com os fracos, e se não fugirem do encontro com o próximo, o semelhante — então, Eu digo: Eu estarei com vocês de tal modo que serei glória nas costas de vocês e luz adiante de vocês; e serei Aquele que nem mesmo os deixará pedir ou clamar, pois, antes que o façam Eu já terei respondido; e antes que gritem..., Eu mesmo me adiantarei e direi: Ei! Eu estou aqui!’
E mais: Deus diz: ‘Quando vocês começarem a curar o próximo e as relações de vocês com a vida, Eu mesmo curarei as doenças de vocês.’
Desse modo, diz o Senhor: ‘Quem quer ser curado, ame; pois, quem cuidar das coisas do amor, esquecendo-se de si mesmo, esse será curado no caminho, enquanto liberta e cura outros.’ Esta é a verdade do Evangelho de Deus para mim e para você!
Nele, que nos cura pelo exercício do amor,
Contribuição de Caio Fabio d´Araújo, rev

domingo, 21 de novembro de 2010

Faith and obedience come first! Then God answers prayers!

Throughout His Word, God has always sent the man to do something first before He helps man. God told Moses to strike the rock and then He would bring forth water (Ex. 17:6). When Jesus raised Lazarus from the dead, He said, "Take away the stone" (John 11:39). They expressed their faith in obedience! If we take this step of faith and if God's will, He will help us!

God likes to put our faith to the test. He likes to see if we believe in truth, and often only gives us answers after we have obeyed what He has told us or showed we should do. We have to take the step of faith, we must extend the hand of faith, we must obey God if we want to receive His blessings!

If we obey what we know God wants we do, then He will show us more truth, and when we obey, He will give us a little more. And, if we follow Him step by step, He will show us more His power.

We can’t be stopped waiting until God answers. We often have to simply take a step by faith, even if we do not see the ground where we set foot. You just have to hold the hand of God and He goes before you and guide you. Walking by faith is like that. Even if you can’t see anything in front of you, you only need to hold the hand of God! (2 Corinthians 5:7).

sexta-feira, 19 de novembro de 2010

Fé e obediência vêm primeiro! Depois Deus responde à oração!

Em toda a Sua Palavra, Deus sempre mandou o homem fazer algo primeiro antes de o ajudar. Deus disse a Moisés para ferir a rocha e que depois Ele faria a água brotar (Ex. 17:6). Quando Jesus ressuscitou Lázaro dos mortos, Ele disse: “Tirai a pedra!” (Jo. 11:39). Eles manifestaram a sua fé ao obedecerem! Se nós dermos esse passo de fé e se for a vontade de Deus, Ele irá nos ajudar!

Deus gosta de pôr a nossa fé à prova. Ele gosta de ver se acreditamos de verdade, e muitas vezes só nos dá respostas depois de termos obedecido ao que Ele já nos disse ou mostrou que deveríamos fazer. Nós temos que dar o passo de fé, temos que estender a mão da fé, temos que obedecer a Deus se quisermos receber as Suas bênçãos!

Se obedecermos ao que sabemos que Deus quer que façamos, então Ele vai nos mostrar mais verdade; e quando tivermos obedecido, Ele vai nos dar um pouco mais. E passo a passo, à medida que O seguimos, Ele nos mostrará cada vez mais seu poder.

Nós nem sempre podemos ficar esperando até que Deus responda. Muitas vezes temos que simplesmente dar um passo por fé, ainda que não vejamos o solo onde vamos pôr o pé. Você só tem que segurar firme a mão de Deus e Ele irá à sua frente e guiará você. Andar por fé é assim. Mesmo que não consiga ver nada à sua frente, você só precisa segurar a mão de Deus! (2 Cor. 5:7).

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

Put God to the test!

Put God to the test! Prove that He exists!

Maybe you're like many people who says don't believe in God, but who aren't really atheists. Maybe you just have not taken a final decision for not having had an opportunity to really know the Truth! But even if you have doubts and questions in your head or heart, that need answers to convince you, if you're sincere and really want to know the answers, if you really want to know God, He will show Himself to you!

