quarta-feira, 24 de novembro de 2010

Você sabia que existem "Quatro Leis Espirituais"

Assim como há leis físicas que governam o universo, há também leis espirituais que governam nosso relacionamento com Deus.

1ª Lei: "Deus ama você e tem um plano maravilhoso para sua vida"

O amor de Deus está expresso na Bíblia: "Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo o que nEle crê não pereça, mas tenha a vida eterna." (João 3:16)

Com respeito ao plano de Deus para a sua vida, Cristo afirma: "...Eu vim para que tenham vida e a tenham em abundância." Isso significa que Deus quer nos dar uma vida completa e com propósito e alvos claramente definidos. (João 10:10)

Se existem essas promessas de Deus para a humanidade, então por que a maioria das pessoas ainda não está experimentado essa "vida em abundância"? A resposta é porque existe uma 2ª lei.

2ª Lei: "O homem é pecador e está separado de Deus; por isso não pode conhecer nem experimentar o amor e o plano de Deus para sua vida."

Quem disse que todo homem é pecador é o próprio Deus: "Pois todos pecaram e carecem da glória de Deus" (Romanos 3:23)

O homem foi criado para ter um relacionamento perfeito com Deus, mas por causa de sua desobediência e rebeldia, escolheu seguir seu próprio caminho e seu relacionamento com Deus se desfez. Esse estado de independência de Deus, caracterizado por uma atitude de rebelião ou indiferença, é evidência do que a Bíblia chama de pecado.

Deus ama o homem, mas este é pecador e está separado de Deus. "Porque o salário do pecado é a morte..." Morte significa separação. Aqui o texto fala de uma separação espiritual de Deus.

Deus é santo e o homem é pecador. Um grande abismo separa os dois. O homem está continuamente procurando alcançar a Deus e a vida abundante, através de seus próprios esforços: vida reta, boas obras, religião, filosofias, etc. E aí ele não consegue encontrar o caminho, porque existe uma 3ª lei que nos mostra a única resposta para o problema dessa separação.

3ª Lei: "Jesus Cristo é a única solução de Deus para o homem pecador. Por meio dele você pode conhecer e experimentar o amor e o plano de Deus para sua vida."

Jesus Cristo morreu em nosso lugar. "Mas Deus prova o seu próprio amor para conosco pelo fato de ter Cristo morrido por nós, sendo nós ainda pecadores." (Romanos 5:8)

Jesus Cristo ressuscitou dentre os mortos. "...Cristo morreu pelos nossos pecados... foi sepultado e ressuscitou no terceiro dia, segundo as Escrituras, e apareceu a Pedro e depois aos Doze. Depois apareceu a mais de quinhentos..." (1 Coríntios 15:3-6)

Jesus Cristo é o único caminho. "Respondeu Jesus: Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vem ao Pai, a não ser por mim."(João 14:6)

Deus tomou a iniciativa de fazer uma ponte entre Ele e o abismo que nos separa dEle ao enviar seu filho, Jesus Cristo, para morrer na cruz em nosso lugar, pagando o preço de nossos pecados.

Mas ainda existe uma 4ª e última lei que precisamos obedecer para termos uma vida espiritual em abundância, deixando de sermos criaturas para sermos filhos de Deus.

4ª Lei: "Precisamos receber a Jesus Cristo como Salvador e Senhor, por meio de um convite pessoal. Só então poderemos conhecer e experimentar o amor e o plano de Deus para nossa vida."

Precisamos receber a Cristo. "Contudo, aos que o receberam, aos que creram em seu nome, deu-lhes o direito de se tornarem filhos de Deus." (João 1:12)

Como recebemos a Cristo? Recebemos a Cristo pela fé. "Pois vocês são salvos pela graça, por meio da fé, e isto não vem de vocês, é dom de Deus; não por obras, para que ninguém se glorie." (Efésios 2:8,9)

Também recebemos a Cristo por meio de um convite pessoal. Cristo afirma: "Eis que estou à porta e bato. Se alguém ouvir a minha voz e abrir a porta, entrarei..." (Apocalipse 3:20)

O que significa receber a Cristo? Receber a Cristo implica arrepender-se do pecado, significa deixar de confiar em nossa capacidade para nos salvar, crendo que Cristo é o único que pode perdoar nossos pecados.

Apenas saber que Jesus Cristo é o Filho de Deus e que morreu na cruz pelos nossos pecados, não é suficiente. É necessário receber a Cristo pela fé, por meio de uma decisão pessoal.

Em outras palavras, receber a Cristo, significa passarmos da Fase 1 para a Fase 2, na situação da nossa vida:

Fase 1 – Vida controlada pelo “EU”. Significa que eu mando na minha vida. Eu faço o que quero e da maneira que acho melhor. Com o "Eu" no centro da vida e Cristo fora da vida, os interesses são controlados pelo "Eu", geralmente causando discórdias e frustrações.

Fase 2 – Vida controlada por Cristo. Significa que Cristo manda na minha vida. Com Cristo no centro da vida e o "Eu" fora do centro, os interesses são controlados por Cristo, resultando em harmonia com o plano de Deus.

Agora, reflita:

Qual das duas situações representa melhor sua vida?

Qual delas você gostaria que representasse sua vida?