sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

Happy New Year!

It's for today that you must have faith! For today was that God gave you strength! "Your strength will be like your days"(Deut. 33:25) God gives power at the hour, grace at the hour and to the spot when the prove come, not before! Today you don't must have faith for tomorrow. If you trust and have faith in God, then you know that your Heavenly Father loves you and Who will care for you and also care for your friends!

Jesus said, "Therefore, be not anxious for tomorrow, that's way tomorrow will worry about itself" (Matt. 6:34) Stop worrying about tomorrow! It is a commandment! It is not an option. Not just good advice: it's an order! When the tomorrow day come, God will take care of it!

Living is concentrate all your strength and disposition in the present moment! Interesting and engaging people are those who can live with intensity each time. The wise man does not think in the past or future. He lives each day separate from another, as if it were the only one.

It's like that song: “What have I do the future with? It's in Your hands Lord. Grace to live it, I don't have, so why would I bother? It's so good to trust in Christ as the Savior says. Relying on Their promises, thus saith the Lord! Oh Jesus, I trust in You, I never saw You fail. Oh Jesus, my great friend, gives me faith to trust anymore!”

Faith is simply doing what God tells you to do today and trust Him for tomorrow!

Happy New Year!

Feliz Ano (e Governo) Novo!

Agora que vai começar um novo ano, desta vez com um novo governo, começam a quererem surgir as preocupações. Quero te dizer que é para hoje que você tem que ter fé! Foi para hoje que Deus lhe deu força! “A tua força será como os teu dias!” (Deut. 33:25) Deus dá poder para a hora, graça para as provações e na hora, quando elas vêm, não antes! Hoje você não tem que ter fé para amanhã. Se você confiar em Deus e tiver fé, então saberá que o seu Pai Celestial o ama e que vai cuidar de você e também dos seus!

Jesus disse: “Não vos inquieteis pois pelo dia de amanhã, porque o dia de amanhã cuidará de si mesmo” (Mat. 6:34) Deixe de se preocupar com o dia de amanhã! É um mandamento! Não é uma opção. Não é apenas um bom conselho: é uma ordem! Quando chegar o dia de amanhã, Deus cuidará dele!

Saiba que viver é concentrar no momento presente toda a sua força e disposição! E que pessoas interessantes e envolventes são aquelas que conseguem viver com intensidade cada momento. O sábio não pensa nem no passado, nem no futuro. Ele vive cada dia separado do outro, como se fosse o único.

É como esta canção: “Que tenho eu a ver com o futuro? Nas mãos de Jesus ele está. Graça para ele não possuo, então pra quê me preocupar? É tão bom confiar em Cristo, no que diz o Salvador. Confiar em suas promessas, porque assim diz o Senhor! Oh Jesus, em Ti confio, eu nunca Te vi falhar. Oh Jesus, meu grande amigo, dá-me fé pra mais confiar!”

Fé é fazer simplesmente aquilo que Deus diz para você fazer hoje e acreditar n’Ele para o dia de amanhã!

Portanto, tenha um Feliz Ano Novo cheio de realizações com Cristo!

quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Realmente novo!

“Os dias em que vivemos são maus; por isso aproveitem bem todas as oportunidades que vocês têm.” (Efésios 5:16) 

O termo “os dias” leva-nos ao problema do tempo, em contraposição à eternidade de Deus. Nós vivemos no tempo, mas, quando nos transformamos em filhos de Deus, adquirimos nossa entrada para a eternidade. Quando vier o final dos tempos, viveremos como o Deus eterno. 

A condição para tudo isso é a redenção do tempo. Enquanto estamos no tempo, temos a oportunidade de aceitar o senhorio do Cristo em nossa vida. O entrar de Cristo em nossa vida é o que nos permite “remir o tempo”. Começando esse processo, vivenciamos a espiritualidade que Cristo nos concede e somos libertos das prisões do tempo, do pecado, da morte. Ao viver “em Cristo”, começamos a viver, já aqui na Terra, a profundidade da vida eterna. 

E viver é concentrar no momento presente toda a sua força e disposição! Pessoas interessantes são aquelas que conseguem viver com intensidade cada momento. O sábio não pensa nem no passado, nem no futuro. Ele vive cada dia separadamente, como se fosse o único. 

Para sonhar um ano realmente novo, temos que primeiro merecê-lo, temos que fazê-lo novo em nós. Não é fácil, mas devemos tentar. Só depende de nós! 

Por outro lado, encerra-se mais um ano em nossa vida. Quando este ano começou, ele era todo nosso. Foi colocado em nossas mãos. Podíamos fazer dele o que quiséssemos. Era como um Livro em Branco, e nele podíamos ter um poema, um pesadelo, uma blasfêmia, uma oração. Podíamos. Hoje não podemos mais, já não é nosso. É um livro já escrito, concluído. Mas ele nos será lido um dia, com todos os detalhes, e não poderemos corrigi-lo. Estará fora de nosso alcance. (Apocalipse 20:12) 

Portanto, agora que começa um novo ano, reflitamos, tomemos nosso velho livro e folheemos com cuidado. Deixemos passar cada uma das páginas pelas mãos e pela consciência. Façamos o exercício de ler a nós mesmos. Leiamos tudo. Apreciemos aquelas páginas de nossa vida em que usamos nosso melhor estilo. Leiamos também as páginas que gostaríamos de nunca tê-las escritas. Não, não tentemos arrancá-las. Seria inútil, já estão escritas. Mas podemos lê-las enquanto começamos a escrever o novo livro que nos está sendo entregue. 

Assim, poderemos repetir as boas coisas que escrevemos, e evitar repetir as ruins. Para escrever o nosso novo livro, contaremos novamente com o instrumento do livre arbítrio. E o teremos, para preencher toda a imensa superfície do nosso mundo. Se tivermos vontade de beijar o velho livro, beijemos. Se tivermos vontade de chorar sobre ele, choremos. Mas não tentemos segurá-lo, pois deverá ser devolvido ao Criador. Não importa como esteja. Ainda que tenha páginas escuras, entreguemos e digamos apenas duas palavras a Ele: Obrigado e Perdão! 

Agora, nos será entregue outro livro, novo, limpo, branco, todo nosso, no qual iremos escrever o que desejarmos. Por isso, aproveitemos bem todas as oportunidades para realmente fazer do nosso novo livro um realmente novo. Feliz Ano Novo!

quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

A sua paz está sendo potencializada à medida que a insegurança e o medo se multiplicam?

“Aquietai-vos e sabei que eu sou Deus.” (Salmos 46:10)

Quantas vezes você já leu este versículo? Cem? Mil? Este versículo é um dos meus preferidos. Ele sempre vem à minha cabeça quando começo a ficar estressado. Você já parou para meditar no contexto deste verso? Aqui vai uma amostra do Salmo 46:

“Por isso, não teremos medo, ainda que a terra seja abalada, e as montanhas caiam nas profundezas do oceano.” (v.2) “As nações ficam apavoradas, e os reinos são abalados. Deus troveja, e a terra se desfaz.” (v.6) “Ele diz: “Parem de lutar e fiquem sabendo que eu sou Deus. Eu sou o Rei das nações, o Rei do mundo inteiro.” (v.10) “O SENHOR Todo-Poderoso está do nosso lado; o Deus de Jacó é o nosso refúgio” (v.11)

Poderíamos comparar o Salmo 23 com o Salmo 46. O Salmo 23 também fala de uma quietude diante de Deus, mas em um contexto de calmaria. Já o Salmo 46 é a meditação de um homem segurando o medo com a fé, em um cenário de guerra, incerteza e em torno de “aflição” (v.1). O salmista centra-se na paz que temos em estar na presença de Deus – embora a terra em volta dele corra o risco de se desmoronar.

Eu amo os Salmos por causa de suas profundas meditações sobre a humanidade, confrontadas com a santidade de Deus e Sua fidelidade. Eu posso imaginar homens de verdade escrevendo as linhas poéticas, tendo em volta de si os seus problemas. Vejo pela fé homens que – como eu – perguntavam o que poderia acontecer com a vida, mas que não deveriam se preocupar pois chegaram à conclusão de que serviam a um Deus superior a qualquer problema. Então, em vez de ficarem preocupados, eles O louvavam. Estes homens entenderam e ouviram o comando Divino para se aquietarem e saberem que Deus é bem superior a qualquer imaginação de grandeza que se possa ter.

Se começarmos a dar ouvidos ao que os jornais divulgam a respeito de como caminha a humanidade – violência, corrupção, problemas financeiros – começaremos a tremer. É bem verdade que é mais fácil ter paz no contexto de quietude do Salmo 23: “O SENHOR é o meu pastor; nada me faltará. Ele me faz repousar em pastos verdejantes. Leva-me para junto das águas de descanso...” Mas o contexto de guerra do Salmo 46 nos diz que a paz de Deus é fortemente potencializada quando a loucura do mundo alcança um nível assustador. Como dizem, contexto é tudo.

Como está a sua paz com Deus diante do contexto do mundo de hoje? A sua paz está sendo potencializada à medida que a insegurança e o medo se multiplicam? Ou você só tem paz quando tudo ao seu redor está bem?

sábado, 25 de dezembro de 2010

Paz na Terra!

Agora que se aproxima o Ano Novo, voltamos a imaginar um mundo feliz e com muita paz! Esse é o tema de reveillon em qualquer povo e nação. Mas nós cristãos sabemos o seguinte: 

Nunca haverá paz no mundo até que haja paz nas nações. Nunca haverá paz nas nações até que haja paz nas comunidades. Nunca haverá paz nas comunidades até que haja paz nas famílias. Nunca haverá paz nas famílias até que haja paz nos indivíduos. E nunca haverá paz nos indivíduos até convidarmos o Príncipe da Paz para reinar em nossos corações. Jesus é o Príncipe da Paz. 

Uma crítica que os não-crentes têm a respeito de Cristo é que se Ele veio trazer a paz, porque então temos guerras? Porque há conflitos? Muitas vezes nós cristãos não temos a resposta na ponta da lingua! 

Como conseguir a paz? Quando Jesus nasceu, os anjos cantaram: “Glória a Deus nas alturas e paz na terra, aos homens a quem Ele quer bem.” (Lc 2:14). No entanto, o mundo está em conflito! O que fazer? Será que precisamos de compromisso? Tolerância? Conquista? A resposta é: Nenhuma das opções acima. Precisamos de reconciliação, o catalisador da paz. 

Existem três tipos de paz que só podem ser conseguidas mediante Cristo: 1) A paz com Deus, que é a paz espiritual; 2) A paz de Deus, que é a paz emocional; 3) A paz com o próximo, que é a paz relacional. 

Interessante como funciona a tática de Deus – de dentro para fora. É algo que nós cristãos já sabemos, mas talvez nem sempre aplicamos. A respeito disso disse Paulo: “E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os vossos corações e vossas mentes em Cristo Jesus.” (Filipenses 4:7) 

Paulo escreve que essa paz, uma vez conseguida com a reconciliação com Deus e com o próximo, – e para isso é muito importante que tenhamos esse desejo – serve para nos proteger contra os agentes da inimizade. Isso é uma coisa incrível, pois essa tática de Deus para a paz na terra é um círculo virtuoso, ou seja, a paz com Deus traz a paz de Deus, que traz a paz com o próximo, que por sua vez traz a paz com Deus... 

