quinta-feira, 25 de novembro de 2010

Devemos agradecer a Deus somente no Dia de Ações de Graças?

A Palavra de Deus diz "E a paz de Deus, para a qual também fostes chamados em um corpo, domine em vossos corações; e sede agradecidos." (Col 3:15) 

Na sua carta, Paulo dá aos Colossenses vários critérios a serem seguidos na comunidade dos cristãos. Em um deles, escreve: “E sejam agradecidos”.

Na última quinta-feira de novembro se comemora o "Dia de Ações de Graças" ou "Thanksgiving", como dizem nossos irmãos na América do Norte. Excelente idéia haver um dia dedicado a essa ação que mais agrada a Deus. O problema é que não podemos cair na tentação de somente dar graças nesse dia. 

Há pessoas que nunca agradecem. Não vêem razão para isto. Agradecer, para alguns, cheira a humilhar-se, a declarar dependência. Na realidade, para quem não gosta de agradecer o que não faltam são desculpas. E, infelizmente, esta ocorrência é encontrada também na comunidade cristã. Ovelhas que não agradecem a seus pastores. Pastores que nem pensam em dizer “obrigado” a suas ovelhas. E assim por diante, até incluirmos pais que não agradecem a seus filhos, bem como filhos que aprendem a não agradecer.

Segundo Paulo, a grande razão para ser agradecido é Jesus Cristo. Afinal de contas, diz Paulo, o Senhor nos perdoou pelo amor de Jesus Cristo. Assim, tudo, mas tudo o que acontece no Reino de Deus é graças ao filho. Logo, não agradecer a Cristo é não entender nada da teologia bíblica. E consequentemente, é não entender nada da comunidade cristã. Ser agradecido é assimilar a obra de Cristo. É ter a “mente” de Cristo. É viver com Ele andou. 

Portanto, devemos dar graças em todo tempo e em qualquer circunstâncias. Que Deus nos conceda sempre essa disposição!