terça-feira, 31 de agosto de 2010

Boa Notícia

"O justo não temerá más notícias; seu coração está firme, confiante no Senhor." Sl 112.7

"Muitos reclamam que os meios de comunicação só trazem más notícias. Todo dia somos informados de tragédias, violência, previsões alarmantes quanto ao planeta, guerras e mortes. Ninguém gosta de só receber este tipo de informação.

Acabe, rei de Israel, odiava um profeta porque este nunca trazia boas notícias. Quatrocentos profetas disseram que o rei deveria ir à guerra e apenas Micaías foi contrário, sendo por isso desprezado por todos. Apesar de ser minoria absoluta, foi a profecia dele que se cumpriu e Acabe morreu naquela guerra. Em sua agonia, o rei deve ter lembrado do conselho que não ouviu, pois preferiu as profecias favoráveis a ele. A Bíblia diz que Acabe usou sua vida para fazer o que o Senhor reprova (...) (1Rs 21.25), e nem mesmo quando Deus avisou que ele morreria, deu atenção ao Senhor.

Esta história nos ensina que não podemos desprezar as más notícias simplesmente porque não nos agradam. Por exemplo, precisamos admitir que a vida cristã não é o 'mar de rosas' que alguns pregam por aí: bênçãos, saúde, prosperidade... Seguir Cristo inclui sofrimentos, renúncias, desprezo, ser tachado de ignorante ou ingênuo por crer em algo que não se pode ver ou provar cientificamente. Além disso, quem não teme a Deus constantemente nos lembra de que não estamos 'aproveitando a vida'. Não é muito fácil ser minoria neste mundo e resistir aos apelos de fazer 'o que todo mundo faz'.

Mas também há boas notícias para os cristãos. O fiel ganhará sua recompensa na vida eterna e também nesta vida: a bênção de viver debaixo da proteção do Senhor, ser moldado e usado por ele, receber seu perdão e sustento, além de tantas provas de seu amor que recebemos a cada dia. Para de seguir o mundo e ouça o que Deus diz. Se as notícias forem boas ou más não precisamos temer, pois ele estará conosco. Nenhuma notícia supera esta: Deus está no controle de tudo e nos ama."

Pão Diário

Eu Posso Ter Paz!

Apesar de tudo que está acontecendo comigo, lá fora, ao meu redor, eu posso ter paz aqui dentro, no meu coração, com o Príncipe da Paz: Jesus.

Jesus nunca dorme! Ele está sempre vigiando. Ele sabe quantos (poucos) fios de cabelo eu tenho! Tudo está nas mãos d'Ele. 'Ele guarda a minha alma na fenda da Rocha, que dá sombra a uma terra de sequidão. Ele me guarda nas profundezas do Seu amor, e ali me protege com a Sua mão!'

O Senhor pode me proteger, não importa onde eu esteja! E se Ele decidir que acha melhor me levar para Casa, para o Céu, em vez de cuidar de mim, então, de um jeito ou de outro eu saio ganhando! 'Porque a nossa vida está escondida com Cristo, em Deus', e 'Tu conservarás em perfeita paz aquele cuja mente está firme em Ti porque ele confia em Ti.' (Col.3:3; Is. 26:3)

É Ele quem me dá paz nesse momento tão difícil pelo qual estou passando, com a perda de um ente querido. É Ele que me ajuda. N'Ele está a minha confiança. Eu preciso confiar n'Ele, em Jesus, que é o alicerce mais firme no mundo! 'Seguro nos braços de Jesus, seguro no Seu peito manso! Ali sinto feliz!, ali encontro descanso!

domingo, 29 de agosto de 2010

Obrigado, Senhor, pelas lágrimas

‘Não se turbe o vosso coração, credes em Deus, crede também em mim’ Jesus Cristo (João 14:1)

Obrigado, Senhor, pelas lágrimas: elas ajudam a lavar os nossos olhos e o nosso coração, limpam a nossa mente e clareiam os nossos pensamentos.

Hoje completa três dias que Deus ceifou a vida de meu amado irmão. A morte dele foi uma grande tragédia, a ponto que comover boa parte da sociedade brasiliense! Para Deus isso não importa, pois seja como for, morte significa separação do corpo! O importante para o Soberano é não passarmos pela morte da alma – a segunda morte, pois essa significa separação eterna da presença do Todo Poderoso. E pela segunda morte meu irmão não passará, pois ele era um homem temente a Deus, íntegro, honesto e trabalhador!