Portanto, nesse ano que se inicia, reflita como está o seu desejo de reconciliar-se com Deus e com o próximo! Feliz Ano 2011!

sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

Novas de alegria

Senhor, esta noite nós comemoramos o Seu nascimento!

Como diz a canção: “Oh Menino de Belém, desce com a Tua Paz. Em nós vem nascer também e todo o mal desfaz. Os anjos ao cantar dão novas de alegria! Habita em nós, Emanuel, sê sempre o nosso guia!”

Nós lhe agradecemos, Jesus, pelo Senhor ter nascido nesta Terra para viver aqui conosco e morrer por nós. Que milagre, foi tudo por nós! O Senhor viveu aqui como nós, Jesus, e passou por todas as coisas que nós temos que passar, e contudo, a Sua fé jamais vacilou. Aleluia! Obrigado Jesus!

Nós lhe agradecemos pelo maior presente de todos: o Senhor. Nós lhe agradecemos, Senhor, pelo Seu presente de Amor acima de tudo o mais. Nós lhe agradecemos pelo Seu aniversário e pela Sua vida, pela Sua morte e tudo que foi necessário para nos dar a Salvação e a Vida Eterna!

Obrigado, Senhor, por um aniversário tão lindo, a comemoração do Seu nascimento. Obrigado, Senhor, por todas as Suas bênçãos. Para nós, todos os dias são Natal, pois o Senhor é tão bom para nós todos os dias! Obrigado por nos ter dado esta oportunidade maravilhosa de fazer alguma coisa simples e pequena para mostrar o nosso Amor pelo Senhor, Jesus. Obrigado Jesus! Em Teu nome, amém!

quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

Bendita és tu entre as mulheres!

Alguns dias depois, Maria se aprontou e foi depressa para uma cidade que ficava na região montanhosa da Judéia. Entrou na casa de Zacarias e cumprimentou Isabel. Quando Isabel ouviu a saudação de Maria, a criança se mexeu na barriga dela. Então, cheia do poder do Espírito Santo, Isabel disse bem alto: — Você é a mais abençoada de todas as mulheres, e a criança que você vai ter é abençoada também! Quem sou eu para que a mãe do meu Senhor venha me visitar?! Quando ouvi você me cumprimentar, a criança ficou alegre e se mexeu dentro da minha barriga. Você é abençoada, pois acredita que vai acontecer o que o Senhor lhe disse. (Lucas 1:39-45) 

O Natal chegou. Estamos na véspera de preparo para o grande dia. É possível que você esteja correndo para concluir os preparativos para a grande festa. Eu imagino o que você possa estar fazendo! 

Ao ler esse trecho de Lucas, que aconteceu alguns dias após Maria ser comunicada de que seria mãe de Jesus, fiquei impressionado com os preparativos de Maria para a chegada de Cristo. Maria recebeu a maior notícia da história humana, a vinda do Messias através de si própria. E o que ela faz? Maria deixa de lado sua própria agenda e "sai com pressa" para visitar sua prima Isabel. Naqueles dias, a gravidez de Isabel estava entrando no último trimestre e, sem dúvida, como uma senhora já de idade, ela estava cansada e precisava de ajuda. 

Eu imagino que Maria deva ter tido alguns pensamentos a caminho de Judá. "É muito perigoso Isabel estar grávida, sendo já de idade avançada! Pode ser que ela esteja ... mas será que realmente está grávida? E como eu vou explicar minha situação para Isabel? Será que ela vai acreditar em mim? " 

A chegada de Maria foi um dos grandes momentos da história – um momento que reverbera até hoje. Essa simples história de duas gestantes se encontrando tem muitas implicações. Vejamos algumas: 

1. A fé de Maria – Maria era obediente a Deus e tinha fé nEle. Ela deixou de lado sua própria comodidade e partiu numa longa caminhada para ajudar Isabel. A virtude de Maria brilha nesse episódio e Deus a recompensa com uma milagrosa e alegre saudação de Isabel. 

2. O altruísmo de Isabel – Isabel tinha um grande milagre divino para contar. Seu marido havia tido uma visão de um anjo de que ela conceberia em sua velhice, depois de muitos anos de espera. Mesmo assim, sua primeira palavra não foi a respeito da sua grande novidade, mas focou-se em Maria. Isso revela o amor de Isabel e também enfatiza que as boas-novas de Maria têm implicações mais profundas para a humanidade do que o milagre de Isabel. 

3. O calor humano dos bebês – Naqueles dias, mulheres grávidas não desfrutavam do luxo da tecnologia de ultra-som. No entanto, Deus mostrou o calor humano daqueles dois bebês de forma bem clara: Isabel exclama: "Quem sou eu para que a mãe do meu Senhor venha me visitar?!" Isabel se refere a Maria como "mãe" no tempo presente e também se refere ao bebê crescendo dentro de Maria. Mesmo antes de nascer, João Batista reconheceu o Mestre e fez a sua manifestação! 

4. O trabalho de Deus mediante os seres humanos – Deus poderia ter encontrado inúmeras formas para transmitir a sua mensagem naquele dia. Ele escolheu falar através de Isabel e João no encontro entre Maria e Isabel. Ele também resolveu ajudar Isabel durante seu último trimestre de gestação por meio da grávida Maria. 

5. O amor de Deus para com as mulheres – Não pode restar dúvida de que Deus tem um lugar especial em seu coração para o sexo feminino, após a leitura da história de Isabel e Maria. Deus poderia ter chegado a Terra em qualquer outra forma, mas Ele escolheu a mais natural. Enquanto o resto do mundo permanecia sem saber de nada, duas mulheres se deliciavam da presença do Senhor. 

Sei que grandes teólogos poderiam extrair muito mais lições dessa história, mas vou encerrar por aqui. Coloque na sua programação destes dias até o Natal o objetivo de imitar Maria que “guardava todas essas coisas no seu coração e pensava muito nelas.” (Lc 2:19) Agora reflita: Como está Deus presente em sua vida neste Natal? Pense um pouco em como Deus se faz presente e como Ele lhe traz conforto e alegria, mesmo no meio das provações.

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

A humildade do Ser Humano

“Tenham entre vocês o mesmo modo de pensar que Cristo Jesus tinha: Ele tinha a natureza de Deus, mas não tentou ficar igual a Deus. Pelo contrário, ele abriu mão de tudo o que era seu e tomou a natureza de servo, tornando-se assim igual aos seres humanos. E, vivendo a vida comum de um ser humano.” (Filipenses 2:5-7) 

Eu não sou muito fã da forma como o mundo comemora o Natal. Da mesma maneira, não gosto muito dos ‘jingles’ que sempre ouço nas lojas e nas propagandas nos dias em que se aproxima o Natal. Mas, tenho algumas exceções quando as letras vão além do "tudo que eu quero no Natal é um presente do Papai Noel” e outras baboseiras. Temos muitas canções lindas que são tocadas e cantadas nessa época, mas há sempre espaço para uma reflexão ponderada sobre canções que expressam o verdadeiro sentido do Natal. Leia esta que acabei de compor "Bem-vindo ao nosso mundo": 

Espero que não se importe com a manjedoura 
Não é como eu queria Te conhecer 
Mais que muito tempo eu Te aguardo ó meu Rei 
Sinta-se em casa ó Deus 
Sinta por favor 

Frágil o bebê enviado pra curar 
Mas com a testa preparada pra sangrar 
O Seu forte coração cujo sangue salvará 
Nasce em nós ó bebê 
Nasce em nós Senhor 

Envolve-se ó Santo com a carne humana 
Venha respirar o ar que se reclama 
Lave então os pecados 
De nós seres tão imundos 
Ó perfeito Deus 
Bem-vindo ao nosso mundo.

Como se vê, algumas canções de Natal têm o foco na verdadeira alegria que essa época deveria representar para nós cristãos. É um momento alegre, cultural e espiritual, sem dúvida, mas às vezes é preciso ver o Natal ou a Encarnação de uma perspectiva diferente, isto é, do ponto de vista do céu. 

Do ponto de vista de Deus, como você acha que foi ver o Seu Filho tornar-se humano? Para dizer o mínimo, isso foi um enorme rebaixamento. A Encarnação começou com um ato de submissão e humildade da parte do Filho Jesus Cristo. O Criador-Filho concordou em se tornar uma das Suas criaturas, com sangue, suor e lágrimas. A partir da perspectiva celeste, a Encarnação foi um momento de tristeza! Uma parte da Divindade separou-se fisicamente do Pai. A canções do Natal deveriam expressar não só sinais de uma chegada de alguém especial em nosso mundo, mas também sinais de uma partida desse alguém, ainda que breve, para fora de um mundo de glória. 

Foi aí que Jesus demonstrou humildade! Isso é apenas uma das razões porque a Encarnação deve inspirar temor dentro de nós. Sim, a Encarnação oferece à humanidade um Ser celestial, mas a Encarnação também tornou necessário o sacrifício desse Ser celestial, de uma maneira que não podemos descrever. E olha que, acima de tudo, isso aconteceu antes da grande vergonha da cruz. 

O escritor Thomas Watson meditou sobre a humildade de Cristo com estas palavras: 

"Ele não veio na majestade de um rei, com um guarda-costas, mas ele veio pobre e desprezado. Não como o herdeiro dos céus, mas como um ser humano qualquer. O lugar que ele nasceu era pobre, não esplendoroso. Não nasceu na cidade de Jerusalém, capital, mas Belém, um lugar pobre, cidade obscura. Ele nasceu em uma hospedaria e uma manjedoura foi o seu berço, as teias de aranhas as suas cortinas, os animais os seus companheiros, ele nasceu de pais pobres... Ele era pobre, mas ele pode fazer-nos ricos... Ele foi colocado na manjedoura para que possamos ser colocados no Paraíso. Ele desceu do céu, para levar-nos para o céu." 

Agora reflita um pouco: Como você considera a alegria que o mundo expressa nesta época natalícia? Será que a nossa alegria, como Cristãos, deveria ser quando desembrulhamos um presente, ou comemos e bebemos regaladamente? Qual é o significado que damos para esse Advento?

A nossa alegria deveria ser espiritual, pelo primeiro sacrifício de Cristo! Portanto, tenha uma Feliz Encarnação!

domingo, 19 de dezembro de 2010

Jesus veio por amor, viveu em amor e morreu por amor para que nós pudéssemos viver e amar para sempre!

Conforme a linda canção: “Dos Seus palácios de marfim para este mundo de dor, veio o meu Salvador por Seu grande e eterno Amor!” Ele desceu à Terra para viver aqui para nos salvar! Jesus não só teve que descer para o meio de nós, mas teve que renunciar temporariamente à Sua cidadania do Céu para se integrar a nós! (Fil. 2:3-7)

Ele veio como um bebê manso e sossegado, fraco e indefeso e conformou-Se com os modos de vida humanos. Ele também era humano, sofreu cansaço, sofreu fome, sofreu fadiga. Esteve sujeito a todas essas coisas exatamente como nós, para poder dar-nos melhor o Seu Amor e comunicar conosco em nível humilde da nossa compreensão humana! (Heb. 4:15)

E no fim Ele sofreu por nós, pagando um preço tremendo, por causa do Seu amor. Cuspiram nele, xingaram-No e condenaram-No como um criminoso, foi desprezado na sua morte! Mas ao morrer na cruz em desonra, vergonha e agonia, morrendo pelos pecados daqueles que O estavam crucificando, Ele estava dando amor ao mundo inteiro!