Even if you do not believe in God or Bible, nor anything else, you can put God in a test tube and prove that He exists! And you're the test tube! You just have to put God within yourself and see what happens! If you just pray with sincerity, "God, if there is a God somewhere, show me! Express Yourself! "He will manifest! Once admit the possibility, you're giving God a chance and that's a little spark of faith, a seed of faith of the size of a mustard seed that begin to grow! God will honor such faith and let you see, feel and be aware of this test!

God loves faith! He loves us because we believe in Him! And once you believe, then He will manifest Himself in many ways so you will believe, not simply by faith, but He will manifest Himself to you, answering your prayers, performing miracles, and even changing your own life!

quarta-feira, 17 de novembro de 2010

Coloque Deus à prova! Prove que Ele existe!

Talvez você seja como muitas pessoas que dizem que não acreditam em Deus, mas que não são realmente atéias. Talvez você simplesmente ainda não tenha tomado uma decisão final por ainda não ter tido realmente uma oportunidade de conhecer a Verdade! Mas mesmo que tenha dúvidas e perguntas na sua cabeça ou coração, que precisam de respostas para você se convencer, se você for sincero e quiser realmente saber as respostas, se realmente quiser conhecer Deus, ele lhe mostrará!

Mesmo que não acredite em Deus, nem na Bíblia, nem em mais nada, você pode colocar Deus num tubo de ensaio e provar que Ele existe! E você é o tubo de ensaio! Você só tem que colocar Deus dentro de si e ver o que acontece! Se simplesmente orar com sinceridade: “Deus, se existe um Deus em algum lugar, mostre-me! Manifeste-Se!” Ele Se manifestará! Uma vez que admita a possibilidade, você está dando uma chance a Deus e isso é uma pequena faísca de fé, uma sementinha de fé do tamanho de um grãozinho de mostarda que começou a crescer! Deus honrará tal fé e deixará você ver, sentir e tomar conhecimento da prova!

Deus adora fé! Ele nos ama porque acreditamos n’Ele! E uma vez que você acredite, Ele então irá manifestar-Se de tantas formas que você não terá mais que acreditar simplesmente por fé. Ele Se manifestará a você respondendo às suas orações, fazendo milagres, e até mudando a sua própria vida!

A Loucura e a Fraqueza de Deus

“...aprouve a Deus salvar os que crêem pela loucura da pregação.”  (1 Coríntios 1.21)

Algumas pessoas acreditam ser possuidoras de uma sabedoria incomparável. Aos seus olhos estão acima de outros, pois parecem perceber o que ninguém percebe, calcular o que muitos jamais saberão; discernir o que outros insistem procurar. Homens e mulheres que têm explicação para tudo, lógica astuta e ceticismo desencorajador. Com suas palavras pretendem desvendar o mundo, seus mistérios e o seu futuro.

Há também aqueles que se apresentam como detentores de todo o poder. Parecem ser capazes de transformar o mundo, comprar as pessoas, realizar sonhos e transpor todas as barreiras da existência. Conquistar é o verbo preferido daqueles que estão no ápice. Não necessitam de auxílio, pois são suficientes em si mesmos.

Ao escrever aos coríntios o apóstolo Paulo parece desnudar aqueles que trazem consigo a soberba e a arrogância. Ele declara enfaticamente que “... a loucura de Deus é mais sábia do que os homens; e a fraqueza de Deus é mais forte do que os homens.” (1 Coríntios 1.25). Inversões e invenções divinas para colocar o ser humano no seu justo lugar.

Sabemos que os caminhos de Deus são outros, tantas vezes insondáveis e incompreensíveis. Seus conselhos, aparentemente loucos, estão repletos de prudência e bom senso. Confiáveis são todas as suas declarações. Suas escolhas seguem outros referenciais, muitos dos quais desprezíveis aos olhos humanos. Fracos, pobres esquecidos e excluídos são seus parceiros.

Bendita fraqueza. Santa loucura. Amado Deus!

Rev. Sérgio Andrade

How can I understand God?

You don’t need to understand God to love Him!

No one will ever fully understand God. It is impossible, so He says, "My ways are higher than your ways. As the heavens are higher than the earth, so are My ways higher than your ways and My thoughts than your thoughts. "(Isaiah 55:9) So, you should quit want to explain God! Stop trying to understand Him! Stop trying to understand how He works, how to deflate Him and how to analyze Him! Simply accept Him and accept His word by faith!

