quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

A sua Salvação é só por graça, nunca pelas suas obras.

Você não pode salvar-se a si mesmo por meio das suas obras, da sua bondade, nem sequer por meio das suas tentativas de guardar as leis de Deus e de amá-Lo. Você não conseguirá ser bom o bastante, não conseguirá ser perfeito o bastante, para ganhar, para merecer ou para ser digno da perfeição celestial que é a Salvação Santa. Esta vem por meio da graça, do amor e da misericórdia de Deus! É impossível você ou qualquer outra pessoa salvar-se sem o milagre de Deus!

Você precisa aceitar que a Salvação é uma obra da Graça de Deus. Ela é gratuita, só pode ser recebida, nunca conquistada. Ela é uma dádiva de Deus, você não tem como trabalhar para consegui-la. Você, como ninguém, não pode pagar um presente, senão não seria um presente. A Palavra de Deus diz: “Pois pela graça de Deus vocês são salvos por meio da fé. Isso não vem de vocês, mas é um presente dado por Deus. A salvação não é o resultado dos esforços de vocês; portanto, ninguém pode se orgulhar de tê-la.” (Ef. 2:8-9)

Do ponto de vista de Deus, bondade e justiça significam um pecador saber que precisa e depende d’Ele para ser salvo. Para Deus, ser santo não significa ser perfeito, imaculado ou com auto-justiça. Para Ele, santidade significa que o pecador é salvo pela graça, embora sem perfeição, sem justiça própria, mas dependente totalmente da graça, do amor e da misericórdia de Deus por meio da sua fé. Esses são os únicos santos que existem, não há mais nenhuns! Portanto, a única justiça que existe em você é a de Cristo. Ele é o único que pode te justificar e te aceitar! É como disse São Paulo: “...Pois agora é por meio da minha fé em Cristo que eu sou aceito; essa aceitação vem de Deus e se baseia na fé.” (Fil. 3:9)