“Ninguém tem maior amor do que este, de dar alguém a sua vida pelos seus amigos.” (Jo. 15:13) Jesus é o Amigo que nos amou o bastante para dar a Sua vida para sermos salvos!

sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

O que todos precisam é Amor!

Amor que nunca conheceram, amor verdadeiro, amor sincero, amor genuíno, o verdadeiro grande amor de suas vidas, o Amor de todos os amores, do melhor Amante de todos, que é o único que pode satisfazer a mais profunda ânsia de cada alma humana por um amor completo e compreensão total, aquele anseio profundo no coração do homem pelo seu Criador!

O coração do Homem é igual no mundo inteiro! Seus anseios, amores, desejo de encontrar Deus e Sua verdade, ânsia por alegria, felicidade e paz de espírito foram criados por Deus e são iguais nas pessoas do mundo inteiro! O Homem nunca será feliz com um coração pesado, uma mente atribulada, um espírito desanimado e uma alma perdida. A alma humana só ficará completamente satisfeita mediante uma união total com o grande e amoroso Espírito que a criou: o próprio Deus! A carne pode satisfazer a carne, mas só o Espírito pode satisfazer o espírito!

Você quer a chave para todos os corações? Experimente o amor! Nunca falha, porque Deus é amor, e é impossível ele falhar! “Ah, doce mistério da vida, finalmente te encontrei! Finalmente encontrei a razão para tudo! Ah, é amor e só amor o que o mundo inteiro anseia!” Vamos conquistar o mundo com o Amor de Deus!

quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Você está disponível para Deus?

Portanto, meus irmãos, por causa da grande misericórdia divina, peço que vocês se ofereçam completamente a Deus como um sacrifício vivo, dedicado ao seu serviço e agradável a ele. Esta é a verdadeira adoração que vocês devem oferecer a Deus. (Romanos 12:1)

Você já sabe porque veio ao mundo? Você foi criado para ser oferecido a Deus! Para servi-Lo! Você já notou que existem pessoas que estão sempre disponível para ajudar os outros. Elas são prestativas e gostam de ser assim. Elas simplesmente fazem o que devem ser feito sempre com alegria no coração. E mais, não fazem isso querendo se aparecer. Existem pessoas que nem gostam que divulguem o que elas fazem! Mas também existem pessoas que não encontram nada para fazer somente porque não estão procurando! Há muito o que fazer!

Se você tem amor de verdade pelo Senhor e pelo próximo, vai estar consciente das necessidades que existem ao seu redor. Certamente você fará o que for preciso para ajudar. E se o Senhor vir que você fica ocupado servindo-O, mesmo que em tarefinhas simples, então Ele sabe que pode confiar em você para fazer as coisas maiores e mais importantes!

Entretanto, Ele não obriga ninguém a fazer nada! Tudo depende de você, da sua submissão e de quando quer ficar disponível. Saiba que para uma verdadeira boa vontade e submissão é necessário humildade – sinônimo de amor total. Nesse caso você está disposto a ir a qualquer lugar, a qualquer hora, e fazer qualquer coisa, por qualquer um, sem a intenção de ser alguém importante, mas tão-somente com a finalidade de agradar a Deus, ajudar os outros e ser servo!

Você está pronto para qualquer coisa? Qualquer coisa que Deus queira que você faça?

terça-feira, 14 de dezembro de 2010

Quando tudo for pedra, atire a primeira flor

Quando tudo for pedra, atire a primeira flor; Quando tudo parecer caminhar errado, seja você a tentar o primeiro passo certo; 

Se tudo parecer escuro, se nada puder ser visto, acenda você a primeira luz, traga para a treva, você primeiro, a pequena lâmpada; 

Quando todos estiverem chorando, tente você o primeiro sorriso; talvez não na forma de lábios sorridentes, mas na de um coração que compreenda, de braços que confortem; 

Se a vida inteira for um imenso não, não pare você na busca do primeiro sim, ao qual tudo de positivo deverá seguir-se; 

Quando ninguém souber coisa alguma, e você souber um pouquinho, seja o primeiro a ensinar, começando por aprender você mesmo, corrigindo-se a si mesmo; 

Quando alguém estiver angustiado à procura, consulte bem o que se passa, talvez seja em busca de você mesmo que este seu irmão esteja; 

Daí, portanto, o seu deve ser o primeiro a aparecer, o primeiro a mostrar-se, primeiro que pode ser o único e, mais sério ainda, talvez o último; 

Quando a terra estiver seca, que sua mão seja a primeira a regá-la; 

Quando a flor se sufocar na urze e no espinho, que sua mão seja a primeira a separar o joio, a arrancar a praga, a afagar a pétala, a acariciar a flor; 

Se a porta estiver fechada, de você venha a primeira chave; Se o vento sopra frio, que o calor de sua lareira seja a primeira proteção e primeiro abrigo. 

Se o pão for apenas massa e não estiver cozido, seja você o primeiro forno para transformá-lo em alimento. 

Não atire a primeira pedra em quem erra. De acusadores o mundo está cheio; nem, por outro lado, aplauda o erro; dentro em pouco, a ovação será ensurdecedora; 

Ofereça sua mão primeiro para levantar quem caiu; sua atenção primeiro para aquele que foi esquecido; seja você o primeiro para aquele que não tem ninguém; 

Quando tudo for espinho, atire a primeira flor; seja o primeiro a mostrar que há caminho de volta, compreendendo que o perdão regenera, que a compreensão edifica, que o auxílio possibilita, que o entendimento reconstrói. 

Atire você, quando tudo for pedra, a primeira e decisiva flor. 

por Glácia Daibert

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

O poder de Deus nos aperfeiçoa e a Sua graça nos basta!

Paulo muito batalhou, enquanto pode, para ficar livre do seu “espinho” na carne. Após explicar ao Apóstolo que o essencial para a vida dele não era livrar-se da provação, mas agarrar-se à graça divina, o Senhor disse: "a minha graça te basta, porque o meu poder se aperfeiçoa na fraqueza." E Paulo prontamente respondeu: "De boa vontade, pois, me gloriarei nas minhas fraquezas, para que em mim habite o poder de Cristo." (II Coríntios 12:9) 

A graça divina deveria ser suficiente para nós. Quando, porém, insistimos em cultivar necessidades pessoais não essenciais, a graça não nos basta. Aí, fazemos como Paulo, antes da sua compreensão: oramos, oramos e oramos, pedindo coisas que interferem na estratégia divina para o nosso desenvolvimento cristão.

Espinhos, quaisquer que eles sejam, quando permitidos pelo Senhor, são instrumentos poderosos para a nossa santificação. Temos todo o direito de lutar com o Senhor, pedindo que nos livre da provação: entretanto, não aceitar a graça providencial que o Senhor nos outorga, como resultado do exercício da provação, é não entender a graça. A graça que basta.

Por Olavo Feijó

sábado, 11 de dezembro de 2010

Você pode saber o seu futuro?

Todos os dias obedecerei à tua lei; eu sempre a cumprirei. Viverei à vontade, livre de perigos, porque tenho procurado seguir os teus ensinamentos... Aqueles que amam a tua lei têm muita segurança, e não há nada que os faça cair. (Salmo 119: 44-45, 165) 

Muitas pessoas hoje em dia acham que o tempo está se esgotando. O filme 2012 - O Ano da Profecia faz muito sucesso nas telas por este motivo. Mas será que estamos nos preocupando corretamente com o futuro do mundo e o que irá acontecer com todos nós? Bem, nós podemos conhecer o futuro e podemos ficar sabendo o que vai acontecer! É o primeiro passo. 

Mas como pode ser isso? De que modo o homem mortal pode transpor as cortinas do tempo e vislumbrar o futuro? A resposta é: Virando-se para Deus e lendo a Sua Palavra – a Bíblia Sagrada – livro tão maravilhoso que tem um dia especial dedicado a ele – o Dia da Bíblia – comemorado no segundo domingo de dezembro! 

No mundo espiritual, onde Deus habita, o passado, o presente e o futuro são uma coisa só! Para Ele é tudo igual. O que Ele quis que soubéssemos sobre os mistérios do futuro, Ele já revelou a todos nós! 

Nós podemos ver que a Palavra de Deus é específica e muito clara nesse assunto! Pode ser que não saibamos todos os detalhes, mas certamente podemos conhecer o suficiente da Palavra de Deus para sabermos os eventos futuros e as características dos personagens principais nesses acontecimentos. Em alguns casos podemos saber até com exatidão quando essas coisas vão acontecer! 

Algumas pessoas não lêem a Bíblia porque acham que ela assusta. Deus jamais planejou que a Bíblia fosse um livro assustador. Ela é o meio mais importante pelo qual Deus se revela àqueles que assumem um compromisso de fé com Jesus Cristo. 

Portanto, não temos que nos preocupar com o futuro, não temos que temer, não temos que advinhar! Está tudo escrito na Bíblia, e tudo muito claro! O importante é ter fé de que o que lá está previsto vai acontecer, pois a Bíblia não erra. Assim, estaremos preparados para encarar e enfrentar qualquer coisa sem medo de cair. Estudemos pois a Palavra de Deus! 

Promoção especial do Dia da Bíblia ENCERRADA! A ganhadora do Novo Testamento NTLH - Bíblia à Prova D'água da Sociedade Bíblica do Brasil (SBB) é Michellinhadf@hotmail.com! De coração, Obrigado a todos que participaram!

Regulamento: 

1) Responda à seguinte pergunta: A Bíblia te assusta? Justifique sua resposta de forma razoável; 
2) Escreva sua resposta, a justificativa e o seu e-mail no espaço destinado para ‘Comentário’, no final desse devocional; 
3) Todos que deixarem seus comentários, as justificativas (consideradas razoáveis pelo editor do blog) e os e-mails concorrerão ao sorteio de 01 (um) Novo Testamento NTLH - Bíblia à Prova D'água da Sociedade Bíblica do Brasil (SBB); 
4) No final da promoção será realizado o sorteio pelo editor do blog e o nome do vencedor será divulgado no blog; 
5) O ganhador será contactado pelo e-mail para fornecer o endereço de entrega do prêmio; 
6) A entrega será realizada sob a responsabilidade dos Correios, decorridos, no mínimo, 15 (quinze) dias utéis após o dia do sorteio, ou, no caso de indisponibilidade do produto, após a sua disponibilidade no site http://www.casadabibliaonline.com; 
7) O editor do blog Devocionais não se responsabiliza por qualquer extravio que porventura possa ocorrer durante a entrega do prêmio, por qualquer que seja o motivo; 
8) Ao deixar o seu comentário no blog, o leitor assume que concorda plenamente com os temos do regulamento desta promoção.

quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

As demoras das respostas de Deus não são recusas às suas orações!