Jesus tried to simplify things by saying, "Except if you convert and become like child, you never enter the kingdom of heaven." (Matt. 18:3) A baby is a great illustration of that! A young child understands God better than most adults! Even before he learns to speak, he understands the love, the simplest and the deepest thing in the world! But which little baby understands her mother, her parents, how was he born and anything about life? He simply feels the love of his parents, accept it and get it!

It's all so simple that many people simply can't believe it! The God's Love, such as any parent's love, it's so simple! It's just a matter of faith. It is impossible to fully understand God and His Love, but it is possible to receive Him and love Him so much!

segunda-feira, 15 de novembro de 2010

Como posso entender Deus?

Você não tem que entender a Deus para poder amá-Lo!

Ninguém jamais conseguirá compreender totalmente a Deus. É impossível, pois Ele diz: “Os Meus caminhos são mais altos do que os vossos caminhos. Assim como os céus são mais altos do que a Terra, assim são os Meus caminhos mais altos do que os vossos caminhos, e os Meus pensamentos mais altos do que os vossos pensamentos.” (Is. 55:9) Então, desista de querer explicar Deus! Pare de tentar entendê-Lo! Pare de tentar entender como Ele funciona, desmontá-Lo e analisá-Lo! Simplesmente aceite-O e aceite a Sua Palavra por fé!

Jesus tentou simplificar a coisa, dizendo: “Se não vos converterdes e não vos fizerdes como meninos, de modo algum entrarei no Reino dos Céus.” (Mat. 18:3) Um bebê é uma ótima ilustração disso! Uma criancinha entende Deus melhor do que a maioria dos adultos! Até mesmo antes dela aprender a falar, ela entende o amor, a coisa mais simples e contudo a mais profunda do mundo! Mas qual bebezinho entende a sua mãe, seu pais, como ele nasceu e tudo sobre a vida? Ele simplesmente sente o amor deles, aceita-o e recebe-o!

É tudo tão simples que muitas pessoas simplesmente não conseguem acreditar! O Amor de Deus, como o amor de qualquer pai, é simples assim! É apenas uma questão de fé. É impossível entender totalmente a Deus e o Seu Amor. Mas é possível recebê-Lo e amá-Lo também!

sábado, 13 de novembro de 2010

Acreditar ou ser convencido

‘O homem natural não aceita as coisas do Espírito de Deus, porque lhe são loucura; e não podem entendê-las porque elas se discernem espiritualmente’ (I Co 2:14)

Você prefere acreditar na Bíblia ou ser convencido por ela? Na verdade, trata-se da mesma coisa! Nós somos convencidos a aceitar as reivindicações da Bíblia de que ela é a Palavra de Deus à medida que a lemos. Há muitas afirmações na Bíblia declarando que todas as palavras das Escrituras são palavras de Deus, ao mesmo tempo em que são palavras escritas por homens. Evidentemente, não quero dizer que cada palavra nas Escrituras foi falada de modo audível pelo próprio Deus, já que a Bíblia registra as palavras de centenas de pessoas diferentes, como o rei Davi e Pedro e até o próprio Satanás. Mas quero dizer que mesmo as citações de outras pessoas são relatos divinos do que elas disseram e, interpretadas corretamente em seus contextos, vêm a nós com a autoridade de Deus.

Mas uma coisa é afirmar que a Bíblia alega ser as palavras de Deus. Outra coisa é convencer-se de que essas afirmações são verdadeiras. Nossa convicção definitiva de que as palavras da Bíblia são palavras divinas vem apenas quando o Espírito Santo fala ao nosso coração nas palavras da Bíblia e por intermédio delas, dando-nos a segurança íntima de que essas são as palavras de nosso Criador falando conosco.