Porém, isso nos trouxe momentaneamente grande tristeza. Os gregos diziam que a tristeza servia para purificar e edificar, e trazia à luz os verdadeiros motivos e os verdadeiros valores. Graças a Deus que nos faz passar por algumas provas e sofrimentos, para fazer brotar a doçura e o que há de melhor em nós.

É como se uma mão gigantesca espremesse um favo fazendo o mel sair. Como Moisés quando bateu na rocha: isso feriu a rocha, mas dela brotou água! Como uma linda flor apertada e esmagada, mas dela sai o perfume! Como a linda música que sai da garganta do pássaro: quase parece que ele está sofrendo, mas o que sai é uma canção. Nós aprendemos muito através da tristeza, e algumas das lições mais preciosas que o Senhor nos ensina vêm de experiências difíceis e penosas.

‘Ele me dá alegria para a minha tristeza. Dá-me amor que afasta o temor. Ele me dá o sol na escuridão e beleza por cinzas, meu irmão!’ ‘Oh alegria que me buscas no sofrimento, abro a Ti o meu coração. Vejo o arco-íris na chuva e no vento, e na promessa encontro alento, que amanhã as lágrimas cessarão’.

terça-feira, 24 de agosto de 2010

Antes de você nascer, Deus planejou um futuro pra você!

"Antes de você nascer, Deus já tinha planejado um futuro prá você" André Valadão
Mas agora, assim diz o SENHOR, que te criou, ó Jacó, e que te formou, ó Israel: Não temas, porque eu te remi; chamei-te pelo teu nome, tu és meu. (Isaías 43.1)
O povo de Israel estava passando por momentos complicados. Eles estavam desanimados com tantas lutas, com inimigos por todo lado. O mundo, no qual eles viviam, era um mundo estranho, sendo rejeitados pelos povos vizinhos. No momento em que pensavam em desistir de tudo, vem o profeta Isaías e lembra-lhes quem eles são, como foram formados, e que Deus os havia chamado para serem bênçãos.
Quantas vezes pensamos desistir de tudo! As lutas ficam grandes demais e já não temos tanto fôlego para continuar a jornada. No calor da batalha do dia dia, esquecemos das promessas de Deus e começamos a fraquejar. Já não temos tanto tempo para ler a Palavra de Deus e buscar força na sua presença. Isso também acontece no nosso ministério, no chamado que temos para trabalhar no Reino de Deus.
Mas “assim diz o SENHOR, que te criou, e te formou desde o ventre, e que te ajuda: Não temas, ó Jacó, servo meu, ó amado, a quem escolhi.” (Isaías 44.2) Se você está pensando em desistir, lembre-se que você é escolhido, antes mesmo de ter sido gerado. Você foi chamado para servir ao Senhor! Para adorá-lo e ser uma testemunha viva neste mundo tenebroso! Você foi remido pelo sangue do Cordeiro, que te chamou pelo seu nome, e hoje você é dele! Portanto, não desista nunca! Sê forte e corajoso, em Cristo!

domingo, 22 de agosto de 2010

Se não tiver amor,nada que eu faça resolve!

‘Ainda que eu fale as línguas dos homens e dos anjos, se não tiver amor... ’ (1 Cor. 13:1)

Você pode ler a Bíblia várias vezes, mas se a sua leitura não for vivificada pelo Espírito, não vai adiantar nada! Você pode ser o maior sábio do mundo, mas se não expressar o amor na sua sabedoria, isso não adianta nada. Você pode ter todos os dons do Espírito, mas sem amor eles não têm sentido nenhum! Você pode ser um perito no seu campo, mas se você não manifesta o Amor de Deus, então é tudo em vão! O amor é a coisa mais importante!

É importante ser fiel no seu trabalho, desempenhá-lo como um bom soldado e trabalhar arduamente, mas tem que ser com amor, sem murmurações! Se você não tiver amor e não demonstrar esse amor às pessoas, principalmente àquelas que estão próximas a você, ou seja, ao seu próximo, então aos olhos do Senhor as suas boas obras não valem nada!