A Bíblia garante que Deus responde sempre à oração. Ocorre que nem sempre essas respostas vêm quando e como nós queremos. A verdade é que Ele não tem pressa. Veja como exemplo a Sua criação: um bebê leva nove meses para se formar, a flor tem o seu tempo, uma árvore leva décadas para dar a sua sombra, já o pôr-do-sol demora vinte quatro horas para voltar. O certo é que não podemos apressar Deus. Nós precisamos esperar até que chegue o tempo de dEle.

Deus pode demorar responder às nossas orações e esperar até aprendermos a lição que Ele quer nos ensinar. Talvez Ele pode estar esperando as condições ideais para recebermos as respostas. Veja um exemplo bíblico: Um homem teve que ser cego toda a sua vida, para que o mundo soubesse que era cego. A espera dele teve um objetivo: para que Jesus passasse por perto dele um dia e ele pudesse ser curado maravilhosamente e o nome de Deus ser glorificado. (Jo. 9)

Às vezes pode se passar anos para sabermos por que Deus não respondeu à nossa oração como pensávamos ou como esperávamos. Mas chegará o dia que nós saberemos que Deus tinha razão! Esperemos pois no Senhor!

Tenhamos paciência! Para um sentinela, o momento mais difícil da guarda é quando está para amanhecer. Para um viajante, o momento mais angustiante é quando a viagem está quase terminando e que os últimos quilômetros parecem não acabar nunca! O maior desalento ataca exatamente na hora que está chegando o auxílio.

Então não duvidemos da Palavra, nem por um momento. Deus vai responder! Sim, Ele responderá! Confiemos n’Ele e começemos a agradecer a resposta, mesmo que não a vejamos imediatamente! Amanhã sentiremos felizes por ter confiado n’Ele!

terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Você não pode evitar que os pássaros sobrevoem sua cabeça, mas sem dúvida pode evitar que eles façam um ninho no seu cabelo!

Pegando esse ditado bem popular como ilustração, dizemos que o Diabo está sempre ativo. Ele nos tenta de toda maneira a desobedecermos ao Senhor.

A tentação está sempre ao nosso redor. Ninguém pode evitar a tentação, mas, apesar disso, não temos que nos submeter a ela. Deus, mediante o Seu Espírito, nos dá bom senso suficiente para sabermos a diferença entre o que é bom e o que é mau. Depois, ele nos dá o livre arbítrio para escolher entre o bem e o mal, entre Ele e o Diabo.

Interessante é que o Diabo não pode impedir que escolhamos, nem o bem, nem o mal. Isso é algo que fazemos, não importa o que o Diabo faça: nós podemos escolher! Cada um de nós tem vontade própria: tanto podemos ignorá-la, quanto podemos aceitar a tentação diabólica! Mas devemos escolher o bem: “Sujeita-te a Deus, resiste ao Diabo, e ele fugirá de ti!” (Tiago 4:7)

É impossível o Diabo ganhar de você, a menos que você se renda a ele, pois “maior é o que está em vós do que o que está no mundo!” (I João 4:4) A única maneira dele ganhar é se você desistir de resisti-lo, perder a esperança, se entregar, render-se ou parar de lutar. Se você continuar lutando contra as tentações, você continuará vencendo!

Então, quando o Diabo te tentar a ficar deprimido e desanimado, lute! Bata a porta na cara dele e nem lhe dê ouvidos! Muito menos se renda! Sendo assim, você não terá oportunidade de ouvir as suas lorotas e nem de acreditar em suas mentiras!

Portanto, “não deis lugar ao Diabo!” (Efésios 4:27) Aleluia!

domingo, 5 de dezembro de 2010

A linda história do deficiente físico Mefibosete

“Não fique com medo! — disse Davi a Mefibosete — Eu serei bondoso com você por causa de Jônatas, o seu pai. Eu lhe darei de volta todas as terras que pertenciam ao seu avô Saul, e você será sempre bem-vindo à minha mesa.” (2 Samuel 9:7) 

Mefibosete era aleijado de ambos os pés desde criança. Por causa disso, era muito complexado e se sentia por extremo inferiorizado. Quando chegou à presença de Davi, rei de Israel, se inclinou com o rosto em terra e disse “quem é teu servo, para teres olhado para um cão morto tal como eu?” 

Ora, ele não precisava se depreciar tanto, pois foi Davi quem havia se lembrado dele e chamado-o à sua presença. O rei teria um motivo sublime para ter feito isso: Quando Saul ainda reinava, Davi era grande amigo de Jônatas e com ele havia feito uma aliança de sempre usar de bondade para com a sua descendência. Após a morte de todos os demais descendentes de Saul, Davi foi ungido rei de Israel e então se lembrou da aliança que havia feito e resolveu usar de bondade para com o único remanescente de Jônatas, a quem amava tanto! 

Naquele dia, diante de Davi, Mefibosete creu nas palavras do rei, foi curado interiormente e restaurado do seu trauma. A partir de então, de cabeça erguida, ele passou a comer sempre à mesa do rei, além de ter ficado rico. Quanta honra! Quanta alegria! Pela bondade de Davi, Mefibosete se tornou um novo homem e toda a sua descendência passou a ser abençoada. Entretanto, ele não fez nada por merecer, tudo aconteceu porque ele creu na aliança que Davi havia feito com Jônatas. 

Da mesma forma, o Rei Jesus quer hoje usar de bondade para com você, não pelo seu merecimento, mas pela aliança que Deus fez com toda a humanidade. Deus ama este mundo e quer abençoar a todos os que crêem em Seu Filho Jesus Cristo. Você pode ser curado dos seus traumas e ser restaurado em um novo homem ou uma nova mulher. Você e sua descendência podem receber as mais ricas bênçãos celestiais. Portanto, não temas ao chegar à presença do Grande Rei! Não importa qual seja a sua deficiência, Deus quer te curar e restaurar. Crês tu nisso?

sábado, 4 de dezembro de 2010

Deus é o dono do reino dos céus e dará salvação a todos, independente do tempo em que estivermos trabalhando para Ele.

Mateus 20:1 - Porque o reino dos céus é semelhante a um homem, pai de família, que saiu de madrugada a assalariar trabalhadores para a sua vinha. 

Esta parábola fala da graciosidade de Deus em oferecer salvação a todos os homens. Ele nos salva por graça. Entraremos no céu pela misericórdia do Senhor e não por nossas obras. Veja os símbolos usados por Cristo: um pai de família, os trabalhadores e uma vinha. 

O Pai de família representa o Senhor, que oferece a humanidade (os trabalhadores) a oportunidade de participar do seu reino (a vinha). Apesar de na parábola os trabalhadores entrarem em diferentes momentos para o trabalho, todos receberam o mesmo pagamento. Seria Deus injusto? Não! Ele é o dono do reino e dará salvação a todos, independente do tempo em que estivermos trabalhando para Ele.

Não devemos ter por precioso nosso trabalho para Deus e nem a posição que ocupamos em seu reino. Que nossos olhos estejam em Cristo e em sua salvação. Assim, estaremos imunes ao orgulho que pode querer se alojar em nosso coração após algum tempo servindo ao Rei.

por Sérgio Fernandes, Pr

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

A sua Salvação é só por graça, nunca pelas suas obras.

Você não pode salvar-se a si mesmo por meio das suas obras, da sua bondade, nem sequer por meio das suas tentativas de guardar as leis de Deus e de amá-Lo. Você não conseguirá ser bom o bastante, não conseguirá ser perfeito o bastante, para ganhar, para merecer ou para ser digno da perfeição celestial que é a Salvação Santa. Esta vem por meio da graça, do amor e da misericórdia de Deus! É impossível você ou qualquer outra pessoa salvar-se sem o milagre de Deus!

Você precisa aceitar que a Salvação é uma obra da Graça de Deus. Ela é gratuita, só pode ser recebida, nunca conquistada. Ela é uma dádiva de Deus, você não tem como trabalhar para consegui-la. Você, como ninguém, não pode pagar um presente, senão não seria um presente. A Palavra de Deus diz: “Pois pela graça de Deus vocês são salvos por meio da fé. Isso não vem de vocês, mas é um presente dado por Deus. A salvação não é o resultado dos esforços de vocês; portanto, ninguém pode se orgulhar de tê-la.” (Ef. 2:8-9)

Do ponto de vista de Deus, bondade e justiça significam um pecador saber que precisa e depende d’Ele para ser salvo. Para Deus, ser santo não significa ser perfeito, imaculado ou com auto-justiça. Para Ele, santidade significa que o pecador é salvo pela graça, embora sem perfeição, sem justiça própria, mas dependente totalmente da graça, do amor e da misericórdia de Deus por meio da sua fé. Esses são os únicos santos que existem, não há mais nenhuns! Portanto, a única justiça que existe em você é a de Cristo. Ele é o único que pode te justificar e te aceitar! É como disse São Paulo: “...Pois agora é por meio da minha fé em Cristo que eu sou aceito; essa aceitação vem de Deus e se baseia na fé.” (Fil. 3:9)

La medida de la madurez espiritual: En esto me gozo, y me gozaré aún.

En esto me gozo, y me gozaré aún. (Filipenses 1:18)

Puede medirse la madurez espiritual de un creyente por lo que puede quitarle el gozo. El gozo es un fruto de una vida guiada por el Espíritu (Gá. 5:22). Debemos regocijarnos siempre (Fil. 4:4; 1 Ts. 5:16). En todas las circunstancias el Espíritu Santo produce gozo, de modo que no debe haber ningún momento en el que no estemos regocijándonos de alguna manera.

El cambio, la confusión, las pruebas, los ataques, los deseos insatisfechos, el conflicto y las relaciones tirantes pueden quitarnos el equilibrio y despojarnos del gozo si no tenemos cuidado. Entonces hemos de llorar como el salmista: "Vuélveme el gozo de tu salvación" (Sal. 51:12).

Jesús dij "En el mundo tendréis aflicción" (Jn. 16:33), y el apóstol Jacobo dij "Tened por sumo gozo cuando os halléis en diversas pruebas" (Stg. 1:2). Dios tiene su propósito en nuestras aflicciones, pero nunca nos quita nuestro gozo. A fin de mantener nuestro gozo debemos asumir la perspectiva de Dios respecto a nuestras pruebas. Cuando nos rendimos a la obra de su Espíritu en nuestra vida, no nos agobiarán nuestras dificultades.

terça-feira, 30 de novembro de 2010

Dia de Luta Contra a AIDS: O que Deus disse a respeito!

Existe um ditado que diz: ‘mais vale prevenir do que remediar’! É mais importante ter um muro no alto de um precipício do que um hospital equipadíssimo lá embaixo! E a melhor forma de se evitar enfermidades é obedecer à leis naturais de Deus: comer bem, trabalhar bem, viver bem, divertir-se bem, amar bem, descansar bem e manter um relacionamento saudável com Deus!

Não pense você que podemos violar as leis de saúde de Deus e abusar do nosso corpo e depois esperar sermos saudáveis, porque Deus criou o ser humano com um mecanismo auto-destrutivo para castigar aqueles que O desobedecem!