É importante buscarmos o Espírito Santo sempre e toda vez que vamos ler a Bíblia, porque aqueles em quem o Espírito de Deus está operando reconhecem que as palavras da Bíblia são palavras de Deus. Esse processo é bem análogo àquele pelo qual os que creram em Jesus souberam que suas palavras eram verdadeiras. Ele disse: ‘...as minhas ovelhas ouvem a minha voz; eu as conheço, e elas me seguem’ (Jo 10:27)

Então, aqueles que são ovelhas de Cristo ouvem as palavras de seu grande Pastor enquanto lêem as palavras das Escrituras e são convencidos de que essas palavras são de fato do seu Senhor. À medida que lemos as Escrituras nós ouvimos a voz do Criador falando-nos por intermédio das palavras das Escrituras; percebemos então que o livro que estamos lendo é diferente de qualquer outro, que é de fato um livro com as palavras do próprio Deus falando-nos ao coração. Leia a Bíblia!

quarta-feira, 10 de novembro de 2010

The safest place on Earth

By faith Noah, when warned about things not yet seen, in holy fear built an ark to save his family. By his faith he condemned the world and became heir of the righteousness that comes by faith. (Hebrews 11:7) Lucien Accad

As parents we like our children to be safe and to have the best training for a happy future. Too often, however, these wishes are according to human standards. Noah knew that obedience to God is the standard by which we can face the future in a positive way. He was able to perceive that the real danger came from a sinful society which is only interested in material benefits and which is predominantly selfish. The building of our boat has to become a family enterprise around the person of Jesus Christ. It is only in Him that we will find real safety.

Sometimes we, as a family, have been tempted to run away from Lebanon because of the war, assuming that other parts of the world would be safer for our family. But God's Word reminds us that our real security, happiness and future are in Christ and in obeying God's will.

The safest place on earth is still in the centre of His will. The most dangerous place is to be outside His will.

Um futuro melhor

Diante das dificuldades que enfrentamos nos dias atuais, nosso coração pode ser levado ao abatimento. Temores e dúvidas encontram habitação em nosso interior, levando-nos para lugares sombrios, úmidos e repletos de perigos.

Neste cenário, somos convidados para abrir os ouvidos e atender ao que diz o profeta Jeremias: “Quero trazer à memória o que me pode dar esperança.”(Lamentações 3.21). Noutras palavras, aquele homem de Deus, afirmou: “preciso olhar para trás e ver o que Deus já fez em minha vida, o que já aprendi sobre o significado da existência e os compromissos que Ele firmou comigo.”

Jeremias estava certo. Quando lançamos nossos olhos para o passado reafirmamos algumas certezas. Inicialmente, reconhecemos que de uma forma ou de outra, Deus sempre esteve ao nosso lado. Nos dias difíceis, nas tormentas, nos desafios e nas perdas, através da presença do Espírito Santo, Ele se colocou ao nosso lado concedendo-nos paz e consolação.

Em segundo lugar, a história de Deus entre nós confirma que sua Palavra é verdadeira e que Ele não mente. Tudo o que Deus disse através de homens e mulheres tem revelado profundidade, coerência e esperança. Alianças e compromissos divinos forneceram e continuam a fornecer vitalidade àqueles que O amam.

Finalmente, consideramos fundamental dizer que o Senhor da história tem escolhido homens e mulheres como instrumentos abençoadores de outras vidas. Basta olhar para os dias que se foram e perceber que Deus levantou pessoas para agir e transformar as realidades, concedendo uns aos outros gestos e palavras de coragem, pois o futuro será melhor.

Rev. Sérgio Andrade

segunda-feira, 8 de novembro de 2010

Sê forte e corajoso! Enfrente o perigo!

Todas as vezes que nos deparamos com problemas em nossa vida, observamos o quanto somos frágeis. As alegrias se vão e só fica a verdade de que somos impotentes para lidar com adversidades que surgem no decorrer de nossa existência. Deus nos deixa lições interessantes em sua criação para nos mostrar o contrário, que o homem foi criado forte e que essa força é sempre adquirida e absorvida dessas situações adversas.

Você conhece uma árvore chamada Carvalho? Pois é, essa árvore é usada pelos botânicos e geólogos como um medidor de catástrofes naturais do ambiente. Quando querem saber o índice de temporais e tempestades ocorridas numa determinada floresta, eles observam logo o carvalho (existindo no local, é claro), que naturalmente é a árvore que mais absorve as conseqüências de temporais. Quanto mais temporais e tempestades o carvalho enfrenta, mais forte ele fica! Suas raízes naturalmente se aprofundam mais na terra e seu caule se torna mais robusto, sendo impossível uma tempestade arrancá-lo do solo ou derrubá-lo!

