terça-feira, 5 de outubro de 2010

Aceitação

Vamos falar sobre aceitação. Se você está sofrendo neste momento por qualquer motivo na sua vida, acredite, você não está aceitando e está agarrado em algo que não existe mais: alguém que morreu, a grana que sua família perdeu, seu ex emprego, seu ex amor, seu antigo corpo, sua juventude passada etc., etc. Mas veja: aceitação é bem diferente de conformismo.

Uma das lições mais difíceis que precisamos aprender durante nossa vida é a aceitação. O que quer que estejamos vivendo, por mais doloroso que seja, será mais facilmente suportado se conseguirmos aceitá-lo com todo o nosso coração.

Mas, chegar a este estágio, não é algo que aconteça repentinamente, ou sem alguma resistência de nossa parte. Ao contrário, quando um acontecimento nos causa grande sofrimento, tendemos a rejeitá-lo com todas as forças e a sermos invadidos pelos sentimentos de inconformismo e revolta.

Somente quando conseguimos alcançar um estado de consciência no qual percebemos de modo claro 'que todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus e são chamados segundo o Seu propósito' Rm 8:28, porque constituem lições essenciais ao nosso crescimento espiritual, é que o processo da aceitação começa a se tornar natural.

Até que isto aconteça, experimentamos inúmeras crises que, em sua maioria, tornam ainda mais duras as provas que temos de enfrentar. A maturidade e a sabedoria trazem consigo o precioso dom da aceitação. A partir do momento em que as desenvolvemos, a vida se torna um caminhar mais tranqüilo, onde vamos enxergando em cada fato uma lição a ser aprendida.

Quanto mais cedo chegarmos a este entendimento, maiores serão as chances de nos libertarmos da angústia e do inconformismo.