Deus tem seus motivos para criar essas regras. Sabem para que servem? Ele fez essas regras porque ama o mundo, e quer proteger e guardar os seus habitantes. Ele quer que homens e mulheres obedeçam às leis físicas e naturais para serem sempre saudáveis! Afinal de contas, se Ele criou esse mundo, Ele sabe exatamente como devem funcionar as regras para manter a sua população saudável! 

"Se ouvires atento a voz do SENHOR, teu Deus, e fizeres o que é reto diante dos seus olhos, e deres ouvido aos seus mandamentos, e guardares todos os seus estatutos, nenhuma enfermidade virá sobre ti...pois eu sou o SENHOR, que te sara." (Ex. 15:26)

Por isso, é melhor tratarmos de prevenir agora, em vez de nos preocuparmos mais tarde com os remédios – ou com os coquetéis. Vamos seguir as regras sensatas criadas por Deus para gozarmos de uma boa saúde. Vamos cuidar bem do nosso corpo – que é a criação sublime de Deus e dispensar-lhe o cuidado adequado que ele precisa! Observemos todas as regras o melhor que pudermos, e essas regras, muitas vezes odiada por muitos, nos ajudarão a manter saudáveis e felizes! Que Deus nos abençoe e nos mantenha com boa saúde!

segunda-feira, 29 de novembro de 2010

O Rio de Janeiro está sendo reconquistado. E agora?

Você pode mudar o Rio de Janeiro e também mundo! O momento é agora! Se às vezes você fica desencorajado com a situação na qual se encontram o Rio de Janeiro, o Brasil e o mundo, não desista! Podemos realmente fazer o bem e reconquistá-los da violência, da corrupção e de Satanás.

Se ajudarmos as pessoas a encontrarem alegria, felicidade e Salvação em Jesus, nós realmente poderemos modificá-los! Pessoalmente, nós podemos começar a mudar o mundo plantando as sementes da Verdade do Amor de Deus, uma a uma, dia a dia, de coração em coração, onde quer que estejamos.

Deus fará com que essas sementes germinem e cresçam! Pode ser que no princípio pareçam apenas pequenos rebentinhos minúsculos, só uns brotinhos verdes insignificantes. Às vezes chegamos a pensar assim: O que é isso em comparação com a floresta que vemos pela frente? Não importa o tamanho do trabalho que temos a fazer, se fizermos a nossa parte, será o começo do milagre de uma nova vida para o nosso Rio de Janeiro e, conseqüentemente, para o mundo!

Portanto, experimente fazer a sua parte! Se você tiver mudado uma vida mediante a divulgação do amor de Deus, você terá mudado uma parte do mundo! Se você mudou uma parte do mundo, ainda que seja só sua própria vida, você começou a mudar o ambiente no qual você vive. Melhor dizendo, fazendo isso, você prova que há esperança de o mundo ser mudado! Se uma vida pode ser mudada, isso mostra que é possível que mais vidas sejam mudadas. Assim, o mundo pode ser mudado, começando só com uma pessoa, talvez você!

E quem sabe, você talvez viva para ver o dia em que o mundo estará mudado e se alegrará sabendo que começou com você! Portanto, comece agora a falar do amor de Deus aos que estão próximos a você! Diga assim: “Porque Deus amou o mundo de tal maneira, que deu o Seu Filho Unigênito (Jesus Cristo), para que todo aquele que nEle crê, não pereça, mas tenha a vida eterna.” (Jo. 3:16)

domingo, 28 de novembro de 2010

The best way to know what God wants you do is to say to God: "I will do!"

God can give you what you choose, but only He knows what is best. So, it's better you ask Him to find out what He thinks is best!

How can we know what is the God’s will?

The first condition is to have no will! According to Scripture, you have to give your body, surrender your mind, surrender your will and not be conformed to this world. And as the Bible says: "Transforme yourself by the renewing of your mind, that you may prove what is that good, pleasing and perfect God's will. "(Rom. 12:1-2)

Do these things! So, you will know which is the good and the perfect will of God for your life! And even better, will not have to wait long!

If you are a child of God and if you let Him choose, what is He will choose for you? He will choose what is best for you! He knows what you need and want, He loves you, He cares for you. Nothing can remain obscured in the face of His Truth! He gives the best of all to those who lets He chooses!

sábado, 27 de novembro de 2010

A melhor maneira de saber o que Deus quer que você faça é dizer a Deus: “Eu farei!”

Deus pode lhe dar o que você escolher, mas só Ele sabe o que é melhor. Por isso é bom você lhe perguntar para descobrir o que Ele acha que é melhor!

Como é que podemos saber qual é a Vontade de Deus?

A primeira condição é não ter nenhuma vontade própria! Segundo as Escrituras, você tem que entregar o seu corpo, entregar a sua mente, entregar a sua vontade e não se conformar com este mundo. E como a Bíblia diz: “Transformai-vos pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus.” (Rom. 12:1-2)

A segunda condição e pedir ao Senhor para orientar e guiar você. Peça a Ele para abrir o seu coração e sua mente para a Verdade. Peça para ajudar você a compreendê-la e a segui-la em total submissão a Deus: submissão total da mente, submissão total do corpo, submissão total da sua vontade própria!

Faça essas coisas! Assim, você saberá qual é a boa e perfeita vontade de Deus para sua vida! E melhor, não terá que esperar muito!

Se você é um filho de Deus e se você deixa que Ele escolha, o que é que Ele vai escolher para você? Vai escolher o que for melhor para você! Ele sabe o que você precisa e quer, Ele te ama, Ele se interessa por você. Nada pode continuar obscurecido diante da Sua Verdade! Ele dá o melhor de tudo àqueles que O deixam escolher!

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

Devemos agradecer a Deus somente no Dia de Ações de Graças?

A Palavra de Deus diz "E a paz de Deus, para a qual também fostes chamados em um corpo, domine em vossos corações; e sede agradecidos." (Col 3:15) 

Na sua carta, Paulo dá aos Colossenses vários critérios a serem seguidos na comunidade dos cristãos. Em um deles, escreve: “E sejam agradecidos”.

Na última quinta-feira de novembro se comemora o "Dia de Ações de Graças" ou "Thanksgiving", como dizem nossos irmãos na América do Norte. Excelente idéia haver um dia dedicado a essa ação que mais agrada a Deus. O problema é que não podemos cair na tentação de somente dar graças nesse dia. 

Há pessoas que nunca agradecem. Não vêem razão para isto. Agradecer, para alguns, cheira a humilhar-se, a declarar dependência. Na realidade, para quem não gosta de agradecer o que não faltam são desculpas. E, infelizmente, esta ocorrência é encontrada também na comunidade cristã. Ovelhas que não agradecem a seus pastores. Pastores que nem pensam em dizer “obrigado” a suas ovelhas. E assim por diante, até incluirmos pais que não agradecem a seus filhos, bem como filhos que aprendem a não agradecer.

Segundo Paulo, a grande razão para ser agradecido é Jesus Cristo. Afinal de contas, diz Paulo, o Senhor nos perdoou pelo amor de Jesus Cristo. Assim, tudo, mas tudo o que acontece no Reino de Deus é graças ao filho. Logo, não agradecer a Cristo é não entender nada da teologia bíblica. E consequentemente, é não entender nada da comunidade cristã. Ser agradecido é assimilar a obra de Cristo. É ter a “mente” de Cristo. É viver com Ele andou. 

Portanto, devemos dar graças em todo tempo e em qualquer circunstâncias. Que Deus nos conceda sempre essa disposição! 

Living Your Thanksgiving

Make a glad sound to the Lord, all the earth. Give worship to the Lord with joy; come before him with a song. Be certain that the Lord is God; it is he who has made us, and we are his; we are his people, and the sheep to whom he gives food. Come into his doors with joy, and into his house with praise; give him honour, blessing his name. For the Lord is good, and his mercy is never-ending; his faith is unchanging through all generations. (Psalm 100, The Bible in Basic English)

When I was younger, Thanksgiving was pretty much just another holiday—a day when I got to eat a whole lot of good food and nibble on all the sugary stuff I wanted. 

In fact, one year it only took me, my sister, two forks and about 30 minutes to finish off the rest of the pecan pie, while everyone else was either glued to the football game or snoring in a recliner. We had no regrets, and I'm pretty sure we'd do it again.

But besides being a holiday when I had permission to indulge, thanksgiving was also a word my grandfather always incorporated at the end of his prayers: "And with thanksgiving, in Jesus' name, Amen." I always wondered why he used a word that made me think of cornucopias and construction-paper turkeys; but he had the Th.D. in our family, and I did not. So I knew he must have had a good reason.

Years later, I think I now understand. In that one word, he was saying "Thank You for giving." You, being God. From my grandfather's example, I see that thanksgiving was more than a one-day family gathering. It was and is a way of living, a daily act of expressing gratitude to our Maker who first gave to us.

At this time of year, I sit and think about when I last thanked God for giving me anything—let alone His son, Jesus Christ. I'm ashamed to admit that I don't remember. But I know that I want to make such gratefulness as prominent as the giant turkey on the table and see thanksgiving become a way of life. 

There's no better thanksgiving wisdom than that found in God's Word, specifically The Old One-Hundredth (Psalm 100). If you open your Bible and take a look at this passage, you'll see a notation under the heading: "A psalm. For giving thanks." 

Following that, there are many directives listed that can help us live our Thanksgiving: a) Make a glad sound to the Lord; b) Give worship to the Lord with joy; c) Come before Him with a song; d) Be certain that the Lord is God; e) Come into his doors with joy, and into his house with praise; f) Remember for the Lord is good … His mercy is never-ending … His faith is unchanging

Reflect on these today, and ask the Lord how He can help you really live your Thanksgiving each day of the year.

Here is your Thanksgiving Day challenge: take time to "live your Thanksgiving" and call or visit someone who is alone or having a hard time (for whatever reason) on this day.

by Laura MacCorkle, Crosswalk Senior Entertainment Editor

A verdadeira história do Natal

Ao entrar no Shopping ficamos deslumbrados com os efeitos produzidos pelas luzes, que apontavam diretamente para um imenso pinheiro enfeitado com caixas embrulhadas em papéis multicoloridos... Ao lado da árvore estava uma manjedoura com um boneco de uma criança, ao seu lado um casal... Um pouco mais distante, estavam alguns bonecos de homens trajados rudemente... Do outro lado do pinheiro havia uma casa toda coberta de pequenas lâmpadas, ao seu lado um trenó puxado por renas, e dentro da casa um homem vestido de vermelho, com longas barbas brancas... um gorro vermelho na cabeça... um saco vermelho nas costas. O quadro, ainda que confuso, trouxe-me à consciência o fato de que estamos às vésperas do Natal...

Sinceramente percebemos que cada ano que se passa as representações se tornam mais confusas, a ponto de o significado do Natal estar cada vez mais sendo esquecido em detrimento dos novos personagens que compõem esta nova história’: Papai Noel, Mamãe Noel, luzes, enfeites, presentes, comércio, banquetes... Então demos conta que no nascimento de Jesus, o Cristo, as circunstâncias também não eram diferentes... O fato que mudou a história da humanidade aconteceu na periferia de uma pequena vila, e os personagens mais próximos eram pastores de ovelhas, e alguns misteriosos reis do oriente... Nada de opulência! Nada de luzes! Nada de enfeites! Havia presentes, sim! O mais importante dos presentes! Aliás, o único que O Aniversariante continua esperando dos seres humanos: o LOUVOR!

