quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

Bendita és tu entre as mulheres!

Alguns dias depois, Maria se aprontou e foi depressa para uma cidade que ficava na região montanhosa da Judéia. Entrou na casa de Zacarias e cumprimentou Isabel. Quando Isabel ouviu a saudação de Maria, a criança se mexeu na barriga dela. Então, cheia do poder do Espírito Santo, Isabel disse bem alto: — Você é a mais abençoada de todas as mulheres, e a criança que você vai ter é abençoada também! Quem sou eu para que a mãe do meu Senhor venha me visitar?! Quando ouvi você me cumprimentar, a criança ficou alegre e se mexeu dentro da minha barriga. Você é abençoada, pois acredita que vai acontecer o que o Senhor lhe disse. (Lucas 1:39-45) 

O Natal chegou. Estamos na véspera de preparo para o grande dia. É possível que você esteja correndo para concluir os preparativos para a grande festa. Eu imagino o que você possa estar fazendo! 

Ao ler esse trecho de Lucas, que aconteceu alguns dias após Maria ser comunicada de que seria mãe de Jesus, fiquei impressionado com os preparativos de Maria para a chegada de Cristo. Maria recebeu a maior notícia da história humana, a vinda do Messias através de si própria. E o que ela faz? Maria deixa de lado sua própria agenda e "sai com pressa" para visitar sua prima Isabel. Naqueles dias, a gravidez de Isabel estava entrando no último trimestre e, sem dúvida, como uma senhora já de idade, ela estava cansada e precisava de ajuda. 

Eu imagino que Maria deva ter tido alguns pensamentos a caminho de Judá. "É muito perigoso Isabel estar grávida, sendo já de idade avançada! Pode ser que ela esteja ... mas será que realmente está grávida? E como eu vou explicar minha situação para Isabel? Será que ela vai acreditar em mim? " 

A chegada de Maria foi um dos grandes momentos da história – um momento que reverbera até hoje. Essa simples história de duas gestantes se encontrando tem muitas implicações. Vejamos algumas: 

1. A fé de Maria – Maria era obediente a Deus e tinha fé nEle. Ela deixou de lado sua própria comodidade e partiu numa longa caminhada para ajudar Isabel. A virtude de Maria brilha nesse episódio e Deus a recompensa com uma milagrosa e alegre saudação de Isabel. 

2. O altruísmo de Isabel – Isabel tinha um grande milagre divino para contar. Seu marido havia tido uma visão de um anjo de que ela conceberia em sua velhice, depois de muitos anos de espera. Mesmo assim, sua primeira palavra não foi a respeito da sua grande novidade, mas focou-se em Maria. Isso revela o amor de Isabel e também enfatiza que as boas-novas de Maria têm implicações mais profundas para a humanidade do que o milagre de Isabel. 

3. O calor humano dos bebês – Naqueles dias, mulheres grávidas não desfrutavam do luxo da tecnologia de ultra-som. No entanto, Deus mostrou o calor humano daqueles dois bebês de forma bem clara: Isabel exclama: "Quem sou eu para que a mãe do meu Senhor venha me visitar?!" Isabel se refere a Maria como "mãe" no tempo presente e também se refere ao bebê crescendo dentro de Maria. Mesmo antes de nascer, João Batista reconheceu o Mestre e fez a sua manifestação! 

4. O trabalho de Deus mediante os seres humanos – Deus poderia ter encontrado inúmeras formas para transmitir a sua mensagem naquele dia. Ele escolheu falar através de Isabel e João no encontro entre Maria e Isabel. Ele também resolveu ajudar Isabel durante seu último trimestre de gestação por meio da grávida Maria. 

5. O amor de Deus para com as mulheres – Não pode restar dúvida de que Deus tem um lugar especial em seu coração para o sexo feminino, após a leitura da história de Isabel e Maria. Deus poderia ter chegado a Terra em qualquer outra forma, mas Ele escolheu a mais natural. Enquanto o resto do mundo permanecia sem saber de nada, duas mulheres se deliciavam da presença do Senhor. 

Sei que grandes teólogos poderiam extrair muito mais lições dessa história, mas vou encerrar por aqui. Coloque na sua programação destes dias até o Natal o objetivo de imitar Maria que “guardava todas essas coisas no seu coração e pensava muito nelas.” (Lc 2:19) Agora reflita: Como está Deus presente em sua vida neste Natal? Pense um pouco em como Deus se faz presente e como Ele lhe traz conforto e alegria, mesmo no meio das provações.