Mas não pense que os cientistas precisam fazer essas análises todas para saber isso! Basta apenas eles olharem para o carvalho. Por absorver as conseqüências das tempestades, a robusta árvore assume uma aparência disforme, como se realmente tivesse feito muita força. Muitas vezes uma aparência triste! Cada tempestade para um carvalho é mais um desafio a ser vencido e não uma ameaça! Numa grande tempestade, muitas árvores são arrancadas, mas o carvalho permanece firme!

Assim somos nós. Devemos tirar proveito das situações contrárias à nossa vida e ficar mais fortes! Um pouco marcados. Muitas vezes com aparência abatida, mas fortes!!! Com raízes bem firmes e profundas na terra! Podemos, com isso, compreender o que o nosso Pai maravilhoso quis nos ensinar, quando disse que podemos todas as coisas naquele que nos fortalece. E também a confiança do rei Davi quando cantou: "Ainda que eu andasse pelo vale da sombra da morte eu não temerei mal algum, porque Tu estás comigo..." Por isso quando olhar pela janela o lindo alvorecer, lembre-se de que não há temor com os infortúnios do dia, porque Deus está contigo! Ele o protegerá!

Se você está passando por lutas muito grandes por estes dias, pense que (como o carvalho)...é só mais uma tempestade que o tornará mais forte, segundo aquele que nos arregimentou!

Saúde, Paz, Amor e Muito Sucesso!

Autor desconhecido

domingo, 7 de novembro de 2010

Deus ainda fala com as pessoas?

Um jovem foi para o estudo da Bíblia numa noite de quarta-feira. O pastor dividiu entre ouvir a Deus e obedecer a palavra do Senhor. O jovem não pode deixar de querer saber se "Deus ainda fala com as pessoas?". Após a pregação ele saiu para um café com os amigos e eles discutiram a mensagem. De formas diversas eles falaram como Deus tinha conduzido suas vidas de maneiras diferentes.

Era aproximadamente dez horas quando o jovem começou a dirigir-se para casa. Sentado no seu carro, ele começou a pedir "Deus! Se ainda falas com as pessoas, fale comigo. Eu irei ouvi-lo. Farei tudo para obedecê-lo". Enquanto dirigia pela rua principal da cidade, ele teve um pensamento muito estranho: "Pare e compre um galão de leite". Ele balançou a cabeça e falou alto "Deus é o Senhor?". Ele não obteve resposta e continuou dirigindo-se para casa. Porém, novamente, surgiu o pensamento "compre um galão de leite". O jovem pensou em Samuel e como ele não reconheceu a voz de Deus, e como Samuel correu para Eli. "Muito bem, Deus! No caso de ser o Senhor, eu comprarei o leite".

Isso não parece ser um teste de obediência muito difícil. Ele poderia também usar o leite. O jovem parou, comprou o leite e reiniciou o caminho de casa. Quando ele passava pela sétima rua, novamente ele sentiu um pedido "Vire naquela rua". Isso é loucura, pensou e, passou direto pelo retorno. Novamente ele sentiu que deveria ter virado na sétima rua. No retorno seguinte, ele virou e dirigiu-se pela sétima rua. Meio brincalhão, ele falou alto "Muito bem, Deus. Eu farei". Ele passou por algumas quadras quando de repente sentiu que devia parar. Ele Brecou e olhou em volta. Era uma área misto de comércio e residência. Não era a melhor área, mas também não era a pior da vizinhança. Os estabelecimentos estavam fechados e a maioria das casas estavam escuras, como se as pessoas já tivessem ido dormir, exceto uma do outro lado que estava acesa.

