sábado, 25 de dezembro de 2010

Paz na Terra!

Agora que se aproxima o Ano Novo, voltamos a imaginar um mundo feliz e com muita paz! Esse é o tema de reveillon em qualquer povo e nação. Mas nós cristãos sabemos o seguinte: 

Nunca haverá paz no mundo até que haja paz nas nações. Nunca haverá paz nas nações até que haja paz nas comunidades. Nunca haverá paz nas comunidades até que haja paz nas famílias. Nunca haverá paz nas famílias até que haja paz nos indivíduos. E nunca haverá paz nos indivíduos até convidarmos o Príncipe da Paz para reinar em nossos corações. Jesus é o Príncipe da Paz. 

Uma crítica que os não-crentes têm a respeito de Cristo é que se Ele veio trazer a paz, porque então temos guerras? Porque há conflitos? Muitas vezes nós cristãos não temos a resposta na ponta da lingua! 

Como conseguir a paz? Quando Jesus nasceu, os anjos cantaram: “Glória a Deus nas alturas e paz na terra, aos homens a quem Ele quer bem.” (Lc 2:14). No entanto, o mundo está em conflito! O que fazer? Será que precisamos de compromisso? Tolerância? Conquista? A resposta é: Nenhuma das opções acima. Precisamos de reconciliação, o catalisador da paz. 

Existem três tipos de paz que só podem ser conseguidas mediante Cristo: 1) A paz com Deus, que é a paz espiritual; 2) A paz de Deus, que é a paz emocional; 3) A paz com o próximo, que é a paz relacional. 

Interessante como funciona a tática de Deus – de dentro para fora. É algo que nós cristãos já sabemos, mas talvez nem sempre aplicamos. A respeito disso disse Paulo: “E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os vossos corações e vossas mentes em Cristo Jesus.” (Filipenses 4:7) 

Paulo escreve que essa paz, uma vez conseguida com a reconciliação com Deus e com o próximo, – e para isso é muito importante que tenhamos esse desejo – serve para nos proteger contra os agentes da inimizade. Isso é uma coisa incrível, pois essa tática de Deus para a paz na terra é um círculo virtuoso, ou seja, a paz com Deus traz a paz de Deus, que traz a paz com o próximo, que por sua vez traz a paz com Deus... 

Portanto, nesse ano que se inicia, reflita como está o seu desejo de reconciliar-se com Deus e com o próximo! Feliz Ano 2011!

2 comentários :

  1. Excelente, Elbem. Excelente. Esta paz que Jesus apregoa em "A MINHA PAZ VOS DOU" é a Shalom usada no cumprimento dos judeus e o "salam alekum" que os muçulmanos também usam.
    Jesus se refere a uma paz tridimensional. Paz com Deus, consigo mesmo e com o próximo.
    Parece que é um encadeamento necessário. Primeiro com Deus, que gera uma paz consigo mesmo e a paz com o próximo será consequencia.

    ResponderExcluir
  2. Perfeito, Elbem. A paz de Cristo para você e sua família! Feliz 2011!

    ResponderExcluir