O nascimento de Jesus Cristo é anunciado aos pastores em meio à música entoada por um coro angelical (Lucas 2.10-14). Particularmente, cremos que os anjos cantam para ensinar aos pastores que Jesus, o Cristo, é o Deus que merece toda Honra e todo Louvor. Os pastores aprenderam bem a lição... Não somente os pastores louvam a Jesus, como também os três reis-magos do oriente, que o fazem presenteando-O com ouro, incenso e mirra (Mateus 2.11), respectivamente símbolos da Realeza de Jesus (Apocalipse 17.14), do Sacerdócio de Jesus (Lucas 1.9; Hebreus 10.10-13), e da Sua morte propiciatória (João 19.39).

Então descobrimos o verdadeiro sentido do natal: Jesus nasceu! Seu nascimento é motivo de louvor, porque Ele é o Sacerdote que representa e intercede por todos os seres humanos da face da terra, em todas as eras, em todos os lugares, em todo o tempo, oferecendo-lhes gratuitamente o perdão dos pecados e a vida eterna. Jesus merece todo louvor, porque é Rei. Não um rei cujo trono se estende no mundo pelo poder da espada e da opressão! Não! Jesus é o Rei, cujo Reino está dentro dos corações dos que confessam Sua majestade e dão crédito às Suas palavras de Vida, Poder, Graça e Amor (Mateus 17.21). Contudo, Jesus também recebeu de presente a mirra... perfume utilizado nos rituais pós-morte... No nascimento de Jesus, prenuncia-se a Sua morte! O Sacerdote é ao mesmo tempo o próprio sacrifico; e no Seu sacrifício, o Rei estende Seu Reino Eterno sobre todas as culturas, línguas e nações...(Apocalipse 5.9).

É tempo de Louvor ao Único que merece toda a honra, toda a glória e toda a adoração!

Em Cristo!

Contribuição de Ézio Martins de Lima, rev.

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

Você sabia que existem "Quatro Leis Espirituais"

Assim como há leis físicas que governam o universo, há também leis espirituais que governam nosso relacionamento com Deus.

1ª Lei: "Deus ama você e tem um plano maravilhoso para sua vida"

O amor de Deus está expresso na Bíblia: "Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo o que nEle crê não pereça, mas tenha a vida eterna." (João 3:16)

Com respeito ao plano de Deus para a sua vida, Cristo afirma: "...Eu vim para que tenham vida e a tenham em abundância." Isso significa que Deus quer nos dar uma vida completa e com propósito e alvos claramente definidos. (João 10:10)

Se existem essas promessas de Deus para a humanidade, então por que a maioria das pessoas ainda não está experimentado essa "vida em abundância"? A resposta é porque existe uma 2ª lei.

2ª Lei: "O homem é pecador e está separado de Deus; por isso não pode conhecer nem experimentar o amor e o plano de Deus para sua vida."

Quem disse que todo homem é pecador é o próprio Deus: "Pois todos pecaram e carecem da glória de Deus" (Romanos 3:23)

O homem foi criado para ter um relacionamento perfeito com Deus, mas por causa de sua desobediência e rebeldia, escolheu seguir seu próprio caminho e seu relacionamento com Deus se desfez. Esse estado de independência de Deus, caracterizado por uma atitude de rebelião ou indiferença, é evidência do que a Bíblia chama de pecado.

Deus ama o homem, mas este é pecador e está separado de Deus. "Porque o salário do pecado é a morte..." Morte significa separação. Aqui o texto fala de uma separação espiritual de Deus.

Deus é santo e o homem é pecador. Um grande abismo separa os dois. O homem está continuamente procurando alcançar a Deus e a vida abundante, através de seus próprios esforços: vida reta, boas obras, religião, filosofias, etc. E aí ele não consegue encontrar o caminho, porque existe uma 3ª lei que nos mostra a única resposta para o problema dessa separação.

3ª Lei: "Jesus Cristo é a única solução de Deus para o homem pecador. Por meio dele você pode conhecer e experimentar o amor e o plano de Deus para sua vida."

Jesus Cristo morreu em nosso lugar. "Mas Deus prova o seu próprio amor para conosco pelo fato de ter Cristo morrido por nós, sendo nós ainda pecadores." (Romanos 5:8)

Jesus Cristo ressuscitou dentre os mortos. "...Cristo morreu pelos nossos pecados... foi sepultado e ressuscitou no terceiro dia, segundo as Escrituras, e apareceu a Pedro e depois aos Doze. Depois apareceu a mais de quinhentos..." (1 Coríntios 15:3-6)

Jesus Cristo é o único caminho. "Respondeu Jesus: Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vem ao Pai, a não ser por mim."(João 14:6)

Deus tomou a iniciativa de fazer uma ponte entre Ele e o abismo que nos separa dEle ao enviar seu filho, Jesus Cristo, para morrer na cruz em nosso lugar, pagando o preço de nossos pecados.

Mas ainda existe uma 4ª e última lei que precisamos obedecer para termos uma vida espiritual em abundância, deixando de sermos criaturas para sermos filhos de Deus.

4ª Lei: "Precisamos receber a Jesus Cristo como Salvador e Senhor, por meio de um convite pessoal. Só então poderemos conhecer e experimentar o amor e o plano de Deus para nossa vida."

Precisamos receber a Cristo. "Contudo, aos que o receberam, aos que creram em seu nome, deu-lhes o direito de se tornarem filhos de Deus." (João 1:12)

Como recebemos a Cristo? Recebemos a Cristo pela fé. "Pois vocês são salvos pela graça, por meio da fé, e isto não vem de vocês, é dom de Deus; não por obras, para que ninguém se glorie." (Efésios 2:8,9)

Também recebemos a Cristo por meio de um convite pessoal. Cristo afirma: "Eis que estou à porta e bato. Se alguém ouvir a minha voz e abrir a porta, entrarei..." (Apocalipse 3:20)

O que significa receber a Cristo? Receber a Cristo implica arrepender-se do pecado, significa deixar de confiar em nossa capacidade para nos salvar, crendo que Cristo é o único que pode perdoar nossos pecados.

Apenas saber que Jesus Cristo é o Filho de Deus e que morreu na cruz pelos nossos pecados, não é suficiente. É necessário receber a Cristo pela fé, por meio de uma decisão pessoal.

Em outras palavras, receber a Cristo, significa passarmos da Fase 1 para a Fase 2, na situação da nossa vida:

Fase 1 – Vida controlada pelo “EU”. Significa que eu mando na minha vida. Eu faço o que quero e da maneira que acho melhor. Com o "Eu" no centro da vida e Cristo fora da vida, os interesses são controlados pelo "Eu", geralmente causando discórdias e frustrações.

Fase 2 – Vida controlada por Cristo. Significa que Cristo manda na minha vida. Com Cristo no centro da vida e o "Eu" fora do centro, os interesses são controlados por Cristo, resultando em harmonia com o plano de Deus.

Agora, reflita:

Qual das duas situações representa melhor sua vida?

Qual delas você gostaria que representasse sua vida?

Do you already know the biggest and best Doctor in the universe?

The cure has always been one of our most pressing physical needs. Jesus healed all who came to Him, without exception, saved or not saved, since they had enough faith to believe that he could cure them. The most urgent need of those people was a divine touch in their bodies even before they can understand the salvation, and many times He healed their bodies before anything else!

Miracles still happen! God has transformed bodies that need a change. He is still the Great Doctor! He also says: "I am the Lord who heals you, who forgives all your iniquities, who heals all your diseases." (Ex. 15:26; Ps 103:3) He doesn't cure only some diseases, several, many or most, but all of them! God can heal anything!

He is your Heavenly Father; He loves you and answers your prayers! Actually, He is more willing to give cure to you than you receive it! God doesn't only can but want to cure you! He just begs you honor Him in faith believing in His Word and His promises. It's so simple! (I John 5:14-15, Heb 11:6)

Do you have faith in God and His love? Do you have personally knowledge of the Great Doctor? If not, receive Him and receive His healing power in your life now!

terça-feira, 23 de novembro de 2010

Você já conhece o maior e melhor médico do Universo?

A cura sempre foi uma de nossas necessidades físicas mais prementes. Jesus curou todos os que foram ter com Ele, todos sem exceção, salvos ou não salvos, desde que eles tivessem fé suficiente para acreditar que Ele podia curá-los. A necessidade mais urgente daquelas pessoas era um toque divino nos seus corpos, mesmo antes delas poderem entender a Salvação; e muitas vezes Ele curou os seus corpos antes de mais nada!

Milagres ainda acontecem! Deus ainda transforma corpos que precisam de uma mudança. Ele ainda é o Grande Médico! Ele ainda diz: “Eu sou o Senhor que te sara, que perdoa todas as tuas iniqüidades, e sara todas as tuas enfermidades.” (Ex. 15:26; Sl 103:3) Não cura só algumas, várias, muitas ou a maior parte, mas sim todas elas! Deus pode curar qualquer coisa!

Ele é o seu Pai Celestial, Ele ama você e responde às suas orações! Na verdade, Ele está mais disposto a dar do que você a receber! Deus não só pode como quer curá-lo! Ele só pede que você O honre com fé, acreditando na Sua Palavra e nas Suas promessas. É simples assim! (I Jo 5:14-15; Hb 11:6)

Você tem fé em Deus e no Seu Amor? Você pessoalmente já conhece o Grande Médico? Se não, receba-O e receba o Seu poder de cura na sua vida agora!

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

A Receita de Cura: Quem quer ser curado, ame!

No seu livro capitulo 59 o profeta Isaías nos diz que o que cura é o amor.
Não adianta orar, jejuar, se humilhar, odiar com devoção piedosa o inimigo, dedicar-se aos cultos de vigília e combate, ou qualquer outra coisa, pois, sem amor, nada terá proveito; posto que sem amor toda existência se torne doença.
O cenário que Isaías divisava era caótico. Um povo que vivia cheio de crenças e nenhuma fé. Oravam por contenda e para buscar diante de Deus alguma vantagem sobre o próximo em qualquer coisa ou área da vida. Por isto, diz o profeta, eles secaram.
Oravam e não eram respondidos. Jejuavam e apenas emagreciam... Buscavam vantagens, mas tornavam-se estéreis como um deserto. Suas obras viravam ruínas em seus próprios dias...
Enquanto isto, eles, em sua insegurança, buscavam exercer controle e poder sobre os outros. Por isto, prendiam, escravizavam, amarravam ao próximo ou o algemavam com cadeias de dependência ou de manipulação. Então, vem Deus e diz:
‘Se vocês pararem de orar a oração do ódio, da contenda e da disputa, e se ao invés disso dedicarem-se a soltar as ligaduras da impiedade e a quebrarem toda dependência que vocês criaram ou que venham a encontrar posta sobre o próximo; e se vocês ao invés de se vingarem, tratarem o inimigo com bondade; e se abrirem a própria alma confessando fraqueza com os fracos, e se não fugirem do encontro com o próximo, o semelhante — então, Eu digo: Eu estarei com vocês de tal modo que serei glória nas costas de vocês e luz adiante de vocês; e serei Aquele que nem mesmo os deixará pedir ou clamar, pois, antes que o façam Eu já terei respondido; e antes que gritem..., Eu mesmo me adiantarei e direi: Ei! Eu estou aqui!’
E mais: Deus diz: ‘Quando vocês começarem a curar o próximo e as relações de vocês com a vida, Eu mesmo curarei as doenças de vocês.’
Desse modo, diz o Senhor: ‘Quem quer ser curado, ame; pois, quem cuidar das coisas do amor, esquecendo-se de si mesmo, esse será curado no caminho, enquanto liberta e cura outros.’ Esta é a verdade do Evangelho de Deus para mim e para você!
Nele, que nos cura pelo exercício do amor,
Contribuição de Caio Fabio d´Araújo, rev

domingo, 21 de novembro de 2010

Faith and obedience come first! Then God answers prayers!