Novamente, ele sentiu algo, "Vá e dê o leite para as pessoas que estão naquela casa do outro lado da rua". O jovem olhou a casa. Ele começou a abrir a porta, mas voltou a sentar-se. "Senhor, isso é loucura. Como posso ir para uma casa estranha no meio da noite?". Mais uma vez, ele sentiu que deveria ir e dar o leite. Finalmente, ele abriu a porta, "Muito Bem, Deus, se é o Senhor, eu irei e entregarei o leite àquelas pessoas. Se o Senhor quer que eu pareça uma pessoa louca, muito bem. Eu quero ser obediente. Acho que isso vai contar para alguma coisa, contudo, se eles não responderem imediatamente, eu vou embora daqui".

Ele atravessou a rua e tocou a campainha. Ele pôde ouvir uma barulho vindo de dentro, parecido com o choro de uma criança. A voz de um homem soou alto: "Quem está aí? O que você quer?". A porta abriu-se antes que o Jovem pudesse fugir. Em pé, estava um homem vestido de jeans e camiseta. Ele tinha um olhar estranho e não parecia feliz em ver um desconhecido em pé na sua soleira. "O que é? ". O jovem entregou-lhe o galão de leite. "Comprei isto para vocês". O homem pegou o leite e correu para dentro falando alto. Depois, uma mulher passou pelo corredor carregando o leite e foi para a cozinha. O homem seguia-a segurando no braços uma criança que chorava. Lágrimas corriam pela face do homem e, ele começou a falar, meio soluçando "Nós oramos. Tínhamos muitos contas para pagar este mês e o nosso dinheiro havia acabado. Não tínhamos mais leite para o nosso bebê. Apenas orei e pedi a Deus que me mostrasse uma maneira de conseguir leite". Sua esposa gritou lá da cozinha: "Pedi a Deus para mandar um anjo com um pouco... Você é um anjo?

O jovem pegou a sua carteira e tirou todo dinheiro que havia nela e colocou-o na mão do homem. Ele voltou-se e foi para o carro, enquanto as lágrimas corriam pela sua face. Ele experimentou que Deus ainda responde os pedidos.

Você tem 24h por dia, gasta com muitas coisas. Quanto tempo você leva para parar um pouquinho e ouvir Deus?

Autor desconhecido

sábado, 6 de novembro de 2010

Jesus, supreme love

Go, and from now on sin no more!

Jesus stood up and said to her, Woman, where are those your accusers? Has no one condemned you? She said, No one, Lord! And Jesus said: Neither do I condemn you; go, and from now on sin no more (John 8:10-11).

Jesus is the supreme expression of God's love for mankind (I John 4:8-9). Jesus came not to condemn the World but to save its inhabitants of the eternal death, offering those who believe in Him an abundant life on earth, without guilt, and the way to eternal life filled with happiness, joy and peace.

The legalistic hypocrites, who seem perfects but they aren’t, because they don't show the love in their attitudes, they wanted to test whether Jesus was really good as well as He was preaching, placing him in a tricky situation: if He had condemned the woman, He would not show love. If He had absolved her, He would be disregarding the law and therefore could be sentenced to die too. Jesus wisely escaped the trap (John 8:7-9).

Until now, such as before, this conviction exists: Take the case of Iranian Sakineh, 43, mother of two, condemned to death by stoning in 2006 for allegedly having had sex with two men after the death of her husband. The World is moved by her situation.

God is love! We found only in Christ the mercy which is lacking in us. However, the love and the God's forgiveness don't frees us to suffer the consequences of our sin. If we transgress the law, we are subject to penalties. Likewise, if we don't repent and remain in the transgressions of the God's commandments, we are subject to condemnation and eternal death. That's why Jesus said to that woman, with great expression of love, but also with an important recommendation of life change: "Neither do I condemn you; go, and from now on sin no more!" How is your life in God?

sexta-feira, 5 de novembro de 2010

Jesus, supremo amor

Vai e não peques mais!

Erguendo-se Jesus e não vendo a ninguém mais além da mulher, perguntou-lhe: Mulher, onde estão aqueles teus acusadores? Ninguém te condenou? Respondeu ela: Ninguém, Senhor! Então, lhe disse Jesus: Nem eu tampouco te condeno; vai e não peques mais. (João 8:10-11)

Jesus é a expressão do supremo amor de Deus para com a humanidade (I João 4:8-9). Jesus não veio para condenar o mundo, mas para salvar os seus habitantes da morte eterna, oferecendo, àqueles que crêem, uma vida terrena abundante, sem culpa e o caminho para uma vida eterna repleta de alegria, gozo e paz.