O que é que prova que nós somos seguidores do Senhor? É o Amor! Jesus disse: ‘Nisto conhecerão todos que sois meus discípulos: se tiverdes amor uns aos outros.’ (João 13:35) Ele disse: ‘O meu mandamento é este: Que vos ameis uns aos outros, assim como eu vos amei.’ (João 15:12) E Jesus Cristo nos amou demais, a ponto de morrer por nós! Ele ordenou que nós, os seus seguidores, nos amássemos uns aos outros! Então ame! Amém?

sábado, 21 de agosto de 2010

The Power of Imitation

"Therefore I urge you, imitate me." 1 Corinthians 4:16

We are masters at imitation. Whether we are copying someone else or they are copying us, we are continually being influenced and adapting our personality to the conformity of others. We may not realize that the things we do or wear or say is a result of imitating someone or something in our culture.

Paul understands these issues when he says to the Corinthians "imitate me." They were living in the world and enjoying being of the world. Paul knew that they needed a living example to follow. He became their example, a real person from whom to watch and to learn. Paul also knew that their only hope was in Jesus. He was the One they must ultimately learn to imitate.

Second Corinthians 4:18 says that "we do not look at the things which are seen, but at the things which are not seen. For the things which are seen are temporary, but the things which are not seen are eternal." Our focus should only be on Jesus Christ our Savior. This world and all that is in it will someday be gone. Where will you be when this happens? Do you choose your friends wisely, those who set the example in Christ as Paul did? Or are you influenced more by the world's temporary offerings, instead of Christ's eternal promises? How accountable are you to set godly examples for those who are imitating you? Ask the Lord to help you become the role model and example that He wants you to be for others. His Holy Spirit will guide you in this role.

sexta-feira, 20 de agosto de 2010

Onde Está a Segurança?

“Tu me cercaste por detrás e por diante, e puseste sobre mim a tua mão.” (Salmos 139:5)

Este salmo fala-nos, em linguagem poética e figurativa, da onisciência, da onipresença e da onipotência de Deus. Estes divinos atributos contêm infinita consolação para os crentes.

Hoje o mundo carece de segurança. As pessoas vivem temerosas de tudo e não conseguem confiar em seus colegas de trabalho, em seus vizinhos e até mesmo em seus parentes! Há os que vivem em paranóia e desconfiam da própria sobra. O que mais se vê são cercas rodeando as casas e muitos vivem atrás das grades, sem ter cometido crime algum.

Mas o cristão não vive assim. Pelo menos não tem motivo pra isso. A Palavra de Deus é o nosso consolo quando diz que os anjos de Senhor acampam-se ao redor dos que O temem e os livra. Deus é soberano sobre todas as coisas e a sua fidelidade é grande! Ele jamais nos desamparará!

Portanto, quando você for tentado pelo medo, lembre-se que maior é Aquele que está em nós. Ao contrário do que pode pensar a maioria das pessoas, a nossa segurança está no Senhor e somente nEle podemos confiar!

quinta-feira, 19 de agosto de 2010

A solidão se cura com a Solitude! Experimente!

“Não consigo dormir; pareço um pássaro solitário no telhado”. (Salmos 102.7)
A solidão é uma visita indesejável. Ela dá vazão ao medo e nos incomoda muito quando, em vez de dormirmos, ficamos acordados pela madrugada. Entretanto, quando decidimos ficar sozinhos para meditar, a solidão muda de nome. Ela se transforma em solitude. Solitude é estar só, mas não solitário, com plena capacidade de estar em comunhão consigo mesmo e com Deus.
Se alguém não consegue estar em solitude, possivelmente sofrerá o terrível mal da solidão. Solidão existencial é a crise do ser humano diante de si mesmo. É a nossa incapacidade de lidar com aquilo que nos é peculiar.
A cura para solidão existencial é dar sentido à existência. Damos sentido à existência quando reconhecemos que precisamos buscar a presença de alguém que nunca se faz ausente. Esse alguém é Deus, na pessoa de seu Filho Jesus Cristo, que disse aos seus discípulos: “eis que estou convosco todos os dias até a consumação dos séculos” (Mateus 28.20). À medida que nos entregamos totalmente ao senhorio de Jesus, Ele se faz presente conosco, não importa o que estamos vivenciando. Por isso Davi orou confiadamente: “Ainda que eu ande pelo vale da sombra da morte, não temerei mal nenhum, porque Tu estás comigo...”. (Salmos 23.4)
Troque sua solidão pela solitude. Peça a Jesus para inundar seu coração com a Sua doce e poderosa presença.

terça-feira, 17 de agosto de 2010

A Igreja em Sua Casa

Romanos 16:5 - Saudai também a igreja que está em sua casa. Saudai a Epêneto, meu amado, que é as primícias da Acáia em Cristo.