Throughout His Word, God has always sent the man to do something first before He helps man. God told Moses to strike the rock and then He would bring forth water (Ex. 17:6). When Jesus raised Lazarus from the dead, He said, "Take away the stone" (John 11:39). They expressed their faith in obedience! If we take this step of faith and if God's will, He will help us!

God likes to put our faith to the test. He likes to see if we believe in truth, and often only gives us answers after we have obeyed what He has told us or showed we should do. We have to take the step of faith, we must extend the hand of faith, we must obey God if we want to receive His blessings!

If we obey what we know God wants we do, then He will show us more truth, and when we obey, He will give us a little more. And, if we follow Him step by step, He will show us more His power.

We can’t be stopped waiting until God answers. We often have to simply take a step by faith, even if we do not see the ground where we set foot. You just have to hold the hand of God and He goes before you and guide you. Walking by faith is like that. Even if you can’t see anything in front of you, you only need to hold the hand of God! (2 Corinthians 5:7).

sexta-feira, 19 de novembro de 2010

Fé e obediência vêm primeiro! Depois Deus responde à oração!

Em toda a Sua Palavra, Deus sempre mandou o homem fazer algo primeiro antes de o ajudar. Deus disse a Moisés para ferir a rocha e que depois Ele faria a água brotar (Ex. 17:6). Quando Jesus ressuscitou Lázaro dos mortos, Ele disse: “Tirai a pedra!” (Jo. 11:39). Eles manifestaram a sua fé ao obedecerem! Se nós dermos esse passo de fé e se for a vontade de Deus, Ele irá nos ajudar!

Deus gosta de pôr a nossa fé à prova. Ele gosta de ver se acreditamos de verdade, e muitas vezes só nos dá respostas depois de termos obedecido ao que Ele já nos disse ou mostrou que deveríamos fazer. Nós temos que dar o passo de fé, temos que estender a mão da fé, temos que obedecer a Deus se quisermos receber as Suas bênçãos!

Se obedecermos ao que sabemos que Deus quer que façamos, então Ele vai nos mostrar mais verdade; e quando tivermos obedecido, Ele vai nos dar um pouco mais. E passo a passo, à medida que O seguimos, Ele nos mostrará cada vez mais seu poder.

Nós nem sempre podemos ficar esperando até que Deus responda. Muitas vezes temos que simplesmente dar um passo por fé, ainda que não vejamos o solo onde vamos pôr o pé. Você só tem que segurar firme a mão de Deus e Ele irá à sua frente e guiará você. Andar por fé é assim. Mesmo que não consiga ver nada à sua frente, você só precisa segurar a mão de Deus! (2 Cor. 5:7).

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

Put God to the test!

Put God to the test! Prove that He exists!

Maybe you're like many people who says don't believe in God, but who aren't really atheists. Maybe you just have not taken a final decision for not having had an opportunity to really know the Truth! But even if you have doubts and questions in your head or heart, that need answers to convince you, if you're sincere and really want to know the answers, if you really want to know God, He will show Himself to you!

Even if you do not believe in God or Bible, nor anything else, you can put God in a test tube and prove that He exists! And you're the test tube! You just have to put God within yourself and see what happens! If you just pray with sincerity, "God, if there is a God somewhere, show me! Express Yourself! "He will manifest! Once admit the possibility, you're giving God a chance and that's a little spark of faith, a seed of faith of the size of a mustard seed that begin to grow! God will honor such faith and let you see, feel and be aware of this test!

God loves faith! He loves us because we believe in Him! And once you believe, then He will manifest Himself in many ways so you will believe, not simply by faith, but He will manifest Himself to you, answering your prayers, performing miracles, and even changing your own life!

quarta-feira, 17 de novembro de 2010

Coloque Deus à prova! Prove que Ele existe!

Talvez você seja como muitas pessoas que dizem que não acreditam em Deus, mas que não são realmente atéias. Talvez você simplesmente ainda não tenha tomado uma decisão final por ainda não ter tido realmente uma oportunidade de conhecer a Verdade! Mas mesmo que tenha dúvidas e perguntas na sua cabeça ou coração, que precisam de respostas para você se convencer, se você for sincero e quiser realmente saber as respostas, se realmente quiser conhecer Deus, ele lhe mostrará!

Mesmo que não acredite em Deus, nem na Bíblia, nem em mais nada, você pode colocar Deus num tubo de ensaio e provar que Ele existe! E você é o tubo de ensaio! Você só tem que colocar Deus dentro de si e ver o que acontece! Se simplesmente orar com sinceridade: “Deus, se existe um Deus em algum lugar, mostre-me! Manifeste-Se!” Ele Se manifestará! Uma vez que admita a possibilidade, você está dando uma chance a Deus e isso é uma pequena faísca de fé, uma sementinha de fé do tamanho de um grãozinho de mostarda que começou a crescer! Deus honrará tal fé e deixará você ver, sentir e tomar conhecimento da prova!

Deus adora fé! Ele nos ama porque acreditamos n’Ele! E uma vez que você acredite, Ele então irá manifestar-Se de tantas formas que você não terá mais que acreditar simplesmente por fé. Ele Se manifestará a você respondendo às suas orações, fazendo milagres, e até mudando a sua própria vida!

A Loucura e a Fraqueza de Deus

“...aprouve a Deus salvar os que crêem pela loucura da pregação.”  (1 Coríntios 1.21)

Algumas pessoas acreditam ser possuidoras de uma sabedoria incomparável. Aos seus olhos estão acima de outros, pois parecem perceber o que ninguém percebe, calcular o que muitos jamais saberão; discernir o que outros insistem procurar. Homens e mulheres que têm explicação para tudo, lógica astuta e ceticismo desencorajador. Com suas palavras pretendem desvendar o mundo, seus mistérios e o seu futuro.

Há também aqueles que se apresentam como detentores de todo o poder. Parecem ser capazes de transformar o mundo, comprar as pessoas, realizar sonhos e transpor todas as barreiras da existência. Conquistar é o verbo preferido daqueles que estão no ápice. Não necessitam de auxílio, pois são suficientes em si mesmos.

Ao escrever aos coríntios o apóstolo Paulo parece desnudar aqueles que trazem consigo a soberba e a arrogância. Ele declara enfaticamente que “... a loucura de Deus é mais sábia do que os homens; e a fraqueza de Deus é mais forte do que os homens.” (1 Coríntios 1.25). Inversões e invenções divinas para colocar o ser humano no seu justo lugar.

Sabemos que os caminhos de Deus são outros, tantas vezes insondáveis e incompreensíveis. Seus conselhos, aparentemente loucos, estão repletos de prudência e bom senso. Confiáveis são todas as suas declarações. Suas escolhas seguem outros referenciais, muitos dos quais desprezíveis aos olhos humanos. Fracos, pobres esquecidos e excluídos são seus parceiros.

Bendita fraqueza. Santa loucura. Amado Deus!

Rev. Sérgio Andrade

How can I understand God?

You don’t need to understand God to love Him!

No one will ever fully understand God. It is impossible, so He says, "My ways are higher than your ways. As the heavens are higher than the earth, so are My ways higher than your ways and My thoughts than your thoughts. "(Isaiah 55:9) So, you should quit want to explain God! Stop trying to understand Him! Stop trying to understand how He works, how to deflate Him and how to analyze Him! Simply accept Him and accept His word by faith!

Jesus tried to simplify things by saying, "Except if you convert and become like child, you never enter the kingdom of heaven." (Matt. 18:3) A baby is a great illustration of that! A young child understands God better than most adults! Even before he learns to speak, he understands the love, the simplest and the deepest thing in the world! But which little baby understands her mother, her parents, how was he born and anything about life? He simply feels the love of his parents, accept it and get it!

It's all so simple that many people simply can't believe it! The God's Love, such as any parent's love, it's so simple! It's just a matter of faith. It is impossible to fully understand God and His Love, but it is possible to receive Him and love Him so much!

segunda-feira, 15 de novembro de 2010

Como posso entender Deus?

Você não tem que entender a Deus para poder amá-Lo!

Ninguém jamais conseguirá compreender totalmente a Deus. É impossível, pois Ele diz: “Os Meus caminhos são mais altos do que os vossos caminhos. Assim como os céus são mais altos do que a Terra, assim são os Meus caminhos mais altos do que os vossos caminhos, e os Meus pensamentos mais altos do que os vossos pensamentos.” (Is. 55:9) Então, desista de querer explicar Deus! Pare de tentar entendê-Lo! Pare de tentar entender como Ele funciona, desmontá-Lo e analisá-Lo! Simplesmente aceite-O e aceite a Sua Palavra por fé!

Jesus tentou simplificar a coisa, dizendo: “Se não vos converterdes e não vos fizerdes como meninos, de modo algum entrarei no Reino dos Céus.” (Mat. 18:3) Um bebê é uma ótima ilustração disso! Uma criancinha entende Deus melhor do que a maioria dos adultos! Até mesmo antes dela aprender a falar, ela entende o amor, a coisa mais simples e contudo a mais profunda do mundo! Mas qual bebezinho entende a sua mãe, seu pais, como ele nasceu e tudo sobre a vida? Ele simplesmente sente o amor deles, aceita-o e recebe-o!

É tudo tão simples que muitas pessoas simplesmente não conseguem acreditar! O Amor de Deus, como o amor de qualquer pai, é simples assim! É apenas uma questão de fé. É impossível entender totalmente a Deus e o Seu Amor. Mas é possível recebê-Lo e amá-Lo também!

sábado, 13 de novembro de 2010

Acreditar ou ser convencido

‘O homem natural não aceita as coisas do Espírito de Deus, porque lhe são loucura; e não podem entendê-las porque elas se discernem espiritualmente’ (I Co 2:14)

Você prefere acreditar na Bíblia ou ser convencido por ela? Na verdade, trata-se da mesma coisa! Nós somos convencidos a aceitar as reivindicações da Bíblia de que ela é a Palavra de Deus à medida que a lemos. Há muitas afirmações na Bíblia declarando que todas as palavras das Escrituras são palavras de Deus, ao mesmo tempo em que são palavras escritas por homens. Evidentemente, não quero dizer que cada palavra nas Escrituras foi falada de modo audível pelo próprio Deus, já que a Bíblia registra as palavras de centenas de pessoas diferentes, como o rei Davi e Pedro e até o próprio Satanás. Mas quero dizer que mesmo as citações de outras pessoas são relatos divinos do que elas disseram e, interpretadas corretamente em seus contextos, vêm a nós com a autoridade de Deus.