Os legalistas hipócritas, que aparentam ser perfeitos mas não são, pois não demonstram amor em suas atitudes, queriam testar se Jesus realmente era bondoso como tanto pregava, colocando-o numa situação complicada: se condenasse a mulher, não demonstraria amor; se a absolvesse, estaria descumprindo a lei e portanto poderia ser condenado a morrer também. Jesus sabiamente escapou da armadilha. (João 8:7-9)

Até hoje, esse tipo de condenação existe: Vejam o caso da iraniana Sakineh, 43 anos, mãe de dois filhos, condenada à morte por apedrejamento em 2006 por supostamente ter mantido relações sexuais com dois homens após a morte de seu marido. O mundo todo se comoveu com a situação dela.

Deus é amor! Só nEle encontramos a misericórdia que tanto falta em algumas pessoas que fazem apologia à violência e à revolta. Entretanto, o amor e o perdão de Deus não nos livra de sofrermos as conseqüências do nosso pecado. Se transgredimos a lei, estamos sujeitos às penalidades. Da mesma forma, se não nos arrependemos e permanecemos nas transgressões dos mandamentos Divinos, estamos sujeitos à condenação e à morte eterna. Por isso Jesus disse àquela mulher, com expressão de grande amor, mas também de importante recomendação de mudança de vida: “Nem eu tampouco te condeno; vai e não peques mais!” Como está sua vida com Deus?

quarta-feira, 3 de novembro de 2010

When you don’t know where you're going...

The God’s Word is like a map that helps us find our way in life!

Just as you should not make a trip without a map or GPS, also should not try to find your own path in life.

When you travel by road, you can only see what is around you each moment. But if you look at the map and have faith in it, you can also see where the road began, regardless of where you started. And even if you've never gone to its final destination or traveled this road before, you may wonder where the road is going and where it should end. But if you do not spend time studying the map, you can lose a lot of time or even completely destroy your chances of getting to your destination!

Today, we have the GPS tells us where we should turn left or right. Amazing how this little device leaves us exactly where we are going.

Just as you should see the map or hear the GPS, believing they are true and follow them to get where you're going, if you accept the God’s Word, hear His voice, believe in His commandments and listen to His commands, you’ll go to heaven (when you die, of course), surely! Without fail!

Quando você não sabe para onde vai...

A Palavra de Deus é como um mapa que nos ajuda a encontrar o caminho na vida!

Da mesma maneira que você não deveria fazer uma viagem sem um mapa ou um GPS, também não deveria tentar encontrar sozinho o seu caminho na vida.

Quando você viaja por uma estrada, só consegue ver o que está à sua volta a cada momento. Mas se olhar no mapa e tiver fé nele, também pode ver onde é que a estrada começou, independente de onde você começou. E mesmo que você nunca tenha ido até ao seu destino final nem viajado por essa estrada antes, você pode saber aonde a estrada está indo e onde ela deve terminar. Mas se não passar algum tempo estudando o mapa pode perder um montão de tempo ou até aniquilar completamente as suas chances de conseguir chegar ao seu destino!

Hoje em dia, temos o GPS que diz para nós onde devemos virar à esquerda ou à direita. Incrível como esse aparelhinho nos deixa exatamente no local onde queremos chegar.

Assim como você deve consultar o mapa ou ouvir o GPS, acreditar que são verdadeiros e segui-los para chegar onde está indo, se você aceitar a Palavra de Deus, ouvir a Sua voz, acreditar nos seus mandamentos e ouvir os seus comandos, você vai para no céu (quando você morrer, é claro!), com toda certeza! Sem falha!Basta seguir o Livro-mapa ou ouvir a Voz-GPS e você saberá para onde está indo. Deus vê tudo! E Ele sabe exatamente de onde você veio e onde você está neste momento. Ele sabe também para onde você está indo! E você? Sabe? Você pode saber! É só querer!