Na longa lista de saudações finais, na carta aos Romanos, Paulo agradece a Priscila e a Áquila. E acrescenta: “Saudai também a igreja que está em sua casa “(Romanos 16:5).

Templo virou sinônimo de igreja. E chegamos ao ponto de alguns acreditarem que igreja é a congregação dos crentes que se reúne nos templos. Neste contexto, usamos expressões como “ir à igreja” e “a igreja me fez bem”.

No ensino bíblico, igreja nem é prédio, nem instituição. Paulo ensina que a igreja é o corpo de Cristo e que cada crente é parte integrada do corpo. Nas cartas do Apóstolo sempre há referências às igrejas “na casa de...”.

Segundo o ensino bíblico, a igreja se reúne mais vezes em nossa casa, do que no templo. Quando uma família cristã aprende esta verdade, sua casa se transforma em um dos vários templos da “igreja local”. Lares que cultivam a “igreja em sua casa” alimentam-se do corpo de Cristo todos os dias, ao invés de apenas nos domingos.

Autor Olavo Feijó

segunda-feira, 16 de agosto de 2010

Um Banquete em Casa

Cânticos 2:4 - Levou-me à casa do banquete, e o seu estandarte sobre mim era o amor.

Uma coisa que prezo bastante em casa é o fazer as refeições em família. Pago um preço alto enfrentando trânsito nas poucas horas que tenho só para almoçar e ter um momento com minha esposa e filhos.

Este é o momento para a família estar à mesa, unidos, em oração e ação de graças, diante do Senhor. Participar do banquete juntos é um ato de profunda intimidade. É a hora da família partilhar como está sendo o seu dia, e mutuamente se fortalecer.

Infelizmente, em muitos lares, a televisão destruiu esse hábito que faz parte da vida da Igreja (At 2.46). O marido quer ver o futebol e a mulher a novela, os filhos querem os amigos virtuais e ficam cada um em um cômodo da casa. Não é sem motivo que famílias assim vivem sem comunicação e acabam destroçadas.

Que tal voltar a partilhar juntos da refeição?

Lidando com tempos trabalhosos

Salmos 42:2 - A minha alma tem sede de Deus, do Deus vivo; quando entrarei e me apresentarei ante a face de Deus?

O peso do dia a dia deixa nossa alma sedenta. Independente de sermos cristãos ou não, todos sentimos essa sensação oculta e interior de que algo nos falta. Esse sentimento é sintoma de que nossa alma está sedenta.

Quando uma pessoa não conhece a promessa de salvação em Cristo, ela procurará saciar-se com coisas terrenas e passageiras (mas infelizmente, permanecerá com sede). Nós cristãos devemos ser diferentes delas; nós conhecemos aquEle que disse: “Quem tem sede, venha a mim e beba”.

É Jesus quem pode nos saciar quando o mundo parecer tão complicado. Preciso lhe dizer algo: você tem olhado muito para o mundo, pensando que são as coisas dessa vida que saciarão sua sede! Não faça isso! Beba de graça da Fonte da Água da Vida e seja fortalecido para continuar lutando!

Deus te abençoe!

Pr Sérgio Fernandes

domingo, 15 de agosto de 2010

Liberdade

A liberdade dada por Deus nos livra do pecado!

Há muito tempo minha esposa decidiu que dirigir dentro do limite de velocidade lhe dá um maravilhoso sentimento de liberdade. Ela me diz: “Nunca preciso de um detector de radar. E nunca tenho que reduzir a velocidade quando vejo um carro de patrulhamento de trânsito, ou preocupar-me com pagar uma multa por andar em alta velocidade”. Até mesmo em viagens longas, quando os quilômetros parecem demorar a passar, ela liga o controle automático de velocidade no limite estabelecido e aproveita a viagem. “Além do mais”, ela me lembra, “é a lei”.

O livro de Romanos 13:1-10 lida com nossa responsabilidade para com a autoridade de governo humano e a lei de Deus. Quando obedecemos às autoridades governamentais, não precisamos temer a punição, e temos a consciência limpa por fazer o que é certo (Romanos 13:3,5).

Paulo insistiu com os seguidores de Cristo em Roma para dar às autoridades do governo o que lhes era devido, fossem impostos, rendimentos, respeito ou honra (Romanos 13:7). Ele, porém, foi além de regulamentos humanos, quando escreveu: “A ninguém fiqueis devendo coisa alguma, exceto o amor com que vos ameis uns aos outros; pois quem ama ao próximo tem cumprido a lei” (Romanos 13:8).