Mas uma coisa é afirmar que a Bíblia alega ser as palavras de Deus. Outra coisa é convencer-se de que essas afirmações são verdadeiras. Nossa convicção definitiva de que as palavras da Bíblia são palavras divinas vem apenas quando o Espírito Santo fala ao nosso coração nas palavras da Bíblia e por intermédio delas, dando-nos a segurança íntima de que essas são as palavras de nosso Criador falando conosco.

É importante buscarmos o Espírito Santo sempre e toda vez que vamos ler a Bíblia, porque aqueles em quem o Espírito de Deus está operando reconhecem que as palavras da Bíblia são palavras de Deus. Esse processo é bem análogo àquele pelo qual os que creram em Jesus souberam que suas palavras eram verdadeiras. Ele disse: ‘...as minhas ovelhas ouvem a minha voz; eu as conheço, e elas me seguem’ (Jo 10:27)

Então, aqueles que são ovelhas de Cristo ouvem as palavras de seu grande Pastor enquanto lêem as palavras das Escrituras e são convencidos de que essas palavras são de fato do seu Senhor. À medida que lemos as Escrituras nós ouvimos a voz do Criador falando-nos por intermédio das palavras das Escrituras; percebemos então que o livro que estamos lendo é diferente de qualquer outro, que é de fato um livro com as palavras do próprio Deus falando-nos ao coração. Leia a Bíblia!

quarta-feira, 10 de novembro de 2010

The safest place on Earth

By faith Noah, when warned about things not yet seen, in holy fear built an ark to save his family. By his faith he condemned the world and became heir of the righteousness that comes by faith. (Hebrews 11:7) Lucien Accad

As parents we like our children to be safe and to have the best training for a happy future. Too often, however, these wishes are according to human standards. Noah knew that obedience to God is the standard by which we can face the future in a positive way. He was able to perceive that the real danger came from a sinful society which is only interested in material benefits and which is predominantly selfish. The building of our boat has to become a family enterprise around the person of Jesus Christ. It is only in Him that we will find real safety.

Sometimes we, as a family, have been tempted to run away from Lebanon because of the war, assuming that other parts of the world would be safer for our family. But God's Word reminds us that our real security, happiness and future are in Christ and in obeying God's will.

The safest place on earth is still in the centre of His will. The most dangerous place is to be outside His will.

Um futuro melhor

Diante das dificuldades que enfrentamos nos dias atuais, nosso coração pode ser levado ao abatimento. Temores e dúvidas encontram habitação em nosso interior, levando-nos para lugares sombrios, úmidos e repletos de perigos.

Neste cenário, somos convidados para abrir os ouvidos e atender ao que diz o profeta Jeremias: “Quero trazer à memória o que me pode dar esperança.”(Lamentações 3.21). Noutras palavras, aquele homem de Deus, afirmou: “preciso olhar para trás e ver o que Deus já fez em minha vida, o que já aprendi sobre o significado da existência e os compromissos que Ele firmou comigo.”

Jeremias estava certo. Quando lançamos nossos olhos para o passado reafirmamos algumas certezas. Inicialmente, reconhecemos que de uma forma ou de outra, Deus sempre esteve ao nosso lado. Nos dias difíceis, nas tormentas, nos desafios e nas perdas, através da presença do Espírito Santo, Ele se colocou ao nosso lado concedendo-nos paz e consolação.

Em segundo lugar, a história de Deus entre nós confirma que sua Palavra é verdadeira e que Ele não mente. Tudo o que Deus disse através de homens e mulheres tem revelado profundidade, coerência e esperança. Alianças e compromissos divinos forneceram e continuam a fornecer vitalidade àqueles que O amam.

Finalmente, consideramos fundamental dizer que o Senhor da história tem escolhido homens e mulheres como instrumentos abençoadores de outras vidas. Basta olhar para os dias que se foram e perceber que Deus levantou pessoas para agir e transformar as realidades, concedendo uns aos outros gestos e palavras de coragem, pois o futuro será melhor.

Rev. Sérgio Andrade

segunda-feira, 8 de novembro de 2010

Sê forte e corajoso! Enfrente o perigo!

Todas as vezes que nos deparamos com problemas em nossa vida, observamos o quanto somos frágeis. As alegrias se vão e só fica a verdade de que somos impotentes para lidar com adversidades que surgem no decorrer de nossa existência. Deus nos deixa lições interessantes em sua criação para nos mostrar o contrário, que o homem foi criado forte e que essa força é sempre adquirida e absorvida dessas situações adversas.

Você conhece uma árvore chamada Carvalho? Pois é, essa árvore é usada pelos botânicos e geólogos como um medidor de catástrofes naturais do ambiente. Quando querem saber o índice de temporais e tempestades ocorridas numa determinada floresta, eles observam logo o carvalho (existindo no local, é claro), que naturalmente é a árvore que mais absorve as conseqüências de temporais. Quanto mais temporais e tempestades o carvalho enfrenta, mais forte ele fica! Suas raízes naturalmente se aprofundam mais na terra e seu caule se torna mais robusto, sendo impossível uma tempestade arrancá-lo do solo ou derrubá-lo!

Mas não pense que os cientistas precisam fazer essas análises todas para saber isso! Basta apenas eles olharem para o carvalho. Por absorver as conseqüências das tempestades, a robusta árvore assume uma aparência disforme, como se realmente tivesse feito muita força. Muitas vezes uma aparência triste! Cada tempestade para um carvalho é mais um desafio a ser vencido e não uma ameaça! Numa grande tempestade, muitas árvores são arrancadas, mas o carvalho permanece firme!

Assim somos nós. Devemos tirar proveito das situações contrárias à nossa vida e ficar mais fortes! Um pouco marcados. Muitas vezes com aparência abatida, mas fortes!!! Com raízes bem firmes e profundas na terra! Podemos, com isso, compreender o que o nosso Pai maravilhoso quis nos ensinar, quando disse que podemos todas as coisas naquele que nos fortalece. E também a confiança do rei Davi quando cantou: "Ainda que eu andasse pelo vale da sombra da morte eu não temerei mal algum, porque Tu estás comigo..." Por isso quando olhar pela janela o lindo alvorecer, lembre-se de que não há temor com os infortúnios do dia, porque Deus está contigo! Ele o protegerá!

Se você está passando por lutas muito grandes por estes dias, pense que (como o carvalho)...é só mais uma tempestade que o tornará mais forte, segundo aquele que nos arregimentou!

Saúde, Paz, Amor e Muito Sucesso!

Autor desconhecido

domingo, 7 de novembro de 2010

Deus ainda fala com as pessoas?

Um jovem foi para o estudo da Bíblia numa noite de quarta-feira. O pastor dividiu entre ouvir a Deus e obedecer a palavra do Senhor. O jovem não pode deixar de querer saber se "Deus ainda fala com as pessoas?". Após a pregação ele saiu para um café com os amigos e eles discutiram a mensagem. De formas diversas eles falaram como Deus tinha conduzido suas vidas de maneiras diferentes.

Era aproximadamente dez horas quando o jovem começou a dirigir-se para casa. Sentado no seu carro, ele começou a pedir "Deus! Se ainda falas com as pessoas, fale comigo. Eu irei ouvi-lo. Farei tudo para obedecê-lo". Enquanto dirigia pela rua principal da cidade, ele teve um pensamento muito estranho: "Pare e compre um galão de leite". Ele balançou a cabeça e falou alto "Deus é o Senhor?". Ele não obteve resposta e continuou dirigindo-se para casa. Porém, novamente, surgiu o pensamento "compre um galão de leite". O jovem pensou em Samuel e como ele não reconheceu a voz de Deus, e como Samuel correu para Eli. "Muito bem, Deus! No caso de ser o Senhor, eu comprarei o leite".

Isso não parece ser um teste de obediência muito difícil. Ele poderia também usar o leite. O jovem parou, comprou o leite e reiniciou o caminho de casa. Quando ele passava pela sétima rua, novamente ele sentiu um pedido "Vire naquela rua". Isso é loucura, pensou e, passou direto pelo retorno. Novamente ele sentiu que deveria ter virado na sétima rua. No retorno seguinte, ele virou e dirigiu-se pela sétima rua. Meio brincalhão, ele falou alto "Muito bem, Deus. Eu farei". Ele passou por algumas quadras quando de repente sentiu que devia parar. Ele Brecou e olhou em volta. Era uma área misto de comércio e residência. Não era a melhor área, mas também não era a pior da vizinhança. Os estabelecimentos estavam fechados e a maioria das casas estavam escuras, como se as pessoas já tivessem ido dormir, exceto uma do outro lado que estava acesa.

Novamente, ele sentiu algo, "Vá e dê o leite para as pessoas que estão naquela casa do outro lado da rua". O jovem olhou a casa. Ele começou a abrir a porta, mas voltou a sentar-se. "Senhor, isso é loucura. Como posso ir para uma casa estranha no meio da noite?". Mais uma vez, ele sentiu que deveria ir e dar o leite. Finalmente, ele abriu a porta, "Muito Bem, Deus, se é o Senhor, eu irei e entregarei o leite àquelas pessoas. Se o Senhor quer que eu pareça uma pessoa louca, muito bem. Eu quero ser obediente. Acho que isso vai contar para alguma coisa, contudo, se eles não responderem imediatamente, eu vou embora daqui".

Ele atravessou a rua e tocou a campainha. Ele pôde ouvir uma barulho vindo de dentro, parecido com o choro de uma criança. A voz de um homem soou alto: "Quem está aí? O que você quer?". A porta abriu-se antes que o Jovem pudesse fugir. Em pé, estava um homem vestido de jeans e camiseta. Ele tinha um olhar estranho e não parecia feliz em ver um desconhecido em pé na sua soleira. "O que é? ". O jovem entregou-lhe o galão de leite. "Comprei isto para vocês". O homem pegou o leite e correu para dentro falando alto. Depois, uma mulher passou pelo corredor carregando o leite e foi para a cozinha. O homem seguia-a segurando no braços uma criança que chorava. Lágrimas corriam pela face do homem e, ele começou a falar, meio soluçando "Nós oramos. Tínhamos muitos contas para pagar este mês e o nosso dinheiro havia acabado. Não tínhamos mais leite para o nosso bebê. Apenas orei e pedi a Deus que me mostrasse uma maneira de conseguir leite". Sua esposa gritou lá da cozinha: "Pedi a Deus para mandar um anjo com um pouco... Você é um anjo?

O jovem pegou a sua carteira e tirou todo dinheiro que havia nela e colocou-o na mão do homem. Ele voltou-se e foi para o carro, enquanto as lágrimas corriam pela sua face. Ele experimentou que Deus ainda responde os pedidos.

Você tem 24h por dia, gasta com muitas coisas. Quanto tempo você leva para parar um pouquinho e ouvir Deus?

Autor desconhecido