terça-feira, 2 de novembro de 2010

A Ressurreição de Lázaro

“Declarou-lhe Jesus: Teu irmão há de ressurgir. Eu sei, replicou Marta, que ele há de ressurgir na ressurreição, no último dia. Disse-lhe Jesus: Eu sou a ressurreição e a vida. Quem crê em mim, ainda que morra, viverá; e todo o que vive e crê em mim não morrerá, eternamente. Crês isto?” (João 11:23-26)

Quatro dias antes, Jesus havia dito aos discípulos em Jerusalém que Lázaro estava dormindo, usando o termo como um eufemismo para a morte. Na época de Jesus, morte e sepultamento ocorriam no mesmo dia, por causa do clima quente. Jesus, provavelmente, tenha começado sua jornada até Betânia no dia seguinte ao do falecimento e enterro de Lázaro. Quando Jesus chegou a Betânia, Lázaro já deveria estar há quatro dias no túmulo. A tradição judaica ensinava que a alma ficava rondando o corpo do morto durante três dias, na esperança de poder voltar. Embora essa crença não passasse de mera superstição, muita gente acreditava nela, e o fato de Lázaro estar há quatro dias morto, não deixava dúvida na mente dos judeus de que sua ressurreição tinha sido um milagre inquestionável realizado por Jesus.

Quando Jesus disse a Marta que seu irmão, Lázaro, ressuscitaria, Marta pensou que ele estava falando sobre a futura ressurreição dos mortos, que ocorrerá no final dos tempos. Jesus, no entanto, identificou-se como sendo a ressurreição e Marta demonstrou grande fé ao reconhecer que Jesus tinha poder sobre a morte. Jesus sofreu profunda angústia no espírito, vendo o choro daquelas irmãs, pois seu coração estava cheio de indignação contra o pecado, causador do sofrimento e da morte. Obviamente, num sinal de notável humanidade, Jesus se comoveu com a morte de seu amigo Lázaro e chorou.

O fato de Jesus ter ressuscitado Lázaro dentre os mortos promoveu a conversão de muitos judeus. Eles creram que Jesus é a esperança de solução para um mal que não tem solução humana. Nesse dia de finados, podemos renovar a certeza de que a ressurreição de nossos entes queridos acontecerá no último dia, pois todo aquele que crê em Jesus, ainda que morra, viverá; e todo o que vive e crê em Jesus não morrerá, mas terá a vida eterna. Crês isto?

segunda-feira, 1 de novembro de 2010

Novo governo eleito: E agora?

Agora que acabaram a eleições e sabemos o seu resultado, muitas pessoas devem estar perguntando: E agora? O que vai ser de nós? A resposta é: Não sabemos o que nos aguarda no futuro, mas sabemos Quem guarda o futuro. Portanto, devemos nos apegar a Ele.

"Cheguei-me ao homem no portão do futuro, e pedi-lhe: 'Dá-me uma luz para eu ver o meu caminho.' Mas ele respondeu: 'Dá a tua mão a Deus, e Ele será para ti mais do que uma luz e melhor do que um caminho conhecido!'"

As coisas que precisamos saber Ele nos diz, e às vezes as coisas que queremos saber Ele nos diz, mas a maior parte das vezes Ele cobre o futuro com um véu de modo que apenas Ele o conhece. E isso é uma coisa que realmente ajuda a nos manter perto do Senhor!

Ele prometeu que nunca nos deixaria nem nos desampararia, pois "Eis que", diz Ele, "Eu estou convosco todos os dias até à consumação dos séculos!" (Mat. 28:20) E Ele nos deu a tocha da Sua Palavra para nos mostrar para onde o caminho nos leva. Podemos sempre iluminar o caminho à nossa frente com a Luz da Palavra de Deus, pois as Escrituras dizem: "Lâmpada para os meus pés é a Tua Palavra, e Luz para o meu caminho." (Sal. 119:105)

Lembrem do corinho: "Muitas coisas sobre o futuro não entendo muito bem, mas Quem cuida do futuro, tem a minha mão também!" "Se com uma voz mansa e delicada, Ele me chama por caminho desconhecido, eu respondo com a minha mão na Sua: "Para onde Tu fores irei Contigo!"

Portanto, não nos preocupemos com o novo governo, porque Deus está no controle de tudo! Agarre-se a Ele!