É nosso dever obedecer a lei do homem, e nosso privilégio cumprir a lei de Deus, amando o próximo. E a Sua lei é a “lei perfeita, lei da liberdade” (Tiago 1:25).

Autor David C. McCasland

Não complique o Evangelho!

O que receio, e quero evitar, é que assim como a serpente enganou Eva com astúcia, a mente de vocês seja corrompida e se desvie da sua sincera e pura devoção a Cristo. (2Coríntios 11:3)

A misericórdia de Deus não se apóia em regras legalistas de teologia. Quem pode dizer o quanto uma criancinha realmente entende e, no entanto Jesus disse: “Se não vos converterdes e não vos fizerdes como meninos, de modo algum entrareis no Reino do Céu.” (Mat. 18:3) Você tem que ser um menino! E os meninos não gastam a maior parte do tempo discutindo princípios e teorias de doutrina teológica!

A Bíblia foi escrita com a intenção de instruir e converter o mundo inteiro. Por que razão haveria Deus de encobrir o seu verdadeiro significado num tal mistério e enigma que ninguém, a não serem os críticos e os filósofos, pudessem desvendar? O autor da confusão é o Diabo! Ele tenta fazer a Salvação parecer tão complicada ou tão difícil que as pessoas não conseguem entender.

Não se afasta da simplicidade do Evangelho, das Boas Novas do Amor de Deus em Jesus! Nem todo mundo pode entender doutrina forte, ou interpretações teológicas complicadas, mas todo mundo entende o amor. Por isso não se afaste do ponto principal, e permaneça nas questões mais importantes e essenciais, nas doutrinas mais importantes de todas: Jesus, o Seu Amor e a Salvação!

Não discutamos doutrinas, vamos salvar almas!

sábado, 14 de agosto de 2010

Deus é Bom, Perdoador, Benigno

Entre os deuses não há semelhante a ti, Senhor, nem há obras como as tuas. (Salmos 86:8)

O Salmo 86 é uma oração que vem do profundo da alma. Davi explica a razão da sua abertura total diante do Senhor: “Pois tu, Senhor, és bom e pronto a perdoar – abundante em benignidade para com todos os que Te invocam” (Salmo 86:8).

Nosso Inimigo procura nos convencer que a paciência de Deus tem limites. Torcendo todo o contexto da Bíblia, Satanás nos apresenta um Deus à imagem e semelhança dos homens. Por isso, todos os que acreditam no Inimigo, não acreditam em arrependimento. O que eles sentem é apenas remorso.

A Bíblia, porém, ensina o arrependimento. Ela ensina a “mudança de mente”. O ponto essencial do seu ensino, entretanto, não reside no “valor mágico” da atitude humana. A Bíblia encoraja o arrependimento, essencialmente, porque “Tu, Senhor, és bom e pronto a perdoar – abundante em benignidade”. O arrependimento tem poder por causa do Senhor que nos aceita. Nossa postura de confissão é válida, porque o Senhor reconstrói “todos os que O invocam”. A boa nova, para aqueles que se arrependem é: o Senhor é bom, perdoador e benigno.

Disse lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim.

Disse lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim. (João 14:6)

Deus só fez uma única aliança com o Homem, um único contrato que o salvará, e está assinado pelo sangue de Jesus Cristo! Ninguém jamais foi salvo a não ser pela graça de Deus através de Jesus Cristo, quer tenha sido antes ou depois do ministério de Cristo na Terra!

Embora muitos nos tempos do Antigo Testamento estivessem salvos, nunca ninguém foi salvo pelo Antigo Testamento! Nunca ninguém foi salvo por guardar a Lei de Moisés! A Salvação vem apenas pelo Novo Testamento que é a Nova Aliança, a Aliança do Sangue de Cristo! Na verdade, ela nem é nova, porque Ele é o Cordeiro que foi morto desde a fundação do mundo! (Apoc. 13:8) E a Sua Aliança de Graça existe desde que o mundo começou! Com muitos esperando por ela. (Heb. 11:26, 39 e 40) Eles aguardavam o Salvador do mundo, o Filho de Deus, Jesus Cristo. Tal como nós agora recordamos a Sua morte e vitória sobre o pecado e a sepultura, eles aguardavam isso, como Deus tinha prometido!

A Salvação é por fé! Não por linhagem e não pela Lei de Moisés! É, e sempre foi só por fé!